AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/online: Atos 24

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/online: Atos 24

Mensagem por Admin em Dom Out 14, 2012 7:44 am

Dia 14/10/2012



Atos dos Apóstolos Capítulo 24


Cinco dias depois, o sumo sacerdote Ananias desceu a Cesaréia com alguns dos líderes dos judeus e um advogado chamado Tértulo, os quais apresentaram ao governador suas acusações contra Paulo. Quando Paulo foi chamado, Tértulo apresentou sua causa a Félix: "Temos desfrutado de um longo período de paz durante o teu governo, e o teu providente cuidado resultou em reformas nesta nação. Em tudo e em toda parte, excelentíssimo Félix, reconhecemos estes benefícios com profunda gratidão. Todavia, a fim de não tomar-te mais tempo, peço-te o favor de ouvir-nos apenas por um pouco."Verificamos que este homem é um perturbador, que promove tumultos entre os judeus pelo mundo todo. Ele é o principal cabeça da seita dos nazarenos e tentou até mesmo profanar o templo; então o prendemos e quisemos julgá-lo segundo a nossa lei. Mas o comandante Lísias interveio, e com muita força o arrebatou de nossas mãos e ordenou que os seus acusadores se apresentassem. Se tu mesmo o interrogares, poderás verificar a verdade a respeito de todas estas acusações que estamos fazendo contra ele". Os judeus confirmaram a acusação, garantindo que as afirmações eram verdadeiras. Atos 24:1 a 9

Uma acusação contra um justo, assim também foi com Jesus, não desfaleça vossa fé, por existir em suas vidas tais acusações, se pela carne ou espírito, não importa, Cristo é o seu intercessor irmãos. Uma comitiva foi a Cesaréia, para atormentar a vida do apóstolo Paulo, o discurso que segue, ressalta a bajulação do advogado para com Félix, o governador da época, declarando que durante o seu governo, o povo havia recebido inúmeros benefícios, não transparece uma verdade sincera, gratidão realmente haveria, se o “perturbador” Paulo, o fomentador da suposta balbúrdia, viesse a ser prejudicado, o “menor” de todos os apóstolos, chega a ser promovido a cabeça da seita dos nazarenos, um profanador do templo, que deveria “pagar” pelo pecado de heresia.

A cabeça da igreja é Cristo, Tértulo apenas errou o crédito, o promotor incita o governador, a apurar a veracidade dos delitos de Paulo, anunciando previamente que havia testemunhas, para comprovar que aquilo que falava, realmente era verdade. Irmão vivemos uma época complicada, se há a dois mil anos se agora, viver pela graça, sempre indicou confusão (não da nossa parte), tanto dentro, como fora, o crente verdadeiro, deve admitir que pertence a “seita” (na verdade o Caminho) dos nazarenos, o Espírito Santo foi derramado, para esparramar o amor em todos os corações, Paulo foi um desses privilegiados, que após entregar sua vida para Cristo, viria a padecer pelo nome Dele. Ele escutou todas as acusações, seu caráter grandioso, não se deixou afetar pelas blasfêmias, naquele momento, surgiu uma maravilhosa oportunidade, de ser movido pelo Espírito Santo, de anunciar o evangelho, de proclamar a independência de alguma alma. Amados, não se aflijam pelas acusações, no exato momento, em que você recebeu a revelação do evangelho, você teve uma pequena noção, de que sua vida jamais seria a mesma, que você iria padecer pelo nome de Cristo, que tumultos e mais tumultos iriam surgir, que situações vexatórias apareceriam, para que em dado momento, você pudesse se sentir desamparado, diante disso uma força poderosa se manifestaria, para comprovar que você estava errado, creia apenas!. O governador autorizou a defesa de Paulo, foi então que o Espírito começou a movê-lo. Glória! Deus sempre esteve movimentando a sua vida irmão (ã), as vezes falta-nos a percepção para enxergar, mesmo assim, não tenha medo de ser atormentado pelo nome de Cristo.


Quando o governador lhe deu sinal para que falasse, Paulo declarou:

Sei que há muitos anos tens sido juiz nesta nação; por isso, de bom grado faço minha defesa. Facilmente poderás verificar que há menos de doze dias subi a Jerusalém para adorar a Deus. Meus acusadores não me encontraram discutindo com ninguém no templo, nem incitando uma multidão nas sinagogas ou em qualquer outro lugar na cidade. Nem tampouco podem provar-te as acusações que agora estão levantando contra mim. Confesso-te, porém, que adoro o Deus dos nossos antepassados como seguidor do Caminho, a que chamam seita. Creio em tudo o que concorda com a Lei e no que está escrito nos Profetas, e tenho em Deus a mesma esperança desses homens: de que haverá ressurreição tanto de justos como de injustos. Por isso procuro sempre conservar minha consciência limpa diante de Deus e dos homens. "Depois de estar ausente por vários anos, vim a Jerusalém para trazer esmolas ao meu povo e apresentar ofertas. Enquanto fazia isso, já cerimonialmente puro, encontraram-me no templo, sem envolver-me em nenhum ajuntamento ou tumulto. Mas há alguns judeus da província da Ásia que deveriam estar aqui diante de ti e apresentar acusações, se é que têm algo contra mim. Ou os que aqui se acham deveriam declarar que crime encontraram em mim quando fui levado perante o Sinédrio, a não ser que tenha sido este: quando me apresentei a eles, bradei: Por causa da ressurreição dos mortos estou sendo julgado hoje diante de vocês". Atos 24: 10 a 21


Não é seita, é um Caminho.


Paulo demonstra uma grande segurança, a sua defesa estava sendo realizado pelo Espírito, não tenha medo irmão (ã), a virtude celestial te dará segurança, nenhuma acusação terá efeito contra ti, se o Senhor não permitir que assim seja, na sua vida não escolha o modo como você deseja vencer, para os que estão em Cristo, somos mais dos que vencedores. Paulo explica que não promoveu tumulto algum, nem incitou qualquer que seja, não havia provas de um comportamento indevido, tão somente as acusações eram falácias dos mensageiros do diabo. Detalhe importante para sua vida amados, aplique-se a cumprir essas palavras;

Por isso procuro sempre conservar minha consciência limpa diante de Deus e dos homens.

Consciência limpa é a vergonha do diabo, não haverá homem que possa contra ti, se a tua consciência estiver limpa diante de Deus. O poder renovador do Espírito, foi exatamente transformar a consciência de Paulo, o apóstolo quando encontrou a Cristo, encontrou também uma nova perspectiva de vida, um novo caminho, uma nova maneira de se comportar para com o mundo. Félix devia ouvir as palavras do apóstolo, certamente, que elas martelavam sua consciência, como acusar um homem com tais dotes espirituais? O homem de Deus defende-se das acusações, manifestando que sua missão, foi trazer esmolas para o povo, e apresentar suas ofertas, que mal haveria nisso? Aquilo que outrora foi, incomodava os maiorais judeus, aquele que perseguia a igreja, claramente tornou-se seu principal defensor.

Amados, defendam a Cristo, e a verdade prevalecerá a seu favor. Paulo confirma que todas suas ações foram puras, sem qualquer indução a algum tumulto. Explica que não existe nenhuma acusação procedente:


Muitos duvidam daquilo que você acredita, a mudança drástica nas atitudes de Paulo, incomodavam os espíritos malignos:

Confesso-te, porém, que adoro o Deus dos nossos antepassados como seguidor do Caminho, a que chamam seita. Creio em tudo o que concorda com a Lei e no que está escrito nos Profetas, e tenho em Deus a mesma esperança desses homens: de que haverá ressurreição tanto de justos como de injustos.

Não é seita, é um Caminho. Não é um deus comum, é um Deus Eterno.

Nós adoramos o mesmo Deus de Paulo, dos antepassados, para você irmão que tem o conhecimento da verdade, aprenda a se defender das acusações, aqui o apóstolo não investe na discussão, os esclarecimento profundos dos mistérios celestiais, vão surgindo na boca dele, para confirmar aquilo que disse Jesus;

Estai vós de sobreaviso; pois vos hão de entregar aos tribunais, e sereis açoitados nas sinagogas, e haveis de comparecer diante dos reis e governadores por minha causa, para lhes servir de testemunho. Mas é necessário que primeiro o Evangelho seja pregado a todas as nações. Quando vos conduzirem para vos entregar, não vos preocupeis com o que haveis de dizer, mas falai o que vos for dado naquela hora; porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo.” Marcos 13;9 a 11

Não se preocupe com sua vida, testemunhe sobre Cristo, é necessário padecer pelo nome do Senhor, é crucificando nossa carne que melhor demonstramos os efeitos do evangelho, qualquer outra coisa se torna insignificante, como resumiria Paulo em uma de suas cartas:

Sim, na verdade, e tudo tenho como perda pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus meu Senhor, pelo qual perdi todas as coisas, e considero-as como refugo, para ganhar a Cristo e ser achado nele, não tendo como minha justiça a que vem da Lei, mas aquela que vem pela fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na , para o conhecer e o poder da sua ressurreição e a participação dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte, para ver se de algum modo posso atingir à ressurreição dentre os mortos. “ Filipenses 3:8 a 11

Você ganhou a Cristo irmão (ã), a justiça em sua vida ocorre pela fé, procede de Deus, é por ela que você participa dos sofrimentos, da ressurreição, do conhecimento, para uma dia também ressurgir glorioso diante de DEUS. Esqueça as demais necessidades, sabendo que Deus não se esquece do que você necessita.


Então Félix, que tinha bom conhecimento do Caminho, adiou a causa e disse: "Quando chegar o comandante Lísias, decidirei o caso de vocês". E ordenou ao centurião que mantivesse Paulo sob custódia, mas que lhe desse certa liberdade e permitisse que os seus amigos o servissem. Vários dias depois, Félix veio com Drusila sua mulher, que era judia, mandou chamar Paulo e o ouviu falar sobre a fé em Cristo Jesus. Quando Paulo se pôs a discorrer acerca da justiça, do domínio próprio e do juízo vindouro, Félix teve medo e disse: "Basta, por enquanto! Pode sair. Quando achar conveniente, mandarei chamá-lo de novo". Ao mesmo tempo esperava que Paulo lhe oferecesse algum dinheiro, pelo que mandava buscá-lo freqüentemente e conversava com ele. Passados dois anos, Félix foi sucedido por Pórcio Festo; todavia, porque desejava manter a simpatia dos judeus, Félix deixou Paulo na prisão. Atos 24: 22 a 27

O mundo é conhecedor do Caminho, o evangelho tem esse poder “devastador” para o bem, daí ocorrem as perseguições, as acusações, por aqueles que detém o espírito do erro, mesmo assim, a verdade não pode ser sufocada. Félix conhecia o caminho, poderia ter se rendido a ele, preferiu manter Paulo sobre custódia. Irmãos aqui está o nosso regozijo, naquela audiência Paulo manteve hasteado o estandarte da verdade, seus acusadores tiveram que se conformar com a sentença, que de certa forma não foi rigorosa, houve por parte de Félix um resquício de bondade, permitindo que Paulo, não ficasse privado da comunhão da igreja.

Aquilo continuou martelando os ouvidos do governador, devemos crer, que dificilmente alguém cederá a verdade, para abandonar a sua própria, que por tantos anos acreditou ser a direção perfeita da sua vida. Novamente Félix chamou Paulo, agora acompanhado de sua mulher, o conteúdo do coração do apóstolo, a verdade que ali foi revelada, incomodou ainda mais o seu ouvido impenitente.

Quando Paulo se pôs a discorrer acerca da justiça, do domínio próprio e do juízo vindouro, Félix teve medo e disse:

"Basta, por enquanto! Pode sair. Quando achar conveniente, mandarei chamá-lo de novo"

Você é forte irmão (ã), sabe cumprir a vontade de Deus, o juízo vindouro não incomoda tua alma, pois ela tem base na justiça. Deus fará por ti algo muitíssimo especial...

Félix não suportou a verdade, as poderosas palavras do Espírito, provocaram tremor nos joelhos, agora ele sabia qual o motivo das acusações dos líderes judeus, que era tão somente impedir a propagação da verdade.

Domínio próprio amados, quem é dominado por Cristo, não dedica sua vida ao domínio do mundo. Félix dispensou novamente Paulo..."Quando achar conveniente, mandarei chamá-lo de novo".

As conversas se tornaram frequentes, o servo de Deus não cedeu em nenhum momento, não vendeu sua alma, oferecendo dinheiro pela sua liberdade, embora o governador tivesse ambicionado por isso. Dois anos se passaram, outro governador assumiu, Pórcio Festo, nada disso alterou a opinião de Paulo, os judeus queriam sua cabeça, incluindo os mais notáveis, os principais sacerdotes, a corrupção estava toda contra ele, que continuava sustentando a verdade de Deus.

Glória!! Sustente a verdade! Não tema!! Paulo não se recusava a morrer, se alguma coisa fosse confirmada, ele apenas não queria sendo inocente, cair nas mãos dos judeus para ser assassinado, sabia que devia ir Roma, apelou para César e para César ele seria levado.

Nada acharam contra Paulo, absolutamente nada, se não houvesse apelado para César, com certeza seria solto, sua missão no entanto não seria cumprida, ele não teria ido a Roma (Atos 23:11). Aquilo que Deus determina na sua vida amados, nenhum homem pode impedir, tampouco a morte, glória ao Deus Eterno!! Aquilo que você ainda tem que fazer, que está determinado, não pode ser retido, não pode se manter aprisionado, tenha ânimo!Tenha ânimo! Anime-se com a perspectiva da vitória, Paulo sofreu com várias conspirações, ameaças de morte, foi amaldiçoado outras tantas vezes, por amor ao Nome de Cristo, todavia, ele jamais deixou de confiar em Deus.

E o Senhor me livrará de toda a má obra, e guardar-me-á para o seu reino celestial; a quem seja glória para todo o sempre. Amém. “ 2 Tim. 4:18

Deus esteja
contigo.

Admin
Admin

Mensagens : 2941
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum