AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/online: Isaías 56

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/online: Isaías 56

Mensagem por Admin em Dom Nov 18, 2012 6:17 pm




Isaías - Capítulo 56



Assim diz o Senhor: "Mantenham a justiça e pratiquem o que é direito, pois a minha salvação está perto, e logo será revelada a minha retidão. Feliz aquele que age assim, o homem que nisso permanece firme, observando o sábado, para não profaná-lo, e vigiando sua mão, para não cometer nenhum mal". Que nenhum estrangeiro que se disponha a unir-se ao Senhor venha a dizer: "É certo que o Senhor me excluirá do seu povo". E que nenhum eunuco se queixe: "Não passo de uma árvore seca". Pois assim diz o Senhor: "Aos eunucos que guardarem os meus sábados, que escolherem o que me agrada e se apegarem à minha aliança, a eles darei, dentro de meu templo e dos seus muros, um memorial e um nome melhor do que filhos e filhas, um nome eterno, que não será eliminado. E os estrangeiros que se unirem ao Senhor para servi-lo, para amarem o nome do Senhor e para prestar-lhe culto, todos os que guardarem o sábado sem profaná-lo, e que se apegarem à minha aliança, esses eu trarei ao meu santo monte e lhes darei alegria em minha casa de oração. Seus holocaustos e seus sacrifícios serão aceitos em meu altar; pois a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos". Palavra do Soberano Senhor, daquele que reúne os exilados de Israel: "Reunirei ainda outros àqueles que já foram reunidos". Isaías 56:1 a 8

Há 2700 anos atrás um homem de lábios impuros, até que uma brasa o purificasse, anunciou a palavra ao reino de Judá, a cidade de Jerusalém. Com um leve toque nos lábios, a culpa foi removida, o pecado foi perdoado, representando a justiça do Senhor. Estado de homem leve, jugo suave, fardo leve, força poderosa e atuante, eficácia celestial, do Deus que transforma os corações, corações tomados a força, retomados pelo Espírito. O cativeiro feriu os corações, Isaías vem proclamar o jugo suave, o Espírito de Cristo estava nele, ele pressentiu a liberdade futura, não que todos enxergassem do mesmo modo, alguns viam apenas a liberdade momentânea. Diletos irmãos, entre o peso dos sofrimentos, da balança que parece pender para a derrota, está a leveza da graça, que será o diferencial na balança, se existe algo que deva ser favorável, sempre será do lado da justiça, o Espírito Santo é o equilíbrio do cristão, que jamais é influenciado pela matéria (carne). A balança do Senhor, não é como a balança dos homens, que em suma transparece símbolo de justiça, o Senhor pesará a obra de cada um, tendo como padrão a suavidade do jugo do Filho, o fardo leve concedido pela cruz. Mantenham a justiça, pratiquem o que é direito, ninguém está longe da salvação, da benção, da paz, desde que firmados na verdade, verdade que nos firmará diante dos ventos de doutrinas estranhas, impedindo que sejamos arrancados do caminho da retidão. Israel transgrediu, foi punido pela transgressão, mas a ira do Senhor não durou para sempre, confirmando o que disse Davi:

Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida. “ (Salmos 30:5).

O favor do Senhor dura eternamente, você está necessitando do Senhor, o resultado das insatisfações diárias, nos afastam da esperança, mas isso não dura para sempre, a única coisa que permanece em nossa vida é a palavra de Deus. Observar o sábado, era honrar o descanso do Senhor, pela grande obra de criação, o sétimo dia se tornou santificado, como honra ao arquiteto celestial, enquanto a palavra, o verbo eterno ainda permanecia no seu seio. Feliz para o povo, seria dar valor ao santificado por Deus, observar pela obediência, não profanar por temor, os vigilantes certamente não cometeriam o mal. Irmão (ã), o cidadão candidato a entrar no céu, deve vigiar em todo o tempo, 2700 anos se passaram depois do conselho de Isaías, não guardar o sábado, não significa que não devamos permanecer santificados, observando os mandamentos de Cristo, Israel profanou o sábado, Deus manteve sua fidelidade, foi a criação que se rebelou contra ele.


Para todos que estão unidos ao Senhor, não existe qualquer diferença, Deus não concede mais para alguns, menos para outros. Não somos eunucos, nem estrangeiros, mas fomos unidos ao corpo do Senhor, estamos apegados a uma doutrina, que nos levará ao reino de Deus, concederá um nome eterno, cuja lembrança das coisas passadas não haverá. O Senhor prometeu ao povo, estendeu sua misericórdia naquele tempo, todo aquele que amasse ao seu nome, teria a redenção da sua alma, para os exilados isso significava muito, palavra do soberano, soberano das almas. Nós também éramos estrangeiros, agora prestamos culto ao Senhor, rei imortal, religiões edificam suas casas de orações, para reunirem o corpo do Senhor, justificados pelo sangue. De certo modo, enquanto não conhecíamos a voz da verdade, do pastor, andávamos como Israel exilados no mundo, hoje o maior sacrifício para o povo do Senhor, é crucificar a carne opositora do Espírito, honrar a declaração da verdade, que resume os mandamentos do Senhor no ato de amar.

Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a lei. Pois estes mandamentos: "Não adulterarás", "não matarás", "não furtarás", "não cobiçarás", e qualquer outro mandamento, todos se resumem neste preceito: "Ame o seu próximo como a si mesmo". O amor não pratica o mal contra o próximo. Portanto, o amor é o cumprimento da lei. “ Romanos 13:8 a 10

Queridos, também o sábado está incluindo nesta lista, “se existe qualquer outro mandamento”, tudo se resume em amar o próximo. Quando amamos não temos tempo para críticas, respeitamos a todos, cumprimos a lei divina na íntegra. Os dez mandamentos, são dez versículos de amor, que fazem bem a todo o cristão, que fazem bem ao próximo, que preservam o estado legítimo da integridade, não apenas a aparência indica que somos verdadeiramente cristãos, são os aperfeiçoamentos diários, que nos levam a uma condição de fidelidade com a palavra.

Hoje essa mesma palavra, não vem escrita em tábuas de pedra, mas nas tábuas do nosso coração (1 Cor. 3:3).


As palavras de Isaías se direcionam então para os não íntegros:

Venham todos vocês, animais do campo; todos vocês, animais da floresta, venham comer! As sentinelas de Israel estão cegas e não têm conhecimento; todas elas são como cães mudos, incapazes de latir. Deitam-se e sonham; só querem dormir. São cães devoradores, insaciáveis. São pastores sem entendimento; todos seguem seu próprio caminho, cada um procura vantagem própria. "Venham", cada um grita, "tragam-me vinho! Bebamos nossa dose de bebida fermentada, que amanhã será como hoje, e até muito melhor! " Isaías 56: 9 a 12

O profeta produz uma convocação "animal".

Não existe vigilância para alma distraída, absorta pelo mal, que desconhece a misericórdia do Senhor, a comparação de Isaías é primorosa: “...todas elas são como cães mudos incapazes de latir.

Não deixe que a incoerência domine sobre vosso coração, levantem a vós irmãos (ãs), não emudeçam para a descrença, a voz do Senhor muda os planos da nossa vida. Quando Isaías convoca os animais, deixa claro que eles não encontrarão dificuldades, é grande a falta de segurança. Semelhante é o coração com falta de vigilância, os homens adormecidos pelo pecado, que não conseguem acordar para a verdade. Israel foi dominada por outras nações, porque também seus sacerdotes/pastores, já não conseguiam fazer expiação pelo pecado.

Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre. “ Hebreus 7:28

Maus líderes devoram as almas, aqueles que seguem o seu próprio caminho, procura agradar o ventre da religião.

E rogo-vos, irmãos, que noteis os que promovem dissensões e escândalos contra a doutrina que aprendestes; desviai-vos deles. Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e com suaves palavras e lisonjas enganam os corações dos simples. “ Romanos 16:17 a 18

Diletos, o amanhã sem Cristo, é semelhante um corpo sem espírito, como disse Tiago, também a fé sem obras é morta. Na perfeição de Cristo, está o seu consolo, Isaías pregou a justiça, que o povo praticasse o que é direito, pois a salvação estava perto dos retos, dos íntegros de coração.

Mantenham a justiça e pratiquem o que é direito, pois a minha salvação está perto, e logo será revelada a minha retidão.

A palavra do Senhor conforta aquele que se conforma, não seja dominado pelos anseios da carne, Deus é aquele que veste os lírios do campo, Deus é aquele que disciplina o que ama, que castiga o que aceita como Filho. Glória!!! Deus não mandará você para um terra estranha, a mercê de povos ímpios, como fez com Israel, o maior castigo de um cristão, de um crente em Jesus, é a ausência do guia da verdade, o Espírito Santo.

Jesus um dia perguntou a multidão:

Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida? “ Mateus 6:27

Você não pode irmão (ã) fazer nada, além de proceder corretamente, agora Deus pode acrescentar a vida, e fazer tantas outras coisas em seu destino.

Àquele que, pela virtude que opera em nós, pode fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou entendemos, a ele seja dada glória na Igreja, e em Cristo Jesus, por todas as gerações de eternidade. Amém. “ Efésios 3: 20 e 21


Deus esteja com todos.

Admin
Admin

Mensagens : 2941
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum