AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: Daniel 9

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: Daniel 9

Mensagem por Admin em Dom Dez 16, 2012 8:57 pm




Daniel Capítulo 9


Dario, filho de Xerxes, de origem meda, foi constituído governante do reino babilônio. No primeiro ano do seu reinado, eu, Daniel, compreendi pelas Escrituras, conforme a palavra do Senhor dada ao profeta Jeremias, que a desolação de Jerusalém iria durar setenta anos. Por isso me voltei para o Senhor Deus com orações e súplicas, em jejum, em pano de saco e coberto de cinza. Orei ao Senhor, ao meu Deus, e confessei: "Ó Senhor, Deus grande e temível, que mantém a sua aliança de amor com todos aqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos, nós temos pecado e somos culpados. Temos sido ímpios e rebeldes, e nos afastamos dos teus mandamentos e das tuas leis. Não demos ouvido aos teus servos, os profetas, que falaram em teu nome aos nossos reis, aos nossos líderes e aos nossos antepassados, e a todo o povo desta terra. Daniel 9:1 a 6

Compreender as Escrituras, é o caminho, a verdade, a vida. Compreender a vontade do Senhor, pela palavra dada a todos os profetas e apóstolos, é chegar a medida da estatura da plenitude de Cristo. Não existe desvio para o justo, a palavra é despertamento, lembrança, alento, promessa, como diria Pedro em sua segunda carta à igreja:

“ Esta é já, amados, a segunda carta que vos escrevo; em ambas as quais desperto com recordações o vosso ânimo sincero, para que vos lembreis das palavras que dantes foram ditas pelos santos profetas, e do mandamento que o Senhor e Salvador vos deu pelos vossos apóstolos...” 2 Pedro 3: 1 e 2

Daniel entendeu o que dizia Jeremias, o Espírito de Cristo estava neles, anunciando os sofrimentos e as glórias que seguiriam os sofrimentos, como também esclareceria Pedro pelo mesmo Espírito:

“A eles foi revelado que estavam ministrando, não para si próprios, mas para vocês, quando falaram das coisas que agora lhes foram anunciadas por meio daqueles que lhes pregaram o evangelho pelo Espírito Santo enviado do céu; coisas que até os anjos anseiam observar. Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para a ação; sejam sóbrios e coloquem toda a esperança na graça que lhes será dada quando Jesus Cristo for revelado. “ 1 Pedro 1:12 a 13

Esperança!! Pedro falou aos eleitos sobre esperança, a palavra do Senhor sempre foi, sempre será precisa, o Espírito escreveu com autoridade, que persistirá até o fim dos tempos, coisas que não se podem apagar, presente e futuro estão determinados na vida da igreja. Setenta anos durou o exílio babilônico, Daniel leu a palavra, viu a verdade dos fatos, os motivos da derrota, o Espírito moveu seu espírito, orou intensamente, suplicou, jejuou coberto de cinza, demonstrando toda a reverência devida a um Deus supremo. Daniel orou, seu coração confessou o oculto, a verdade estava junto dele, o caminho para a esperança da vida eterna.

"Ó Senhor, Deus grande e temível, que mantém a sua aliança de amor com todos aqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos, nós temos pecado e somos culpados. Temos sido ímpios e rebeldes, e nos afastamos dos teus mandamentos e das tuas leis. Não demos ouvido aos teus servos, os profetas, que falaram em teu nome aos nossos reis, aos nossos líderes e aos nossos antepassados, e a todo o povo desta terra."

Israel estava afastado do Senhor, no seu coração diminuíram a grandeza do Senhor, não temeram aquele que concede tanto a vida como a morte. Afastados do mandamento, mancharam o nome do Senhor entre os povos da terra, não deram ouvido as profecias, desprestigiaram os profetas que falavam em nome do Senhor. Daniel intercede com sabedoria ao Deus de amor, que defende aquele que ama, também obedece aos seus mandamentos. Amados, irmãos que buscam o consolo, Jesus estava junto de Daniel, revelando a sua própria morte, a redenção definitiva dos cristãos, a transformação do corpo abatido em corpo glorioso. Nós teimamos em dizer que somos provados, não lembramos que o Senhor provou ao mundo seu amor.

“...mas Deus prova o seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, morreu Cristo por nós. “ Romanos 5:8

Jesus não necessita morrer mais vezes, simplesmente para Deus provar que te ama, uma única vez é suficiente para lembrarmos, que determinados sofrimentos são necessários, pois mediante a fé estamos guardados na virtude do Senhor para salvação. A época da graça manifesta o fim do cativeiro, da impiedade, da rebeldia carnal, é a salvação que chegou a todos os povos. Daniel também faz parte dessa salvação, da graça perfeita, ele anteviu com alegria aquilo que haveria de manifestar a ti irmão (ã):

“ Foi a respeito dessa salvação que os profetas que falaram da graça destinada a vocês investigaram e examinaram...” 1 Pedro 1:10

Bendito seja o Senhor!!


Disse ainda o profeta de Deus:

"Senhor, tu és justo, e hoje estamos envergonhados. Sim, nós, o povo de Judá, de Jerusalém e de todo o Israel, tanto os que estão perto como os que estão distantes, em todas as terras pelas quais nos espalhaste por causa de nossa infidelidade para contigo. Ó Senhor, nós e nossos reis, nossos líderes e nossos antepassados estamos envergonhados por termos pecado contra ti. O Senhor nosso Deus é misericordioso e perdoador, apesar de termos sido rebeldes; não te demos ouvidos, Senhor, nosso Deus, nem obedecemos às leis que nos deste por meio dos teus servos, os profetas. Todo o Israel tem transgredido a tua lei e se desviou, recusando-se a te ouvir. "Por isso as maldições e as pragas escritas na Lei de Moisés, servo de Deus, têm sido derramadas sobre nós, porque temos pecado contra ti. Tu tens cumprido as palavras faladas contra nós e contra os nossos governantes, trazendo-nos grande desgraça. Debaixo de todo o céu jamais se fez algo como o que foi feito a Jerusalém. Daniel 9: 7 a 12

Irmãos, que sublime explicação! Que inefável declaração! Deus é íntegro irmãos.

Diante das inúmeras transgressões, o amor permaneceu...

“O Senhor nosso Deus é misericordioso e perdoador...”

O homem natural não percebe a misericórdia, nem pode perdoar a transgressão, o homem natural peca por omissão, quando deixa de socorrer uma alma. No desejo da redenção, pelo arrependimento, o homem é libertado de seus temores, num exemplo maravilhoso o apóstolo Paulo escreveu a igreja de Corinto:

“ Pois eu temo que, indo ter convosco, não vos ache quais eu vos quero, e que seja achado por vós qual não me quereis, e que haja contendas, ciúmes, iras, facções, difamações, murmurações, inchações, tumultos. Temo que, indo outra vez, meu Deus me humilhe perante vós, e chore eu a muitos dos que antes pecaram e ainda não se arrependeram da impureza, da fornicação e da impudicícia que cometeram.” 2 Cor. 12:20 e 21

Perceba igreja que o movimento vem pelo mesmo Espírito, tanto o profeta quanto o apóstolo, procuram voltar os corações das almas para o caminho, a verdade, a vida. Não dar ouvidos ao Espírito é um perigo para o coração, Daniel diz que todo Israel fez mal, ele faz uma maravilhosa confissão, colocando-se também como transgressor, ele não diz que o povo errou, ele diz “nós” pecamos, por isso foram alcançados pela maldição.

Diletos, se houve um tempo de grande desgraça, ele já não existe mais, o velho homem foi crucificado. Daniel já sentia os efeitos da graça, desejava ele que também o povo, rendesse seu espírito a verdade. A vida com Deus é diferente irmãos, a carne vive abatida, o espírito vive pela glória, Deus terá misericórdia de ti, de todos que o (a) rodeiam. Você pede pela família, tenta interceder, Daniel também intercedeu pelo povo, Deus jamais deixou de escutá-lo, antes em sua boca colocou a verdade que mantinha acessa a graça, a verdade que o diabo não pode apagar. O primogênito de Deus, nascido de uma manjedoura transformou a vida do mundo, então nada impedirá dele transformar a sua vida amado (a) do Senhor.

“ Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor. “ Lucas 2:11

A oração de Daniel continua fervorosa, um registro memorável da devoção de um homem:


Assim como está escrito na Lei de Moisés, toda essa desgraça nos atingiu, e ainda assim não temos buscado o favor do Senhor, do nosso Deus, afastando-nos de nossas maldades e obedecendo à tua verdade. O Senhor não hesitou em trazer desgraça sobre nós, pois o Senhor, o nosso Deus, é justo em tudo o que faz; ainda assim nós não o temos ouvido. Ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo do Egito com mão poderosa e que fizeste para ti um nome que permanece até hoje, nós temos pecado e somos culpados. Agora Senhor, conforme todos os teus feitos justos, afasta de Jerusalém, da tua cidade, do teu santo monte, a tua ira e a tua indignação. Os nossos pecados e as iniqüidades de nossos antepassados fizeram de Jerusalém e do teu povo motivo de zombaria para todos os que nos rodeiam. Ouve, nosso Deus, as orações e as súplicas do teu servo. Por amor de ti, Senhor, olha com bondade para o teu santuário abandonado. Inclina os teus ouvidos, ó Deus, e ouve; abre os teus olhos e vê a desolação da cidade que leva o teu nome. Não te fazemos pedidos por sermos justos, mas por causa da tua grande misericórdia. Senhor, ouve! Senhor, perdoa! Senhor, vê e age! Por amor de ti, meu Deus, não te demores, pois a tua cidade e o teu povo levam o teu nome". Daniel 9: 13 a 19

Fizeram errado, não reconheceram o erro, não buscaram ao Senhor, feliz é aquele que confia no favor do Senhor, foi Jesus que afastou você do mal irmão (ã), ele não deixou que sua alma fosse destruída. O povo de Judá, de Israel, se afastou do temor, da obediência devida ao Rei, aquilo que é celestial não hesita, o mal assolou a nação pois o coração já estava corrompido: “...o nosso Deus, é justo em tudo o que faz; ainda assim nós não o temos ouvido.”

Será que existe possibilidade de Deus não escutar a sua oração?? Os ouvidos do Senhor estavam ligados as palavras do profeta, o próprio Espírito estava esquadrinhando o coração, consentindo com a palavra que diz:

“Do mesmo modo também o Espírito ajuda a nossa fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o Espírito mesmo intercede por nós com gemidos inesprimíveis; e aquele que esquadrinha os corações, sabe qual é a intenção do Espírito, que ele segundo a vontade de Deus intercede pelos santos. Sabemos que aos que amam a Deus, todas as coisas lhes cooperam para o bem, a saber, aos que são chamados segundo o seu propósito. “ Romanos 8:26 a 28

Deus sabia a intenção de Daniel!!

O anjo do Senhor disse a Daniel, que assim que ele começou a orar, uma resposta se formou para elucidar seus desejos. Daniel era amado do Senhor, muitas coisas iriam acontecer, ele não veria a glória que sucederia, falaria dela pela inspiração do Espírito, não alcançaria a promessa, descansaria seu espírito crente na salvação.

Daniel não se esqueceu das obras do Senhor, das obras das suas mãos, obras inesquecíveis:

"Ó Senhor, nosso Deus, que tiraste o teu povo do Egito com mão poderosa e que fizeste para ti um nome que permanece até hoje, nós temos pecado e somos culpados. "

O nome que permanece, é o nome que muda a sua vida irmãos. As palavras do profeta purificam os pecados do povo, ele procura insistentemente o favor do Senhor, pois conhece a suprema bondade que emana dos céus:

"Agora Senhor, conforme todos os teus feitos justos, afasta de Jerusalém, da tua cidade, do teu santo monte, a tua ira e a tua indignação. Os nossos pecados e as iniqüidades de nossos antepassados fizeram de Jerusalém e do teu povo motivo de zombaria para todos os que nos rodeiam."

Um líder intercessor e verdadeiro, qual líder hoje tem a mente de Daniel, a mente de Cristo?

Jesus é aquele que afasta os pecados, as iniquidades, que perdoa o mundo, Daniel sente a sua presença, o Espírito de Cristo estava junto dele, também Jesus se lembraria das palavras dita aos ouvidos do profeta:

“Quando, pois, virdes a abominação de desolação, predita pelo profeta Daniel, estabelecida no lugar santo (quem lê, entenda)...” Mateus 24:15

O Espírito Santo revelando as coisas futuras, derramando o seu amor, Deus estabeleceria no Nome do Filho uma justificativa pelos Pecados do mundo. Se Israel que recebeu a providência divina, renegou a mão poderosa de Deus, o seu Nome que permanece pela eternidade, o Nome de Cristo seria a sua majestosa obra de redenção, que sustentaria a primazia da sua sabedoria, cujos tesouros do conhecimento seriam depositados, seria a paz que o homem natural não tem capacidade para compreender, que excede qualquer entendimento humano.

“Não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não há outro nome dado entre os homens, em que devamos ser salvos. “ Atos 4:12

“Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, por quem igualmente temos obtido nossa entrada pela fé a esta graça na qual estamos firmes; e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus. “ Romanos 5:1 e 2

“A paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. “ Filipenses 4:7

Daniel clama a Deus:

"Ouve, nosso Deus, as orações e as súplicas do teu servo. Por amor de ti, Senhor, olha com bondade para o teu santuário abandonado. Inclina os teus ouvidos, ó Deus, e ouve; abre os teus olhos e vê a desolação da cidade que leva o teu nome. Não te fazemos pedidos por sermos justos, mas por causa da tua grande misericórdia. "

Deus não abandona o justo, a ausência de Deus ocorre pelo abandono do próprio homem.

A misericórdia nos alcançou mesmo não tendo em nós justiça alguma, Jesus se tornou a justiça de Deus por nós. Os ouvidos de Deus estavam inclinados, para tão maravilhosa oração, um exemplo do que é ser reto diante de Deus. Ore com fervor amados, ore com sabedoria, esqueça das coisas terrenas, tudo, todas as coisas já cooperam para o seu bem, não importa qual seja o seu sofrimento. Daniel não confiava no arrependimento do povo, confiava na misericórdia que tem poder para alcançar o mundo.

"Senhor, ouve! Senhor, perdoa! Senhor, vê e age! Por amor de ti, meu Deus, não te demores, pois a tua cidade e o teu povo levam o teu nome."

Quantos de nós clamam Senhor, Senhor? Daniel clama para que o Senhor ouça, veja, aja. Somente pelo amor de Deus, o povo poderia ser salvo, também o mundo foi salvo no momento em que Jesus surgiu no ventre de Maria, foi de tal maneira misericórdia, foi tão somente amor. Nós queremos que o Senhor aja prontamente, necessitamos de obras, obras espirituais em nossas vidas, na carne nada pode agradar a Deus, tudo é um vapor. Já no Espírito devemos procurar os melhores dons, com total zelo e dedicação, para que o Senhor comece a nos mostrar coisas mais excelentes, tal como aconteceu com Daniel.

“Mas desejai ardentemente os dons que são maiores. E ainda um caminho sobremodo excelente vou mostrar-vos. “ 1 Cor. 12:31

Daniel provaria do caminho mais excelente, coisas que o homem no futuro debateria, tentando decifrar suas palavras misteriosas. Surge então o anjo Gabriel com a resposta:

“Enquanto eu estava falando e orando, confessando o meu pecado e o pecado de Israel, meu povo, e fazendo o meu pedido ao Senhor, ao meu Deus, em favor do seu santo monte; enquanto eu ainda estava em oração, Gabriel, o homem que eu tinha visto na visão anterior, veio a mim, voando rapidamente para onde eu estava, à hora do sacrifício da tarde. Ele me instruiu e me disse: "Daniel, agora vim para dar-lhe percepção e entendimento. Assim que você começou a orar, houve uma resposta, que eu lhe trouxe porque você é muito amado. Por isso, preste atenção à mensagem para entender a visão: Setenta semanas estão decretadas para o seu povo e sua santa cidade para acabar com a transgressão, para dar fim ao pecado, para expiar as culpas, para trazer justiça eterna, para cumprir a visão e a profecia, e para ungir o santíssimo. "Saiba e entenda que a partir da promulgação do decreto que manda restaurar e reconstruir Jerusalém até que o Ungido, o líder, venha, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas. Ela será reconstruída com ruas e muros, mas em tempos difíceis. Depois das sessenta e duas semanas, o Ungido será morto, e já não haverá lugar para ele. A cidade e o lugar santo serão destruídos pelo povo do governante que virá. O fim virá como uma inundação: Guerras continuarão até o fim, e desolações foram decretadas. Com muitos ele fará uma aliança que durará uma semana. No meio da semana ele dará fim ao sacrifício e à oferta. E numa ala do templo será colocado o sacrilégio terrível, até que chegue sobre ele o fim que lhe está decretado." Daniel 9:24 e 27

O pecado deveras era grave, muito grave aos olhos de Deus, o pedido de Daniel ecoa no reino da glória, Gabriel é enviado com uma resposta extraordinária, primeiramente trás uma declaração de Deus para Daniel: “...você é muito amado.


Maravilhoso para qualquer espírito, é saber que é amado de Deus, uma voz declarou a Jesus todo o amor do Pai: “Este é o meu Filho dileto, em quem me agrado. “ Mateus 3:17

Deus ama o justo, Deus ama você que é reto, que não recebeu a graça de Deus em vão. Deus promete a Daniel restaurar e reconstruir Jerusalém, significando que a oração de um justo tem muito efeito. O Ungido (Cristo) é prometido, o Espírito fornece uma fórmula matemática das épocas, coisas que os homens ainda tentam resolver. Não importa Deus revela que Jerusalém será reconstruída, mesmo assim não será livre dos sofrimentos, por que em outro momento definitivo, a Jerusalém que descerá do alto, terá um povo que não se lembrará desses momento difíceis:

“Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, descendo do céu da parte de Deus, preparada como uma noiva adornada para seu noivo. Ouvi uma grande voz, vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus está com os homens e ele habitará com eles; eles serão o seu povo e Deus mesmo estará com eles, e enxugará toda a lágrima dos olhos deles. Não haverá mais morte, nem haverá mais pranto, nem choro, nem dor, porque as primeiras coisas são passadas.” Apocalipse 21:2 a 4

São as palavras de Daniel que Jesus faz questão de relembrar aos seus discípulos em Mateus 24:15:

"A cidade e o lugar santo serão destruídos pelo povo do governante que virá. O fim virá como uma inundação: Guerras continuarão até o fim, e desolações foram decretadas. Com muitos ele fará uma aliança que durará uma semana. No meio da semana ele dará fim ao sacrifício e à oferta. E numa ala do templo será colocado o sacrilégio terrível, até que chegue sobre ele o fim que lhe está decretado."

Mas o Senhor por causa dos eleitos, abreviará os sofrimentos, a revelação dada a Daniel é poderosa, é uma luz grandiosa para a igreja. Falsos cristos, falsos profetas apareceriam, para deturpar o evangelho salvador, enganar os escolhidos, enganar a nós amados. Saibam todos que o diabo não poderá impedir o Filho do homem de reunir os eleitos, cujo profeta Daniel faz parte dos inscritos no céu. Todas as coisas acontecerão, tendo como exemplo os dias do dilúvio, em que oitos almas foram salvas pela água.

Permaneçam firmes na fé irmãos!!! As misericórdias do Senhor são sem fim, coisas terrenas não podem nos separar de Cristo, não vivam pelos desejos da carne, a nossa vida está escondida em Cristo, estejamos preparados para o dia do Senhor.

O Senhor confirma a sua aliança, o mal será exterminado, para que finalmente o justo receba o dom gratuito do Senhor: a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Viva feliz, procure os dons, os caminhos excelentes, as demais coisas serão acrescentadas.

Glória

Deus esteja sempre com todos.

Admin
Admin

Mensagens : 2941
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum