AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Graça, o que é graça?

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Graça, o que é graça?

Mensagem por Admin em Qua Out 24, 2012 5:57 pm







Nascemos, vivemos, somos “Nicodemus”.

O Mestre da lei perguntou a Jesus: “ Como pode um homem nascer, sendo velho? pode, porventura, entrar novamente no ventre de sua mãe e nascer? “ João 3:4

Mal sabia ele naquele momento, que o ventre que gerou Jesus, gerou também uma nova criatura, um novo homem.

Já ouvi dizer que alguns nascem na graça, como? Nascemos envolvidos com a religião, não com graça, ela vem depois...

A graça superabundou, no coração da resistência cristã, antes dela, ensinar os filhos era um desafio aos pais, não importasse se judeu ou gentio, para o primeiro a negação, para o segundo a falta de conhecimento, e hoje? No momento em que nascem os filhos, nosso filhos, os filhos de alguém, ele já nasce na superabundância da graça, isso independe das escolhas religiosas, o amor de Deus já foi derramado. Alguns ensinam os filhos de acordo suas tradições, as tradições da sua religião, são moldados segundo escolhas dos pais, até que tenham coragem de abandoná-las ou segui-las.

Jesus disse ao mundo: “ Em verdade vos digo que vós que me seguistes, quando na Regeneração o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, sentar-vos-eis também em doze tronos, para julgardes as doze tribos de Israel. Todo o que tem deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou terras por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais, e herdará a vida eterna. Porém muitos que são primeiros, serão os últimos; e muitos que são últimos, serão os primeiros.” Mateus 19:28 a 30

A graça foi um segredo revelado aos pequeninos, nós “Nicodemus” soubemos o real significado de nascer da água e do Espírito, sem qualquer interferência pela tradição. Tudo começou pelo novo caminho revelado, aberto através do véu rasgado, da carne de Jesus, no exato momento em que ele se tornou, sumo sacerdote eterno sobre a casa de Deus, aceitando a todos de corações sinceros, não só purificando a má consciência, como lavando os corpos com água limpa (Hebreus 10:22).

A religião imprime suas normas religiosas, são esses argumentos que são repassados aos filhos, não que isso indique um procedimento errôneo, o problema é como ele é difundido na mente das crianças. A pressão não funciona nem mesmo na vida profissional, nos pais que insistem em interferir nas escolhas dos filhos, para que eles optem por determinadas carreiras, não é diferente quanto a escolha da carreira espiritual, dizem os psicólogos que é permitido orientar sem obrigar. Quando obrigo não é por graça, graça é graça, nunca foi baseada na estupidez, não é pela pressão, imposição do ego alheio, Jesus se manifestou ao mundo numa manjedoura, o menino cresceu fortificado, foi repleto de sabedoria, “... a graça de Deus estava sobre ele. “ (Lucas 2:40).

O primeiro contato do menino Jesus, com os doutores da lei, foi com apenas 12 anos, ouvia e interrogava, era admirado.

...todos os que o ouviam, muito se admiravam da sua inteligência e das suas respostas. “ (Lucas 2:47).

Sua mãe começou a guardar todas essas coisas no coração, o menino estava bem encaminhado cuidado dos negócios do Pai. Não existe pai que não se preocupe, qualquer coisa que ultrapasse a preocupação, compromete a ação da graça de Deus. Nem todos persistirão na religião em que nasceu, mudanças sempre vão ocorrer, devemos estar preparados para “perder” os filhos, para Deus ganhar seus corações, vide o caso de Nicodemus, chegará um dia em que a graça se manifestará definitivamente para muitos, o curso do mundo será interrompido, provando aos pais, que não é pela pressão, mas pelo ensino do melhor caminho, isso vem da parte de Deus, como descreveria o apóstolo Paulo, a vida foi dada a todos, quando ainda a humanidade estava morta pelos pecados, outrora cometidos noutros tempos, quando os espíritos andavam conforme o curso deste mundo, segundo o chefe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência; todos caminhavam sob influência das cobiças da própria carne, fazendo as vontades da carne e dos pensamentos, legítimos filhos da ira.

Então numa estratégia divinal, uma semente incorruptível viaja da imensidão do trono do Pai, diretamente para o ventre de Maria, dando o universo a conhecer a riqueza da misericórdia de Deus:

...a grande caridade com que nos amou, mesmo quando estávamos mortos pelos nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus, para mostrar nos séculos futuros a suprema riqueza da sua graça em bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois pela graça é que sois salvos mediante a fé; e isto não vem de vós, é o dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas.” Efésio 2:1 a 10

Se alguém está em Cristo, nova criatura é, o velho se fez novo, é graça, são palavras do mesmo apóstolo. Jesus veio para os seus, para quem o recebeu, foi concedido o direito de ser chamado filho de Deus, pertencente a família de Deus, percebemos que não é pela força, é um ato de misericórdia, incrivelmente os séculos se passaram, a riqueza da graça chegou aos nosso dias atuais, aos corações dos cristão, das mais variadas religiões, aos filhos, aos nossos filhos que nasceram, que vão nascer, para que eles participem das boas obras, preparadas para serem executadas pelos que acreditam, naquele menino que com doze anos, já testemunhava humildemente sobre o Pai, causando admiração e comoção, até que viesse a ser traído.

O dom de Deus não é a escolha individual, é justiça para o corpo de Cristo, quando ele põe Jesus sobre a cabeça da igreja, é com objetivo de que todos que pertençam a esse corpo, transformem sua má consciência, em pensamentos frutuosos, que dignifiquem o nosso chamado a carreira espiritual.

Por isso, irmãos, ponde cada vez maior cuidado em fazer firme a vossa vocação e eleição; porque fazendo isto, não tropeçareis jamais. “ 2 Pedro 1:10

Predestinação até um tropeço?? Judas foi chamado e traiu, Paulo perseguiu e foi convertido, Pedro negou e achou perdão, certa feita escreveu Paulo a Tito:


Pois nós também éramos outrora insensatos, desobedientes, desviados, escravos de várias cobiças e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos e aborrecendo-nos uns aos outros. Mas quando apareceu a bondade de Deus nosso Salvador e o seu amor para com os homens, não por obras de justiça que nós fizemos, mas segundo a sua misericórdia nos salvou, pelo lavatório da regeneração e renovação do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós abundantemente por Jesus Cristo nosso Salvador, a fim de que, justificados pela sua graça, fôssemos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna. “ Tito 3:3 a 7

Isso é graça, também para aqueles, que nunca andaram segundo o curso do mundo, que não tinham seus corações tão purificados assim, ao nível de reconhecer a bondade de Deus, sendo bondosos com o seu próximo, com suas famílias, enfim...

O amor de Deus para com os homens, não vem pelas obras de justiça, somente depois que a misericórdia nos salva, é que então temos acesso as verdadeiras obras de justiça, enquanto isso permanecemos nos enganando.

A misericórdia nos salvou, devemos por ela tentar salvar o próximo, logicamente a regeneração a renovação vem através do Espírito Santo derramado, para honrar a justificativa da graça. Devemos gratuitamente conceder o “ingresso” a graça, a todos que pedirem a razão da nossa esperança, inclusive a nossa semente, falando dos nossos filhos.

Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo,por quem igualmente temos obtido nossa entrada pela fé a esta graça na qual estamos firmes; e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus. “ Romanos 5:1 a 2

Até mesmos os profetas investigaram, meditaram, acerca da graça que ao mundo foi destinada, essa revelação ocorreu através do apóstolo Pedro:

Eles investigaram a época e as circunstâncias indicadas pelo Espírito de Cristo, que neles estava e que profetizava os sofrimentos do mesmo Cristo e as glórias que os deviam seguir. Foi-lhes revelado que propunham não para si mesmos, senão para vós, estas revelações que agora vos têm sido anunciadas por aqueles que vos pregaram o Evangelho da parte do Espírito Santo enviado do céu. Revelações estas, que os próprios anjos desejam contemplar. Cingi, portanto, os rins do vosso espírito, sede sóbrios e colocai toda vossa esperança na graça que vos será dada no dia em que Jesus Cristo aparecer. “1 Pedro 1:11 a 13

Verdadeiramente em Cristo nascemos na graça!!

Somente ela já basta...

Eldier


Admin
Admin

Mensagens : 3103
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Graça, o que é graça?

Mensagem por CarlosB em Sex Nov 30, 2012 8:42 pm

Graça é o contrário das obras.

Romanos 11:6 - Mas se é por graça, já não é pelas obras; de outra maneira, a graça já não é graça. Se, porém, é pelas obras, já não é mais graça; de outra maneira a obra já não é obra.

È esta a oferta de Cristo, salvos independentemente das nossas obras, por isso a salvação é garantida para sempre.
avatar
CarlosB
Membro

Mensagens : 128
Data de inscrição : 25/11/2012
Idade : 47

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Graça, o que é graça?

Mensagem por Eldier Khristos em Sab Dez 01, 2012 12:59 pm



Acredito que alguém possa perder a salvação, não conforme declara a religião, mas quando não submete-se a justiça de Deus.

"Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas, justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que crêem. Não há distinção, pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. " Romanos 3:21-24

Paulo com humildade orientava as igrejas:

"Quero conhecer a Cristo, ao poder da sua ressurreição e à participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte para, de alguma forma, alcançar a ressurreição dentre os mortos. Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado, mas prossigo para alcançá-lo, pois para isso também fui alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus. " Filipenses 3:10-14

Ele não afirmou que a salvação estava garantida para sempre, falando individualmente dele, ele afirmou que prosseguia adorando em verdade, avançando, nunca portanto infrutuoso, inerte quanto ao exercício da fé.

"Quem semeia na carne, da carne colherá a corrupção; quem semeia no Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. Não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo colheremos, se não relaxarmos." Gálatas 6:8-9






Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Graça, o que é graça?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum