AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






O intolerante ministério da CCB de Cianorte: As duras palavras do ancião N durante um ensaio

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O intolerante ministério da CCB de Cianorte: As duras palavras do ancião N durante um ensaio

Mensagem por Admin em Qui Fev 14, 2013 7:06 pm



Um apóstolo pediu aos presbíteros da igreja:

"Aos presbíteros, pois, que estão entre vós, rogo eu, que sou co-presbítero e testemunha dos sofrimentos de Cristo e que sou participante da glória que se há de manifestar: Pastoreai o rebanho de Deus, que está entre vós, não por força, mas espontaneamente segundo a vontade de Deus; nem por amor de lucro vergonhoso, mas de boa vontade; nem como querendo ter domínio sobre os que vos foram confiados, mas fazendo-vos exemplares do rebanho. Quando se manifestar o sumo Pastor, recebereis a imperecível coroa da glória. " 1 Pedro 5:4

Nenhum ancião foi testemunha dos sofrimentos de Cristo, deseja porém em seu íntimo, ser participante da glória que há de ser revelada. Uma coisa é certa, o apóstolo Pedro apascentava o rebanho, por isso mediante o Espírito, concedeu o conselho acima, que todos os presbíteros tivessem cuidado com o rebanho, não através da sua própria força, mas pela força de Deus, segundo a vontade de Deus, que confiou a alguns o cuidado com o rebanho, para que a quem foi confiado, fosse exemplo nas atitudes do amor verdadeiro, fazendo todas essas coisas, quando o Pastor que é sobre todos se manifestasse, receberia também a sua coroa de glória.

Paulo explica o que Deus requer de um presbítero a Timóteo:

"Tu, pois, filho meu, fortifica-te na graça que é em Cristo Jesus, e o que de mim ouviste diante de muitas testemunhas, entrega-o a homens fiéis, os quais sejam capazes de ensinar também a outros. Sofre comigo como bom soldado de Cristo Jesus. " 2 Timóteo 2:1-3

Até mesmo a escolha de alguém para o ministério, envolve fidelidade, a capacidade de transmitir os oráculos do Senhor, a capacidade de batalhar em favor da graça, de repassar os conselhos com toda a dignidade, resumindo, a sabedoria de manejar a palavra da verdade, de recordar a fidelidade de Deus:

"Lembra-lhes estas coisas, conjurando-os diante de Deus que não tenham contendas de palavras que para nada aproveitam, senão para perverter os que as ouvem. Esforça-te para te apresentar diante de Deus aprovado como obreiro que não tem de que se envergonhar, e que manejas bem a palavra da verdade. " 2 Timóteo 2:14-15

Responsabilidade não é domínio.

Apascentar é ter responsabilidade.

No dia 11/02/2013, num ensaio ocorrido na cidade de Cianorte, no Bairro Vila Sete, para aprendizagem dos novos hinos, atendido por um encarregado regional de Jussara, nosso irmão "Z", parecendo incrível que Cianorte não tenha um regional próprio, foi concedido ao ancião que chamaremos de "N", para que ele pronunciasse algumas coisas para a irmandade. O que de fato aconteceu depois é que revelam as desventuras do ancião. No destempero de chamar a atenção das organistas, pelo motivo das faltas em dias de culto, haja vista a quantidade de irmãs para o ofício, o ancião cometeu um erro grave, não se chama a atenção de ninguém em público, isso poderia ter sido feito através de uma reunião, um modo mais inteligente de apascentar o rebanho.

Logicamente a grande maioria vai dizer que tudo foi guiado. Seria guiado, se no meio do caminho não houvesse uma examinadora, que prudentemente levantou para também "in loco" (no local), manifestar sua forma de pensar sobre a questão. Certamente o ancião não previu que a examinadora, que vamos conceder o codinome "S", fosse solicitar ao vivo diante da irmandade, que tal assunto fosse tratado de modo privado, como numa reunião de ensinamentos, admitindo que tanto os músicos, quanto todos que foram ao ensaio, nada tinham haver com essa questão, logo, se havia um problema deveria ser julgado de modo íntegro/imparcial.

Nessa hora quem silenciou na igreja foi o homem...

Nenhum de nós temos prazer em sermos advertidos em público, isso até mesmo numa empresa requer educação, então não existe erro algum, em considerar a ação desagradável, sem participação alguma do Espírito Santo. A grande ironia é que as reuniões de anciões são realizadas a portas fechadas, entretanto, alguns anciães como o irmão "N", utilizam da sua unção, para perante um grande público, promoverem sua ostentação ministerial.

As desventuras do ancião "N" ficam aqui registradas, nenhuma blasfêmia aqui é dedicada, apenas devemos aprender, que se existe um assunto para resolver dentro da igreja, que ele seja resolvido como diante de Deus, se alguém julga ter zelo pela igreja, o tenha como zelo de Deus, sendo assim, o vaso de barro deve deixar o poder de Deus agir dentro de si, se ele mesmo quiser se apresentar como vaso de ouro, estará enganando a si mesmo e a outros que não percebem, que no homem não existe poder algum, se ele não for concedido pelo Deus que está nos céus.

Deus não erra!!


Se alguém desejar se manifestar, fique inteiramente a vontade, seja para esclarecimentos ou não.

Deus esteja com todos.

Admin
Admin

Mensagens : 3139
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum