AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Debbie e Polly: fortes cristãs no deserto israelense

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Debbie e Polly: fortes cristãs no deserto israelense

Mensagem por Admin em Qui Jul 26, 2012 7:49 pm




Ao chegar na casa de Debbie e Yoyakim, encontramos dois de seus seis filhos deitados no sofá, gripados.

A família vai vivendo da melhor forma possível, embora parte da casa esteja forrada de lonas. A família Figueras está no meio de uma reforma, aumentando o espaço da casa, muito necessário.

No início do verão, uma equipe de Portas Abertas teve a oportunidade de visitar Arad. Esta pequena cidade faz fronteira tanto com a Judeia como com o deserto do Neguebe, a 20 km de distância do Mar Morto.

O marido de Debbie, Yoyakim, é pastor da congregação messiânica de Arad. A congregação de cerca de 60 membros tem estado na mira de uma seita ultraortodoxa do judaísmo, a Gur Chassidim (ou Haredim). A comunidade messiânica não tem onde se reunir para seus cultos. Nos últimos anos, vários membros da igreja foram publicamente difamado por causa de sua fé em Yeshua, o Messias.

Debbie e sua família se incomodam com os protestos feitos na frente de sua casa, ou com situações de conflito nas ruas. E apesar de manter o ânimo, é claro que Debbie, na qualidade de mãe de seis filhos, se preocupa. Ela compartilhou: "Um de meus filhos tem ouvido absoluto, e está participando de uma orquestra. Quando ele foi para o ensaio, um ortodoxo o seguiu, chegando a entrar no prédio, gritando: “Esse garoto é um jovem perigoso. Ele é um missionário!”.

Tem sido um desafio para os pais ver que não podem sempre proteger os filhos, e que até os mais novinhos precisam lidar com situações assim. "As crianças aprendem mais a lidar com isso, e ficam mais fortes", disse Debbie.

Essa preocupação se soma aos desafios diários de Debbie, de cuidar da família e educar os filhos. E tudo isso enquanto seu caçula aprende a dar os primeiros passos!

Polly Sigulim

Em outro bairro de Arad vive Polly Sigulim. Ela é mãe de três filhos e se mudou para Arad há 12 anos. Seu marido morreu em um acidente de carro 19 anos atrás, e a família veio dos Estados Unidos para esta cidade à beira do deserto.

Durante anos, Polly abriu as portas de sua casa para receber crianças adotivas, mas recentemente o Senhor mostrou-lhe novas oportunidades de servir, especialmente entre as mulheres de Israel.

Desde setembro de 2011, Polly dirige um abrigo para mulheres e crianças em Arad chamado "A Arca".

"Há vários centros de reabilitação para homens viciados, mas não há quase nada em Israel para mulheres com crianças. Junto com duas outras senhoras, quero dar-lhes um abrigo, onde possam recomeçar e reconstruir seu próprio futuro", explica Polly.

Enquanto nos mostra a grande casa, Polly explica a rotina em “A Arca”.

“Quando as mulheres ficam aqui, participam de todas as tarefas diárias, como cozinhar e lavar a roupa. Mas antes disso, pela manhã, temos aulas de discipulado. Elas também têm a oportunidade de aprender uma profissão”, Polly conta, ao mostrar um canto com artigos de cabeleireiro. “Dessa forma, queremos oferecer às mulheres a oportunidade de se sustentarem sozinhas.”

Do lado de fora da casa, sob o sol quente do deserto, encontra-se o grande jardim, protegido por um muro de 2 metros de altura. "Infelizmente, o muro é necessário para dar privacidade às mulheres e crianças. Uma vez que os Haredim vêm aqui frequentemente, não tivemos outra escolha a não cercar nosso jardim."

O rosto de Polly brilha compartilhar seu novo chamado de ajudar as mulheres, e ela não parece incomodada com os protestos antimessiânicos. "Quando ouvimos seus gritos na rua, ou os vemos chegar, lembramo-nos de continuar intercedendo por eles. Acho que sem isso, eu talvez não orasse tanto como faço agora."

Encorajamento

Polly e Debbie receberam das mãos da equipe da Portas Abertas um presente em nome de mais de 750 mulheres de 14 países diferentes.

Desde 2011, bases da Portas Abertas em todo o mundo organizaram uma campanha da cartas para essas irmãs. Todas as mensagens, tanto e-mails como cartões, foram reunidas em livros personalizados para Debbie e Polly.

Um colaborador da Portas Abertas comentou: "Quando lhes entregamos os livros, e mais um pacote de cartões postais, Debbie ficou muito feliz e tocada. Ela apreciou as muitas palavras de incentivo e as orações de todo o mundo".

Fonte Portas Abertas Internacional
Tradução Portas Abertas Brasil

Admin
Admin

Mensagens : 3116
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum