AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






A celebração do eu, a empolgação religiosa e os testemunhos auto-gratulatórios na CCB

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A celebração do eu, a empolgação religiosa e os testemunhos auto-gratulatórios na CCB

Mensagem por Admin em Sex Set 23, 2011 4:41 pm




O celebração do "eu" anula a presença do Espírito Santo.

Quase sempre vivemos a mercê das idéias do ancião, que erroneamente adota uma postura subjetiva para lidar com a igreja.

É o espírito dele que determina as ações da comunidade, vejamos:

- Toda a comunidade fica na expectativa, da chegada do líder, cujo dom transcende a todos;

- Quando ele entra no templo, os corações sentem grande alívio, apenas se esquecem que o Espírito já estava ali junto de cada um;

- Antes da subida ao grande púlpito, se iniciam as demonstrações de sutilezas, satisfação carnal, humildade entre os líderes, enquanto a comunidade permanece na empolgação;

- Nesse momento de empolgação intensa dos religiosos, o "líder-mor" da origem a sua apresentação, minuciosamente estudada, no entanto, ele transparece que está sob o comando do Espírito Santo;

- Chega o ponto alto da sua apresentação, é o grande ato em que ele começa os testemunhos auto-gratulatórios. É o líder falando de si mesmo, do "eu" que permitiu realizar milagres, para que ele pudesse repassar a comunidade. Como ele mesmo diz: "São tantas obras, mas, o tempo não permite contar";

- Diante da empolgação da comunidade, e dos intensos aplausos (barulho), todos chegam a conclusão que ele está repleto da virtude divina;

- Vale recordar que alguns, sem o mesmo dom, se desejarem fazer tais coisas, deverão arcar com as consequências;

- O momento do grande discurso é a conclusão da apresentação, é o motivo pelo qual todos estão ali, para ouvir o grande líder-mor, com dom superior, manifestar os segredos do coração;

- Ao final do grande "show", continuarão as sutilezas, a empolgação religiosa, as demonstrações de afeto, os jantares, as orações posteriores, a busca da virtude humana, que não tem poder de acrescentar nada em nossa vida;

Embora não queiram admitir, toda essa liturgia — mania —, nós nos deparamos em todos os cultos, que parecem dedicados a Deus, quando na verdade não existe honra alguma ao seu poder.

São o acúmulo de tradições...

O apóstolos Pedro manifesta, o quanto a celebração do "eu", em épocas passadas, anulava a operação do Espírito Santo, também, o quanto as fábulas judaicas (ou qualquer outra) induziam os corações dos incautos, não lhes permitindo conhecer a virtude que procede do céu.

" Mas terei cuidado também que a todo o tempo depois da minha retirada, possais ter lembrança destas coisas.
Pois não seguimos fábulas engenhosas, quando vos fizemos conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo; mas nós fomos testemunhas oculares da sua majestade, porquanto ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando pela Magnífica Glória lhe foi comunicada esta voz: Este é o meu Filho dileto, em quem me agrado. Nós ouvimos esta voz, do céu comunicada, quando estávamos com ele no monte santo. Ainda temos mais segura a palavra dos profetas, a qual fazeis bem de atender, como a uma candeia que alumia num lugar escuro, até que o dia esclareça e a estrela da alva surja nos vossos corações; conhecendo primeiro isto, que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação, porque a profecia jamais foi dada pela vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falavam, movidos pelo Espírito Santo.
"2 Pedro 1-15 a 21

O ancião (líder-mor) está mais ocupado com o sensacionalismo, do que propriamente relembrar de cumprir a sã doutrina de Cristo. Na verdade a preocupação é repassar a sua interpretação, sem que ela seja movida pelo Espírito Santo.

Outro apóstolo também manifestou grande preocupação, revelando o seguinte a determinada igreja:

" Pois não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor, e nós mesmos como vossos servos por amor de Jesus. Pois Deus que diz: Das trevas brilhará a luz, é quem brilhou em nossos corações para iluminação do conhecimento da glória de Deus na face de Cristo. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, a fim de que a excelência do poder seja de Deus, e não venha de nós. " 2 Cor. 4-5 a 7

Nas religiões atuais somente uma pessoa domina os cultos.

Somente uma pessoa tem o dom superior.

Esse lider-mor está pregando a si mesmo, está repassando suas própria convicções, e a comunidade cristã deve cumpri-las na íntegra...ou será excluído.

Esse líder-mor não permite que a luz brilhe.

Não permite que o brilho chegue aos corações.

Não permite que a comunidade adquira conhecimento.

Das trevas brilhou a luz, para que todos aqueles, que contemplassem o rosto de Jesus Cristo, pudessem compreender a verdadeira vontade divina.

Pudessem receber a única e verdadeira virtude que procede do Espírito Santo.

Os líderes (de hoje) se apresentam como vasos de ouro, ao inverso dos apóstolos, que se apresentavam como vasos de barro.

Os líderes (de hoje) almejam o glória, para sustentar o ego, e assim, a cada término de culto, todos os acontecimentos são creditados a eles, embora, eles teimem em achar que toda a encenação, foi patrocinada pelo Espírito Santo.

Devemos compreender que o Espírito Santo, não se apresenta, onde o homem prega a si mesmo.

Os apóstolos tiveram esse cuidado, infelizmente, esse modelo não está sendo seguido.

Excelente é o poder de Deus.

Para manifestar esse poder, Jesus desceu do céu, para cumprir a vontade do Pai.

Eldier

Admin
Admin

Mensagens : 3222
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A celebração do eu, a empolgação religiosa e os testemunhos auto-gratulatórios na CCB

Mensagem por ANGELA GUALINE em Dom Set 25, 2011 7:25 pm

Caríssimo irmão em cristo Eldier, Saúdo com a paz de Deus, e aproveito para parabeniza - lo sua nobre atitude onde através do texto exposto coloca em cheque a prepotência descarada do dito "corpo MINISTERIAL" (anciães) da CCB. O mesmo me revelam atitude do próprio "ANTI CRISTO" , concordo em grau, número e gênero com seu relato no texto, pois há 45 anos venho acompanhando a doutrina desta fatídica religião, onde como expectadora tenho vivenciado , retaliações por discordar da intencionalidade julgada por eles revelada pelo ESPIRITO SANTO. " Jesus desceu do céu"... E por nós morreu na cruz para que sejamos LIVRES, deste modo capacitou pessoas, dando SABEDORIA para que arranquemos a máscara da prepotência destes falsos mediadores que usam o nome de CRISTO para elevarem seu EGO.
ANGEL

ANGELA GUALINE
Membro

Mensagens : 1
Data de inscrição : 25/09/2011
Idade : 51

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A celebração do eu, a empolgação religiosa e os testemunhos auto-gratulatórios na CCB

Mensagem por Admin em Dom Set 25, 2011 8:43 pm

ANGELA GUALINE escreveu:Caríssimo irmão em cristo Eldier, Saúdo com a paz de Deus, e aproveito para parabeniza - lo sua nobre atitude onde através do texto exposto coloca em cheque a prepotência descarada do dito "corpo MINISTERIAL" (anciães) da CCB. O mesmo me revelam atitude do próprio "ANTI CRISTO" , concordo em grau, número e gênero com seu relato no texto, pois há 45 anos venho acompanhando a doutrina desta fatídica religião, onde como expectadora tenho vivenciado , retaliações por discordar da intencionalidade julgada por eles revelada pelo ESPIRITO SANTO. " Jesus desceu do céu"... E por nós morreu na cruz para que sejamos LIVRES, deste modo capacitou pessoas, dando SABEDORIA para que arranquemos a máscara da prepotência destes falsos mediadores que usam o nome de CRISTO para elevarem seu EGO.
ANGEL



Cara irmã Angela,

Graça e paz em sua vida.

A igreja de Cristo registrada no céu (Hebreus 12-23), bem como o seu Espírito Santo, estão sendo engrandecidos pelo seu sublime comentário.

O forum está a sua disposição, e a todos os demais, para que possamos edificar as almas, movidos por aquele que desceu e subiu aos céus.

" A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo, seja com todos vós." 2 Cor. 13-14

Eldier.


Admin
Admin

Mensagens : 3222
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A celebração do eu, a empolgação religiosa e os testemunhos auto-gratulatórios na CCB

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum