AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Se todos fossem "insensatos" como Paulo não haveria lobos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Se todos fossem "insensatos" como Paulo não haveria lobos

Mensagem por Admin em Qua Ago 22, 2012 7:13 pm




" Outra vez digo, ninguém pense que sou insensato; mas se assim pensais, todavia recebei-me como insensato, para que eu também me glorie um pouco. O que falo, não o falo segundo o Senhor, mas como por insensatez, nesta confiança de gloriar-me. Desde que muitos se gloriam segundo a carne, eu também me gloriarei. Sendo vós sábios, com prazer suportais os insensatos; pois se alguém vos escraviza, se alguém vos devora, se alguém se apodera de vós, se alguém se exalta sobre vós, se alguém vos dá na cara, o suportais. " 2 Cor. 11-16 a 22

Paulo transparece indignado, nenhum pouco insensato, estranha a falta de amor, com que a igreja em dado momento pareça tratá-lo. O apóstolo "abandona" momentaneamente o Espírito Santo, para transmitir um recado seu, “....O que falo, não o falo segundo o Senhor, mas como por insensatez, nesta confiança de gloriar-me”, como declarando a alguns irmãos, que se eles suportam (e preferem) a ação da carne, ele como apóstolo tem direito de defender a honra de Deus, mesmo que o caráter do seu apostolado, não agrade alguns falsos irmãos, que preferem suportar (ouvir) os insensatos, sujeitando-se a escravidão, permanecendo alienados sob o poder dos hipócritas.

Não é que Paulo deseja ser insensato, ele ironiza a situação vexatória da igreja, coloca-se como fraco, porque na verdade  ele deseja reverter tudo isso, afinal, suas lutas não podem ser desprezadas. Primeiramente esclarece, que se alguém encontra-se soberbo, julgando ser o único a “combater” pela igreja, ainda mais ele:

"Falo com vergonha, como se nós fôssemos fracos. Mas naquilo em que alguém se faz ousado, com insensatez falo, também eu sou ousado. São hebreus? também eu. São israelitas? também eu. São descendentes de Abraão? também eu. São ministros de Cristo? falo como fora de mim, eu ainda mais; em trabalhos muito mais, muito mais em prisões, em açoites sem medida, em mortes muitas vezes. Dos judeus cinco vezes recebi quarenta açoites menos um, três vezes fui açoitado com varas, uma vez apedrejado, três vezes naufraguei, um dia e uma noite passei no abismo; muitas vezes estive em jornadas, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos da minha raça, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos na solidão, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos... "2 Cor. 11-23 a 26

Por amor a graça o apóstolo desabafa, descreve cada um dos seus sofrimentos, um dia e uma noite no abismo, alguns naufrágios, outros tantos perigos fazem-no mais autêntico, do que qualquer irmão falseta, que esteja priorizando tirar a comunhão da igreja, com objetivo de extinguir a comunhão.

Como a verdade de Cristo está em mim, não me será tirada esta glória nas regiões da Acaia. Por quê? será por que não vos amo? Deus o sabe. Mas o que faço, isso farei, para cortar a ocasião aos que desejam ocasião, a fim de que naquilo de que se gloriam, sejam achados assim como nós. Pois tais homens são falsos apóstolos, trabalhadores dolosos, transformando-se em apóstolos de Cristo. Não é de admirar; pois o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Portanto não é grande coisa se também os seus ministros se transformam como em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras. “ 2 Cor. 11:10 a 15


Poucos são os líderes que contém a verdade de Cristo, essa glória não seria jamais retirada de Paulo, tanto que suas cartas ultrapassaram as épocas, comprovando que ele estava certo.  Se a igreja duvidava do seu amor, para os incrédulos, homens influenciáveis, isso acarretaria um enorme dano. Um homem sem unção, querer se comportar como apóstolo, detentor do mesmo Espírito Santo, certamente que responderá pela sua blasfêmia, Paulo imediatamente avisa a igreja, que muitos estavam agindo dessa maneira, como muitos ainda iriam surgir, despertando uma falsa ilusão de poder, enganando o coração dos incautos, provocando feridas enormes, sujando novamente (a igreja) aquilo que foi purificado com sangue.

Mas o que faço, isso farei, para cortar a ocasião aos que desejam ocasião, a fim de que naquilo de que se gloriam, sejam achados assim como nós. Pois tais homens são falsos apóstolos, trabalhadores dolosos, transformando-se em apóstolos de Cristo. Não é de admirar; pois o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. Portanto não é grande coisa se também os seus ministros se transformam como em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras.

De forma alguma a igreja é um peso para ele, o insuportável/insustentável está nas ações dos falsos líderes, que pregam insistentemente um evangelho diferente, um Jesus que não é o verdadeiro Filho de Deus, ele quer dar um basta em toda essa palhaçada, um termo apropriado para tamanha injustiça.

Na verdade, se aquele que vem, prega outro Jesus, o qual não pregamos, ou se recebeis um espírito diferente do que recebestes, ou se um Evangelho diferente do que aceitastes, bem o suportais.” 2 Cor. 11:4

A preferência da igreja estava na mentira, na doce voz da falsidade, vinda de um espírito diferente...

Pior do que ouvir é aceitar, estavam aceitando a balela, abandonando a verdade, preferindo o espetáculo dos falsos ministros. Paulo não oculta sua indignação, querem permanecer no erro, ele mesmo se exime dessa culpa, sua intenção era arrebatar (e salvar) alguns corações, fazendo com que permanecessem em alicerce seguro.

Oxalá que suportásseis um pouco de insipiência da minha parte; mas de fato me suportais. Pois vos zelo com zelos de Deus, porque vos desposei com um só esposo, para vos apresentar a Cristo como uma virgem pura; temo, porém, que, como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim sejam corrompidos os vossos pensamentos, e se apartem da sinceridade e da pureza para com Cristo. “ 2 Cor. 11:1 a 3

Quem será tão corrompido, ao nível de imaginar, que Paulo passaria por tantos sofrimentos, colocando sua própria vida em risco, se não tivesse a seu favor a sabedoria do Espírito. Que luta intensa travava sua alma, contra a incredulidade dos corações, que se comportavam como o de Eva, o dia em que ela foi iludida, pensando que ficaria igual  a Deus.

Viu, pois, a mulher que a árvore era boa para comer, que era uma delícia para os olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do fruto dela e comeu; deu também a seu marido, e ele comeu. Foram abertos os olhos de ambos e, conhecendo que estavam nus, coseram folhas de figueira, e fizeram para si umas cintas. “ Gênesis 3:6 a 7

O Espírito Santo queria interromper toda essa corrupção, como também hoje quer extinguir, toda conduta astuciosa que age contra a igreja, querendo que muitos se afastem de Cristo, querendo despi-lá do verdadeiro revestimento. Foi pela pureza que Cristo derrotou a morte, foi através da simplicidade que ele humilhou a serpente, porque ele também foi tentado, naquilo que foi provado, conquistou a glória, tornando-se o primogênito dentre os mortos, dentre muitos irmãos, que também passarão por tão grandiosa ressurreição.

Justifica-se ainda o apóstolo, terminando o seu discurso:

...em trabalho e fadiga, em vigílias muitas vezes, com fome e sede, em jejuns muitas vezes, em frio e nudez; além das coisas exteriores, há o que pesa sobre mim diariamente, o cuidado de todas as igrejas. Quem enfraquece, que eu não enfraqueça? quem é levado a tropeçar, que eu não me abrase? Se é necessário gloriar-me, gloriar-me-ei das coisas da minha fraqueza. O Deus e Pai do Senhor Jesus, que é bendito para sempre, sabe que não minto. Em Damasco o etnarca do rei Aretas guardava a cidade dos damascenos, para me prender;e numa alcofa me desceram por uma janela da muralha abaixo, e assim escapei das suas mãos. " 2 Cor. 11-27 a 33

Ele não mandou ninguém se danar, não abandonou a igreja ao seu própria destino, como se alguém estando fraco, que pelo menos ele não estivesse, que se alguém tropeçando, graças ele daria por ele não estar dessa maneira, não!! Não foi esse o seu comportamento, o seu cuidado era como o próprio zelo de Deus, se ele devesse se gloriar de estar ainda em pé, que Deus lhe desse o louvor, caso contrário sua única glória, seria resolver suas próprias fraquezas.

Aqui está o grande testemunho de um líder:  “O Deus e Pai do Senhor Jesus, que é bendito para sempre, sabe que não minto. Em Damasco o etnarca do rei Aretas guardava a cidade dos damascenos, para me prender;e numa alcofa me desceram por uma janela da muralha abaixo, e assim escapei das suas mãos.

Ainda que o diabo queira destruir a verdade, o Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, não permitirá a derrota de um justo, os dizeres de Paulo se mantém atualizados, porque na sua conduta ministerial, o diabo não encontrou nada que pudesse desaboná-lo. Até mesmo na insensatez de Paulo, os anjos vibraram de alegria, tão poderosa era semente que habitava aquele coração.

Portanto vos protesto hoje que estou limpo do sangue de todos; pois não me esquivei de vos anunciar todo o conselho de Deus. Atendei por vós, e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, a qual ele adquiriu com seu próprio sangue. Eu sei que depois da minha partida virão a vós lobos ferozes que não pouparão o rebanho, e que dentre vós mesmos surgirão homens, falando coisas perversas para atrair os discípulos após si. “ Atos 20:26 a 30

Admin
Admin

Mensagens : 3189
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Se todos fossem "insensatos" como Paulo não haveria lobos

Mensagem por Admin em Qui Ago 21, 2014 12:57 pm

.

Admin
Admin

Mensagens : 3189
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum