AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus: Gálatas 4

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus: Gálatas 4

Mensagem por Admin em Dom Nov 11, 2012 1:52 pm



Gálatas Capítulo 4

Mas digo que o herdeiro, enquanto menino, em nada difere de um escravo, embora seja senhor de tudo; mas está debaixo de tutores e curadores, até o tempo designado por seu pai. Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos guardados em escravidão debaixo dos rudimentos do mundo; mas quando veio o cumprimento do tempo, enviou Deus a seu Filho, nascido de mulher, nascido debaixo da Lei, a fim de resgatar os que estavam debaixo da Lei, para que recebêssemos a adoção de filhos. Porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, pai. Assim não és mais escravo, porém filho: mas se filho, também herdeiro por Deus. Gálatas 4:1 a 7

Um escravo recebe ordens, está subordinado a escravidão, a ásperas palavras do seu senhor terreno. Em todo o tempo, poucos são os casos de benevolência, o escravo sofre em silêncio, lágrimas são o mais próximo que ele encontra de uma amizade. Seremos francos, alguns senhores, usam de misericórdia, mesmo assim, poucos são os que concedem liberdade aos seus escravos. Nós não somos escravos, espiritualmente um dia fomos, o apóstolo diz ainda, que quando nascemos, estamos sujeitos a herança do pai, mesmo ela não sendo matéria, compara um menino a um escravo, pois também o menino está sujeito a pessoas que dominam sobre dele, nossos filhos as vezes ficam na escola um dia inteiro, ficam a mercê de pessoas contratadas para o zelo dos pequeninos, até um tempo em que sejam suficientes para caminharem sozinhos.

Sem a graça de Deus, estávamos debaixo da escravidão da carne, dos rudimentos do mundo, coisas que depois de Adão, somente degradaram toda obra formadora do mundo. Da criação o homem é o ser mais intransigente, rebelado, cruel que se tem notícia. O uso do corpo para coisas pecaminosas, não para obras de justiça, é o que mais provocou a ira de Deus. Pois bem irmão amados, pelo Cristo enviado cumpre-se o tempo do pecado, o resgate pago ao mundo, pelo preço de preciosas almas, foi o sangue de um justo, concebido do Espírito, nascido da carne, debaixo de lei, que resgatou a todos, também aqueles que não eram considerados como povo.

O emissário do Senhor desceu do terceiro céu...

O Espírito de Cristo clama por você dileto!!! Clama com gemidos inexprimíveis, enquanto Deus vai investigando os corações, presenteando a alma dos justos, dos herdeiros que antes estavam sem Deus no mundo.

Glória ao bondoso Deus!!


Porém naquele tempo não conhecendo a Deus, vos fizestes escravos dos que por natureza não são deuses; mas agora conhecendo a Deus, ou antes sendo conhecidos por Deus, como estais voltando outra vez aos rudimentos fracos e pobres, aos quais vos quereis ainda de novo escravizar? Guardais dias e meses e tempos e anos. Temo-me de vós não tenha eu trabalhado para vós em vão. Rogo-vos, irmãos, que vos torneis como eu, porque eu também me tenho tornado como vós. Nenhum mal me fizestes;mas vós sabeis que por causa duma enfermidade da carne vos preguei o Evangelho a primeira vez, e aquilo que era para vós uma tentação em minha carne, não o desprezastes nem o repelistes, mas me recebestes como anjo de Deus, até como Cristo Jesus. Gálatas 4:8 a 14

Alguns nasceram num lar cristão, é comum tal expressão, Paulo argumenta com a igreja, que houve o tempo de desconhecer a Deus, ali havia muitos, que dedicaram suas vidas a outros deuses, quando então a luz brilhou em seus corações, sobrevieram os lampejos de liberdade, por um momento lutaram contra os poderes das trevas, revestidos da armadura de Deus, não ficaram firmes como deveriam, enfraquecidos seus corações, começaram a retornar aos rudimentos fracos e pobres. Diletos, a armadura está envelhecida, existe apenas resquícios do poder, que outrora agia sobre você, Paulo temeu que estivesse trabalhado em vão, não deixe que o sangue do Senhor, também tenha trabalhado em vão na purificação do seu corpo, resista ao mal, ele fugirá de vós. O Espírito Santo rogou, o apóstolo clamou, sigam os exemplos das pisadas de Cristo, Paulo também sofreu, ele sabia o que estava se passando com a igreja, seus joelhos se mantiveram prostrados em busca da reconciliação.

É nesse momento do abrir dos olhos da incredulidade, que o amor manifesta entre os que pertencem ao corpo. Através de um mal ocorrido ao apóstolo, a porta se abriu para o evangelho, a tentação se transformou em regozijo, ele não foi abandonado, mas recebido como anjo, como sendo Cristo, tamanha era a necessidade das almas, em serem curadas pela palavra. Irmãos (ãs), essa palavra, esse evangelho, não deve ser desconsiderado, pela rotina dos nossos dias, como se Cristo não fosse voltar.

A palavra de Deus permanece, por um momento a igreja se esqueceu de Paulo, do Salvador, pela eficácia do Espírito Santo, o apóstolo procura retornar a todos, para o caminho da verdade, como dizendo, “lembrem-se irmãos, pelo que vós estão combatendo”, nós também devemos lembrar, é pela graça que resistimos, é pela graça que somos declarados vencedores, até mesmo por uma enfermidade, existe a abertura de uma porta, o mundo estava enfermo, Cristo foi a porta colocada, o que levou sobre si nossas enfermidades, para que houvesse uma abertura que levasse aos céus.

Vindo, evangelizou paz a vós que estáveis longe e paz aos que estavam perto; pois por ele temos ambos a nossa entrada ao Pai em um Espírito. “ Efésios 2:17 e 18

No temor irmãos, declare a sua necessidade, declare a sua intenção, o seu desejo, o Espírito é o elo de ligação ao céu, transmitindo cada uma das nossas vontades, sempre buscando interceder de modo íntegro, para garantir a todos, uma concessão na medida da fé, coisas que realmente vão produzir efeito positivo. Nem sempre todas as nossas vontades, são de fato uma realidade de efeito benéfico, certas vontades estão relacionadas ao sofrimento, ao momento em que não refletimos da maneira ideal, por isso o Espírito intercede, consolando, concedendo muito além do que imaginamos, aquilo que realmente é indispensável.

Recordem as primícias, as provas, os sofrimentos, as lágrimas, a verdade, não estejais distraídos, sejam satisfeitos por terem resistido ao mal. O amor incorruptível, que não se pode remover, encontra-se dentro de ti, ainda que adormecido.

A máxima do amor de Deus para com sua alma, a nossa alma, é que o Espírito Santo confirma ao nosso espírito, que realmente somos filhos de Deus.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. “ Romanos 8:28

Glória!!

Paulo continua sua explanação:

Onde está, então, aquela vossa satisfação? Pois vos dou testemunho de que, se possível fora, teríeis arrancado os vossos olhos e mos teríeis dado. Tenho-me, pois, tornado vosso inimigo, porque vos disse a verdade? Eles vos procuram zelosamente não com bons motivos, mas querem vos excluir, para que zelosamente os procureis a eles. No que é bom, é bom serdes sempre procurados, e não só quando estou presente convosco, filhinhos meus, por quem de novo sinto as dores de parto até que Cristo seja formado em vós; quem me dera estar presente convosco agora e mudar de tom; porque estou perplexo acerca de vós. Gálatas 4:15 a 20

O amor era tão intenso, que se possível, a igreja daria os próprios olhos a Paulo, porém, com o passar dos anos, ele julgou que o tivessem como inimigo.

Onde está, então, aquela vossa satisfação?

As palavras molhavam os pergaminhos, deduzimos que Paulo chorava, diante da situação do corpo, jamais ele se privou de falar a verdade. Dizer a verdade não significa sermos inimigos da religião, nem sempre teremos a companhia de alguém, para defender o que é certo, os judaizantes procuravam as novas criaturas, não para defender o que era certo, apenas para sustentar aquilo que um dia, poderia ter sido o correto, o apóstolo não achou ruim essa procura, se Cristo realmente estivesse formado dentro deles, saberiam se desvencilhar do que não era correto.

“...filhinhos meus, por quem de novo sinto as dores de parto até que Cristo seja formado em vós; quem me dera estar presente convosco agora e mudar de tom; porque estou perplexo acerca de vós. “

A perplexidade nos escritos de Paulo, é exatamente o desejo, que muitos abandonem as coisas de meninos, não quando a questão é a malícia, sim, quando a questão é no discernimento. Em Cristo devemos crescer, para que as influências parem de nos atormentar, fomos meninos, não mais.

"Todo o que usa de leite é inexperiente na palavra da justiça, pois é criança; mas o mantimento sólido é para os adultos, para aqueles que têm pela prática as suas faculdades exercitadas para discernirem tanto o bem como o mal. "Hebreus 5:13-14

Quão difícil era para Paulo, o cuidado com todas as igrejas, o zelo como zelo de Deus, para que não fossem desviados da verdade. Mudar o tom da conversa, se pudesse, se estivesse junto, diante dos acontecimentos, era esse o intento de Paulo. Mude sua vida irmão, leia essas palavras com carinho, as dores da incredulidade, faziam doer o coração do apóstolo, como pai no evangelho, ele desejava a melhor educação para a igreja, ainda mais ele, outrora perseguidor, agora padecia a cada instante em que a igreja se afastava de Deus.


Dizei-me vós os que quereis estar debaixo da Lei, não ouvis a Lei? Pois está escrito que Abraão teve dois filhos, um da mulher escrava e o outro da livre. Mas o da escrava nasceu segundo a carne, porém o da livre por meio da promessa. As quais coisas são uma alegoria: pois estas mulheres são duas alianças, uma, na verdade, do monte Sinai, que dá à luz filhos para a escravidão, e que é Agar. Ora esta Agar é o monte Sinai na Arábia, e corresponde a Jerusalém atual, pois está em escravidão com seus filhos. Mas a Jerusalém que é lá de cima, é livre, a qual é nossa mãe, pois está escrito: Regozija-te, ó estéril, que não dás à luz, Esforça-te e clama, tu que não estás de parto; Porque mais são os filhos da desolada, que os daquela que tem marido. Gálatas 4:21 a 27

Desolados até nascermos da água e do Espírito.

Promessa!!!!

A explicação é maravilhosa, definida pelas palavras do próprio Cristo: “O que é nascido da carne, é carne; e o que é nascido do Espírito, é espírito. “ João 3:6

Não estamos mais sujeitos a carne, somos livres no espírito, somos parte da descendência de Abraão, justamente pela redenção de Jesus Cristo.

Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos...” 1 Pedro 1:3

Não somos mais escravos, nem meninos, somos herdeiros concebidos, aguardando a cidade cujo arquiteto e edificador é Deus. Livres diletos!! Em Cristo está a liberdade, para toda a sua vida.


Vós, irmãos, sois, como Isaque, filhos da promessa. Mas como então o que nasceu segundo a carne, perseguia ao que nasceu segundo o Espírito, assim também é agora. Que diz, porém, a Escritura? Lança fora a escrava e a seu filho, porque o filho da escrava não será herdeiro com o filho da livre. Por isso irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre. Gálatas 4:28 a 31

O apóstolo deseja resgatar o temor, igualando a todos os irmãos, ao filho de Abraão. Os filhos do Espírito, são perseguidos diariamente, não te assombres irmão (ã).

Isto é, não são filhos de Deus os filhos da carne, mas os filhos da promessa são considerados como descendência. “ Romanos 9:8

Perto está você de Deus, todos nós, que através do mesmo Espírito, temos o direito de clamar a Deus, somos considerados filhos da promessa, paz e vida a todos que acreditam.

Vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia. “I Pedro 2:10

Livres, influenciados pelo Espírito, conforme o desejo do Senhor, das lutas constantes dos apóstolos, sendo Paulo um dos mais fiéis combatentes da fé. Todos nós somos ansiosos para recebermos, conforme os nossos desejos, saiba que antes de qualquer um deles, vem o cuidado pelo corpo, o zelo pela igreja, da consciência que serve ao Senhor, se tudo isso formar uma sintonia, não será necessário ser novamente tomado pela mão, deixaremos as vontades de menino, os sofrimentos da escravidão.

"Porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, pai. "

O Espírito do Filho de Deus clama por ti, irmão (ã).

No dicionário de Deus, liberdade é sinônimo de vitória. Glória!!

Deus esteja
contigo.

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum