AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Sinagoga internet

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sinagoga internet

Mensagem por Admin em Qui Jan 31, 2013 1:14 pm

"E passando por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga de judeus. E Paulo, como tinha por costume, foi ter com eles; e por três sábados disputou com eles sobre as Escrituras, Expondo e demonstrando que convinha que o Cristo padecesse e ressuscitasse dentre os mortos. E este Jesus, que vos anuncio, dizia ele, é o Cristo.E alguns deles creram, e ajuntaram-se com Paulo e Silas; e também uma grande multidão de gregos religiosos, e não poucas mulheres principais. Mas os judeus desobedientes, movidos de inveja, tomaram consigo alguns homens perversos, dentre os vadios e, ajuntando o povo, alvoroçaram a cidade, e assaltando a casa de Jasom, procuravam trazê-los para junto do povo. " Atos 17:1-5

Depois que conheceu Cristo, Paulo se firmou em pregar a lei do Filho de DEUS, ele trazia no corpo as marcas do Filho de DEUS.

"Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. " Gálatas 6:2

O homem a quem Cristo apareceu, utilizava as sinagogas, para falar do Cristo ressuscitado. Paulo tinha um costume grandioso, anunciar o evangelho ao qual ele mesmo creu, que não vinha de homens, mas por revelação íntima de Jesus Cristo. Mesmo com toda a eficácia do Espírito, mostra-nos a Escritura, que nem todos os corações, são capazes de receber a boa semente, confirmando que a fé não é de todos.

Mas, o que seria o local que Paulo utilizava para pregar Jesus?? O que seria uma sinagoga??

A sinagoga teve a sua origem no exílio da Babilônia. A grande dispersão do povo no cativeiro e as peregrinações nos anos posteriores tornou necessário haver outras formas de reunião. A idéia principal era fazer com que as pessoas se reunissem para o estudo da lei, mas para tal reunião era necessária a presença de 10 homens para formar a congregação. Ela passou a substituir o culto do Templo, já que a princípio o povo estava cativo e não havia mais Templo e mesmo depois de reconstruído muitos eram impedidos pela distância ou pela pobreza de participarem no Templo.

A instituição da sinagoga deu tão certo que mesmo após a reconstrução do Templo e também no 1º século d.C. em Jerusalém havia sinagogas. Ela desenvolveu uma vida religiosa que era a adaptação dos velhos ritos e observâncias do judaísmo às novas condições que o povo tinha de viver. Estas eram os princípios essenciais do velho culto prescrito na lei e pregado pelos profetas. Graças a ela o judaísmo cresceu e persistiu.

Os judeus fundaram sinagogas em cada cidade do império e em Jerusalém havia até sinagoga de estrangeiros. A Galiléia, na época dos Macabeus, estava cheia delas.

A sinagoga se tornou o novo centro de culto, era um centro social para os judeus se encontrarem e a própria palavra significa isto, reunidos juntos. Era a instituição de educação para conservar a lei diante do povo e para instruir as crianças na fé ancestral. Daí o início da educação no meio judeu. Fonte: Sinagoga

A sinagoga envolve um comportamento, ela é uma instituição autônoma, com responsabilidades inclusive nos dias de hoje, nela são realizados serviços religiosos, contendo objetos rituais, cada uma com seu líder religioso, o rabino, a Lei Judaica relaciona as qualificações esperadas para assumir este cargo. (Ver fonte:Chabad)

O apóstolo paulo era incansável na pregação do evangelho, também dentro das sinagogas, justo ele cuja vida anterior foi dedicada a prática de honrar a lei, transformou a sua pregação em algo estritamente espiritual, que ele procurava exprimir através de suas cartas às igrejas:

"Pois procuro eu agora o favor dos homens ou de Deus? ou busco agradar aos homens? se ainda buscasse agradar aos homens, não seria servo de Cristo. Declaro-vos, irmãos, que o Evangelho que foi pregado por mim, não é segundo o homem; pois eu nem o recebi, nem o aprendi de homem algum, mas sim mediante a revelação de Jesus Cristo.
Ouvistes falar do meu modo de viver no judaísmo em outro tempo, de como perseguia excessivamente a igreja de Deus e a assolava, e adiantava-me no judaísmo mais que muitos da mesma idade na minha nação, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais. Mas quando aprouve a Deus, que me separou desde o ventre de minha mãe e me chamou pela sua graça, revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios; imediatamente não consultei carne e sangue, nem fui a Jerusalém para os que eram apóstolos antes de mim, mas parti para a Arábia, e outra vez voltei a Damasco. " Gálatas 1:10-17



"Acautelai-vos dos cães, acautelai-vos dos maus obreiros, acautelai-vos dos falsos circuncidados. Pois os circuncidados somos nós, que rendemos culto pelo Espírito de Deus, e gloriamo-nos em Cristo Jesus e não pomos confiança na carne,
se bem que eu poderia confiar até na carne. Se algum outro julga que pode confiar na carne, eu ainda mais:
circuncidado ao oitavo dia, da raça de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus. Quanto à Lei, fui fariseu;quanto ao zelo, persegui a igreja, tendo-me tornado irrepreensível quanto à justiça que há na Lei. Mas o que era para mim lucro, isto mesmo tenho como perda por amor de Cristo. Sim, na verdade, e tudo tenho como perda pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus meu Senhor, pelo qual perdi todas as coisas, e considero-as como refugo, para ganhar a Cristo e ser achado nele, não tendo como minha justiça a que vem da Lei, mas aquela que vem pela fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé, para o conhecer e o poder da sua ressurreição e a participação dos seus sofrimentos, conformando-me com ele na sua morte, para ver se de algum modo posso atingir à ressurreição dentre os mortos. Não digo que eu já o tenha obtido, ou que seja já perfeito, mas vou prosseguindo para ver se também poderei alcançar aquilo para o que igualmente fui tomado por Cristo Jesus. " Filipenses 3:2-12


Paulo tinha prazer de falar do reino de Deus, ele encontrava muitas vezes a blasfêmia como resposta, mesmo falando de um caminho tão glorioso:

"Paulo, entrando na sinagoga, falou ousadamente por espaço de três meses, discutindo com os ouvintes e persuadindo-os acerca do reino de Deus. Mas como alguns ficassem endurecidos e incrédulos, falando mal do Caminho diante da multidão, apartou-se deles e separou os discípulos, discutindo diariamente na escola de Tirano. Isto continuou por dois anos, de modo que todos os que habitavam na Ásia, tanto judeus como gregos, ouviram a Palavra do Senhor. "Atos 19:8-10

Paulo sabia o quão importante era pregar nas sinagogas, ele mesmo foi capaz de reconhecer, o que se faziam dentro delas, com aqueles que se convertiam ao evangelho, tendo como exemplo a martírio de Estevão.

"Senhor, eles sabem que eu encarcerava e açoitava pelas sinagogas os que criam em ti;quando se derramou o sangue de Estêvão, tua testemunha, eu também estava presente, consentia nisso e guardei as capas daqueles que o matavam. Disse-me ele: Vai, porque eu te enviarei para longe aos gentios. " Atos 22:19-21

Paulo jamais se opôs a lei de DEUS, foi preso injustamente através de uma calúnia (Atos 21:17 a 22), tudo isso por propósito do Senhor, conforme ele mesmo já havia revelado (Atos 23:11).

Como vemos foi um homem único, batalhando contra a sinagoga de Satanás, como descreveria João às igrejas em Apocalipse:

"Sei a tua tribulação e a tua pobreza (mas tu és rico), e a calúnia daqueles que se dizem ser judeus, e não o são, mas são sinagoga de Satanás. " Apocalipse 2:9

"Eis que farei que alguns da sinagoga de Satanás, que dizem ser judeus, e não o são, mas mentem, eis que farei que venham prostrar-se aos teus pés e conheçam que eu te amei. " Apocalipse 3:9

Sabemos que existem inúmeras sinagogas, em várias cidades, de modo algum nos colocamos contra tal tradição, como bem explicou Paulo:

"Pois eu, mediante a lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo já não sou eu, o que vivo, mas é Cristo que vive em mim. Aquela vida que agora vivo na carne, vivo na fé do Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Não faço nula a graça de Deus; pois se a justiça vem mediante a lei, então morreu Cristo sem necessidade. " Gálatas 2:19-21

"É a Lei, porventura, contra as promessas de Deus? De modo nenhum. Pois se tivesse sido dada uma lei, que pudesse dar vida, a justiça, na verdade, teria sido pela Lei. A Escritura, porém, encerrou todas as coisas debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos que crêem. " Gálatas 3:21-22

Então façamos hoje como Paulo, a internet é uma sinagoga virtual, claro nem todos são judeus, o evangelho veio para todos, mas é através desse mecanismo que discutimos, que tentamos persuadir a muitos, sobre o mesmo Jesus pregado na era apostólica.

Blasfêmias haverão, não devemos discutir o caráter de ninguém, apenas sigamos os exemplos de Jesus, em qualquer lugar que estivermos sempre vai haver corações endurecidos e incrédulos, que vão falar mal do Caminho, apenas nos desviemos dos tais.

"Não é judeu aquele que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne; mas é judeu aquele que o é interiormente, e circuncisão é a do coração, no espírito e não na letra. O louvor de tal judeu não vem dos homens, mas de Deus. " Romanos 2:28-29


Eldier.

Admin
Admin

Mensagens : 3188
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sinagoga internet

Mensagem por Admin em Qua Maio 28, 2014 8:42 pm

.

Admin
Admin

Mensagens : 3188
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum