AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






As 10 provocações + 40 anos de escravidão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As 10 provocações + 40 anos de escravidão

Mensagem por Admin em Sex Ago 10, 2012 7:26 pm






Se alguém me promete que vou herdar uma terra abençoada, posso até não acreditar, pelo fato do anunciante ser um homem. Logicamente quando dez homens, escolhidos para serem os vistoriadores, no seu retorno chegam colocando inúmeros defeitos, numa coisa que eu mesmo não sou merecedor, vai então do meu caráter acreditar neles, ou acreditar naquele que fez a promessa — Deus —, o fato é que doze homens foram enviados, apenas dois defenderam que a terra era realmente excelente: “A terra, por meio da qual passamos para a espiar, é terra muitíssimo boa. Se Jeová se agradar de nós, então nos introduzirá nesta terra, que mana leite e mel, e nô-la dará. Tão-somente não sejais rebeldes contra Jeová, nem temais o povo desta terra; porque são nosso pão. Retirou-se de sobre eles a sua defesa, e Jeová está conosco; não os temais “ (Números 14:7 a 9). Dez contra dois, prevaleceu o maior número de blasfemadores, que praticamente acusam Deus de enviá-los para a morte, não sendo uma surpresa, o povo acreditar que melhor seria retornar ao Egito, com lágrimas nos olhos, com o diabo chorando junto, desejam em seu coração o regresso. Não podemos nos esquecer, que quanto aos dois favoráveis, os blasfemadores tiveram a brilhante sugestão de produzirem uma execução por apedrejamento, o direito a primeira pedra seria reservado ao diabo.

Você leitor, deve ter percebido, que o texto se refere a (mais uma) incredulidade de Israel, no exato momento do retorno dos espias, enviados para vistoriarem a terra prometida:

...porém tão certo como eu vivo, e como toda a terra se encherá da glória de Jeová, dos homens que, tendo visto a minha glória e os prodígios que fiz no Egito e no deserto, e todavia me puseram à prova já dez vezes e não obedeceram à minha voz,nenhum deles verá a terra que com juramento prometi a seus pais, sim nenhum daqueles que me desprezaram a verá. Pela minha vida, diz Jeová, certamente como falastes aos meus ouvidos, assim vos hei de fazer:  cairão os vossos cadáveres neste deserto; todos vós os que fostes contados, segundo o vosso número total, desde a idade de vinte anos, e daí para cima, os que murmurastes contra mim, certamente não entrareis na terra, a respeito da qual jurei que vos faria habitar nela, exceto Calebe, filho de Jefoné, e Josué, filho de Num. Porém a vossos pequeninos, que dissestes que serviriam de presa, a estes introduzirei, e eles conhecerão a terra que vós desprezastes. Mas, quanto a vós, os vossos cadáveres cairão neste deserto. Vossos filhos serão pastores no deserto quarenta anos, e sofrerão as conseqüências da vossa infidelidade, até que os vossos cadáveres se consumam no deserto. Segundo o número dos dias em que espiastes a terra, isto é, quarenta dias, cada dia representando um ano, levareis sobre vós por quarenta anos as vossas iniqüidades, e tereis experiência da minha oposição.” Números 14:23 a 34

Incrível ter um Deus do seu lado, mas preferir murmurar, murmurar, murmurar...e murmurar.

Deus contou o número de vezes que foi provocado: 10 vezes.

Aquele povo ouviu a voz de Deus, o juramento prometido, como se a todo momento o Senhor dissesse: “Confiem em mim, fiz um bom negócio, porque amo vocês, a herança é maravilhosa, não temam, estarei sempre com vocês”. Infelizmente os ouvidos de Deus somente receberam a provocação, como se dissessem os israelitas: “Amor? o Senhor disse que nos ama, que a terra era boa, mas nós queremos a escravidão do Egito, porque nós somos incrédulos, somos covardes, gostamos das ordens do Pai da mentira”. Tanto provocaram, que desprezando o conforto, o descanso, receberam uma sentença desfavorável, os filhos entrariam na terra, os rebelados teriam seus ossos enterrados no deserto, representando o vazio das suas almas, do homem que não é preenchido com o Espírito Santo, aqui não está o perfeito exemplo da blasfêmia contra o Espírito Santo?. Quanto aos dois que quase foram apedrejados por defenderem a honra de Deus, estes receberam o privilégio de entrar na terra, quanto aos demais Deus já queria exterminá-los, claro que essas foram as palavras de Moisés, creio que Deus estava testando o seu ungido, Moisés pasmo pela ação do povo clama:

O Senhor é muito paciente e grande em fidelidade, e perdoa a iniqüidade e a rebelião, se bem que não deixa o pecado sem punição, e castiga os filhos pela iniqüidade dos pais até a terceira e quarta geração. Segundo a tua grande fidelidade, perdoa a iniqüidade deste povo, assim como a tens perdoado desde que saíram do Egito até agora. O Senhor respondeu: Eu os perdoei, conforme você pediu. “ Números 14:18 a 20

O trato foi o seguinte, tanto murmuraram, que ganharam 40 anos de peregrinação, totalmente gratuita, com direito a consumação...do cadáver no deserto. Que situação vexatória para a língua, a conspiração não prosperou, naquele momento o diabo se encontrava com o rabo entre as pernas. O Senhor perdoou, isso não quer dizer “tudo bem”, quer dizer que como houve o dilúvio, o intervalo de 40 anos, serviria para purificar o povo, exterminar toda a iniquidade.

Deus foi bem claro, perdoou o povo, porque viu que Moisés, ainda era capaz de suportá-los, “Eu os perdoei, conforme você pediu “, sinal de que o povo deixará de ser benquisto. Vamos transportar essa história para os dias atuais, depois de muito tempo, até mesmo aqueles que leem esses fatos, não acreditam como um povo, teve a audácia/ coragem de provocar o Criador, como se isso fosse algo raro.  

Ele estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. “ João 1: 10 e 11

Se não receberam aqueles dois que falaram bem da terra, igualmente não receberam com grande honra, aquele que veio para ser o Salvador, que iria preparar outra terra:

Não se turbe o vosso coração; crede em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar; depois que eu for e vos preparar lugar, voltarei e tomar-vos-ei para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também. Sabeis o caminho para onde eu vou. “ João 14:1 a 4

Imagine só o povo israelita, os blasfemadores, se ouvissem esse discurso de Jesus, certamente o teriam...crucificado.

Deus apenas deixa um lembrete para cada um de nós:


Por isso diz o Espírito Santo: Hoje se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações como na provocação No dia da provação no deserto, Onde os vossos pais me experimentaram, pondo-me à prova, E viram as minhas obras por quarenta anos. “Hebreus 3:7 a 19

A misericórdia do Senhor, excede o entendimento do homem, para aqueles que sobreviveram no deserto, apesar dos 40 anos vagando, em momento algum ficaram desamparados, nos últimos dias  de combate, com a proximidade da entrada na terra prometida, Moisés emocionado disse ao povo:

“[i]Estas são as palavras da aliança que o SENHOR ordenou a Moisés que fizesse com os filhos de Israel, na terra de Moabe, além da aliança que fizera com eles em Horebe. E chamou Moisés a todo o Israel, e disse-lhes: Tendes visto tudo quanto o SENHOR fez perante vossos olhos, na terra do Egito, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra; As grandes provas que os teus olhos têm visto, aqueles sinais e grandes maravilhas; Porém não vos tem dado o SENHOR um coração para entender, nem olhos para ver, nem ouvidos para ouvir, até ao dia de hoje. E quarenta anos vos fiz andar pelo deserto; não se envelheceram sobre vós as vossas vestes, e nem se envelheceu o vosso sapato no vosso pé. Pão não comestes, e vinho e bebida forte não bebestes; para que soubésseis que eu sou o SENHOR vosso Deus
.” Deuteronômio 29: 1 a 6

Está escutando a voz de Deus leitor amado??

Eldier.


Admin
Admin

Mensagens : 3188
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: As 10 provocações + 40 anos de escravidão

Mensagem por Admin em Sab Jul 04, 2015 4:42 pm

.

Admin
Admin

Mensagens : 3188
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum