AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade

Mensagem por Admin em Sex Fev 22, 2013 10:00 pm






“Aquele que não pode conter o seu espírito, É como uma cidade derrubada, que não tem muros” Provérbios 25: 28

O versículo é assustador, eu penso em apenas Cristo, como alguém capaz de dominar o espírito dentro dele, somente ele teve poder de edificar. Jesus era protegido pelo Espírito Santo, dentro de si habitava a comunhão do que é Santo, mesmo em carne e sangue, em todo o tempo o Filho de Deus vigiava, não havia interrupção na sua comunhão, nem mesmo quando foi desafiado pelo diabo, o Senhor Jesus perdeu sua comunhão.

A espadas de dois gumes penetrou o espírito impenitente, demonstrando realmente que a palavra de Deus é viva e eficaz. Diante do clamor do povo — “crucifica-o” — o espírito de Jesus em nenhum momento foi atingido, ele sabia que sua vida estava nas mãos do Pai, o seu descontrole atingiria todo o mundo, por isso teve submissão em obedecer, ele mesmo revelou a um discípulo de espírito vacilante no instante da traição:

“Embainha a tua espada; porque todos os que lançarem mão da espada, à espada morrerão. Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos? Como, pois, se cumpririam as Escrituras, que dizem que assim convém que aconteça? Então disse Jesus à multidão: Saístes, como para um salteador, com espadas e varapaus para me prender? Todos os dias me assentava junto de vós, ensinando no templo, e não me prendestes. Mas tudo isto aconteceu para que se cumpram as escrituras dos profetas. Então, todos os discípulos, deixando-o, fugiram.“ Mateus 26:52 a 56

“Então Simão Pedro, que tinha espada, desembainhou-a, e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita. E o nome do servo era Malco. Mas Jesus disse a Pedro: Põe a tua espada na bainha; não beberei eu o cálice que o Pai me deu? “ João 18:10 e 11

Certas coisas nós provocamos, certas coisas o Senhor provoca, um homem que não é protegido pelo Espírito de Deus, trás para si maiores destruições ,o muro do coração é o Espírito Santo, ele juntamente com o nosso espírito, dá testemunho que realmente somos filhos de Deus.

“Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, estes são filhos de Deus. Não recebestes o espírito de escravidão para estardes outra vez com temor, mas recebestes o espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O Espírito mesmo dá testemunho com o nosso espírito de que somos filhos de Deus. “ Romanos 8:14 a 16

Se somos filhos de Deus devemos ter o controle da situação, clamar ao Senhor em todas elas, tenhamos imensa certeza que está a disposição dos justos, anjos que trabalham mediante a ordenação de Deus.

“Não são todos os anjos espíritos ao serviço de Deus, que lhes confia missões para o bem daqueles que devem herdar a salvação?” Hebreus 1:14

Lembremo-nos do que disse o Salvador ao discípulo que tentou defende-lo:

“Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos? “

A perseverança de Jesus deu fidelidade às Escrituras, em nosso dia a dia devemos recordar a fortaleza de Cristo, o domínio próprio diante de toda e qualquer situação, inclusive sua vitória diante da morte. Em outras questões da vida, alguns de nós perdemos o equilíbrio, quem poderá julgar a intensidade da nossa conduta, somente Deus, porém dentro da igreja é necessário que homens com sabedoria do alto, possam julgar corretamente todas as coisas.

Fora dos muros denominacionais, em qualquer lugar que estivermos, o nosso domínio próprio sempre irá a teste, se pela humilhação, se pela exaltação de ânimos, será conhecido o que realmente somos. Alguém dirá “nunca vi ele ou ela agir de tal maneira”, pessoas podem se assustar diante de uma situação delicada, quem terá a capacidade de sofrer o dano sem devolver a ameaça, quantos são aqueles que se colocam no banco dos réus, quando tentam fazer justiça com as próprias mãos.

Jesus jamais discutiu, foi assassinado pelos homens ímpios de sua época. Nós também se não tivermos a luz do Espírito, podemos nos envolver em situações que podem complicar nossa vida espiritual, quando falta a comunhão do Espírito, somos atingidos com tempestades de dúvidas, nem todos se submeterão a pedir perdão, outros sofrerão durante a noite esperando o dia clarear. Qualquer que seja a situação do cristão, devemos orar ao Senhor, para que o domínio volte para nossas mãos.

“Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade.” Provérbios 16:33

Paciência e controle não provocam destruição, conquistam edificando.

O cristão também sente as influências dos efeitos da carne, embora seja influenciado pelos frutos do Espírito:

“Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.” Gálatas 5:17

Sobre os últimos dias diz a Escritura (numa profecia de Paulo a Timóteo):

“Saiba disto: nos últimos dias sobrevirão tempos terríveis. Os homens serão egoístas, avarentos, presunçosos, arrogantes, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, ímpios, sem amor pela família, irreconciliáveis, caluniadores, sem domínio próprio, cruéis, inimigos do bem, traidores, precipitados, soberbos, mais amantes dos prazeres do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando o seu poder. Afaste-se também destes. São estes os que se introduzem pelas casas e conquistam mulherzinhas sobrecarregadas de pecados, as quais se deixam levar por toda espécie de desejos. Elas estão sempre aprendendo, mas não conseguem nunca de chegar ao conhecimento da verdade. Como Janes e Jambres se opuseram a Moisés, esses também resistem à verdade. A mente deles é depravada; são reprovados na fé. Não irão longe, porém; como no caso daqueles, a sua insensatez se tornará evidente a todos. Mas você tem seguido de perto o meu ensino, a minha conduta, o meu propósito, a minha fé, a minha paciência, o meu amor, a minha perseverança...” 2 Timóteo 3:1 a 10

Quando Paulo expôs a Félix (Atos 24:25), a definição de justiça, domínio próprio e o juízo vindouro, seu espírito vacilante não suportou a verdade. O mesmo apóstolo aconselhou que o sol não se pusesse sobre a nossa ira (Efésios 4:26), ainda que houvesse a ira, o homem em Cristo teria capacidade de não pecar.

Quantos de nós honramos essas palavras, deixar que um dia vá embora, com a ira dormindo junto de nós, fará com que ela amanheça mais disposta, com o passar dos dias o pecando vai tomando forma, o fim todos já sabemos...

Não podemos dar lugar para o diabo em nossa vida, Cristo nos deu um profundo exemplo, quando tentado ele não deu a menor condição ao diabo, de interferir nos assuntos que ele veio tratar com os pecadores, por isso através dele a morte foi tragada. Cristo não tropeçou, muitos vão tropeçar nele, o justo deve manter seu espírito atado ao Espírito de Deus.

Jesus com todo poder declarou, que aquilo que sai da boca é o que contamina o homem, o Espírito então concluiu:

"Pois todos nós tropeçamos em muitas coisas; se alguém não tropeça em sua palavra, é um homem perfeito, capaz de refrear também todo o seu corpo. " Tiago 3:2

Admin
Admin

Mensagens : 3141
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade

Mensagem por Eldier Khristos em Ter Maio 06, 2014 12:30 pm

.

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum