AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier



A rivalidade entre a CCB e a CCB-Ministério Jandira

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A rivalidade entre a CCB e a CCB-Ministério Jandira

Mensagem por Admin em Sex Out 28, 2011 2:20 pm

Seria correto tentar desmascarar um ministério, divulgando que aqueles que o compõem, são pessoas desviadas da sã doutrina.

Será que aqueles que denunciam irregularidades, não estariam de fato...doentes.

Jesus passou por tal experiência, em determinado dia, divulgando as grandezas de Deus, o apóstolo João resolveu tomar para si a primazia de Cristo.

Disse ele:

" Mestre, vimos um homem expelir demônios em teu nome e lho proibimos, porque não te segue conosco " Lucas 9-49

Pois é, alguém com fé suficiente em Cristo, estava expelindo demônios, e por não andar com os apóstolos, foi achado indigno de executar tais ações de misericórdia.

Respondeu Jesus a João:

" Não lho proibais; pois quem não é contra vós, é por vós " Lucas 9-50

É interessante o aborrecimento de João, por algo, que ele não teve participação alguma, ou seja, o ser humano não teve participação nos desígnios de Deus, apesar, de ser o principal favorecido.

Paulo também teve problemas com tais formas de pensamento, principalmente enquanto esteve preso.

Apesar disso ele achava útil que determinadas coisas acontecessem, conforme ele mesmo declarou:

" Quero, porém, irmãos, que conheçais que as coisas que me aconteceram, têm antes contribuído para o progresso do Evangelho, de maneira que as minhas prisões se tornaram manifestas em Cristo a toda a guarda pretoriana, e a todos os demais; e que a maioria dos irmãos, animados no Senhor pelas minhas prisões, são muito mais corajosos em falar sem temor a palavra de Deus " Filipenses 1-12 a 14

O progresso do evangelho não era restrito na mente do apóstolo.

Vemos o quanto ele difere de João, que naqueles momento, ainda não tinha sido revestido com poder, a fim de compreender as coisas que de Cristo estava escrito.

Paulo sabia que haveria vários modelos de pregadores, e que num mesmo ministério, nem todos pensariam da mesma forma, apesar de ser exatamente essa a vontade do Espírito.

Ele desabafou em sua carta a igreja de Filipos:

" Alguns há, na verdade, que pregam a Cristo até por inveja e contenda, e outros o fazem de boa vontade: estes por caridade, sabendo que estou posto para a defesa do Evangelho, mas aqueles por discórdia anunciam a Cristo, não sinceramente, julgando suscitar-me tribulação nas minhas prisões " Filipenses 1-5 a 17

Podemos até achar que o novo ministério da CCB (Jandira), esteja pregando por inveja, a fim de incentivar uma contenda, ou podemos compreender exatamente ao contrário. Que a contenda parte da CCB Brás, que não está aceitando que o evangelho seja pregado, por outra denominação que segue a mesma doutrina, se colocando contra o novo ministério, como podemos verificar nas informações que estão sendo divulgadas em todos os cantos do Brasil.

Podemos achar que os dois ministérios pregam a Cristo de boa mente, mas, a própria cúpula ministerial dos dois lados, não transparece que seja assim.

Alguns reconheciam a autoridade de Paulo, outros aproveitaram que ele estava preso, para tomar-lhe o lugar de destaque.

Será que é exatamente isso que está acontecendo na CCB?

Paulo então humildemente declara o seu amor a Cristo, e desfaz qualquer indício de rivalidade, simplesmente para preservar o nome de Cristo, veja o que ele diz:

" Mas que importa? contanto que de qualquer modo, ou por pretexto ou por verdade, Cristo seja anunciado; nisto me regozijo, e me regozijarei; porque sei que isto me resultará em salvação pela vossa súplica e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo, segundo a minha ardente expectativa e esperança de que em nada serei envergonhado, antes com toda a ousadia, como sempre, assim agora Cristo será engrandecido no meu corpo, quer pela vida, quer pela morte. Pois para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro " Filipenses 1-18 a 21

Nada importava para Paulo, a não ser exaltar o nome de Cristo.

Não importa se os dois ministérios, pregam a Cristo por inveja ou contenda, por pretexto ou verdade, importa que aqueles que esperam a salvação, receberão socorro do Espírito Santo.

A cúpula ministerial que tem receio de ser envergonhada, deixa evidente que não está preparada para engrandecer o corpo da igreja.

Nenhum dos dois ministérios, deve recear algo, contanto que pela vida, ou pela morte, engrandeçam através do seu próprio corpo carnal, o nome de Cristo, e ajam conforme o modelo de Paulo, que não temeu ser preso, ou morrer pelo nome de Cristo, com certeza, o rebanho terá mais confiança, naqueles que estão em cima dos púlpitos.

Porém enquanto houver qualquer motivo para discórdia, não estarão cumprindo o ensinamento de Cristo.

" Não lho proibais; pois quem não é contra vós, é por vós "Lucas 9-50

Naquele dia o ciúme de João foi por causa de um demônio expelido...



Admin
Admin
Admin

Mensagens: 1951
Data de inscrição: 10/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum