AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: João 14:16 a 21

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: João 14:16 a 21

Mensagem por Admin em Dom Abr 21, 2013 10:14 am



Palavra - João 14:16 a 21





E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; O Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós. Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós. Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis. Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós. Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele. João 14: 16 a 21

O Espírito Santo é a prova que Deus habita em nós.

Que para sempre Deus estará conosco, Jesus revela uma intimidade absoluta com o Pai, ele rogaria, ele intercederia, com a certeza que Deus o ouviria, assim foi. Jesus é o seu intercessor amado (a), o Espírito da verdade conhece o íntimo do seu coração, é por ele que você está unido ao corpo de Cristo. Jesus revela aos seus discípulos que como filhos de Deus, eles jamais seriam esquecidos na solidão do mundo, o Pai não esqueceria os filhos, que creram naquele que foi enviado do céu. O mundo não enxerga a Deus, por que nele não existe fé, mas no coração agraciado, a fé mantém o Filho de Deus vivo dentro de nós.

Jesus é o elo de ligação com Deus, ele é a ponte que atravessa o justo das trevas para luz, da guerra para paz, do ódio para o amor, do coração de pedra para um novo coração, de um espírito incrédulo para um novo espírito, do ministério da morte para o ministério da vida, da condenação para a vida eterna amém.

Jesus faz um discurso de consolação, não uma consolação que dura um só momento, fala de uma consolação que durará a eternidade. Ele diz aos discípulos, que quando voltar para glória, no seu lugar de direito, após cumprir a vontade do Pai, vencer a morte, resgatar os escolhidos, ele deixaria a garantia da consolação, aqueles que andavam com ele não mais o veriam, sentiriam pelo consolador que seria enviado, que distribuiria os dons celestes, selaria os corações com o amor do Pai, guardaria os justos a salvo na virtude de Deus.

Jesus garante a todos, que após a morte todos os que cressem verdadeiramente, ressuscitariam e seriam elevados com ele para glória, sentariam nas regiões celestes, provariam das riquezas da graça, para todo o sempre teriam suas vidas guardadas com ele em Deus. Nós conhecemos Deus através de Cristo, nós conhecemos Cristo através da fé, nós o amamos sem vê-lo uma única vez, nós o sentimos sem tocá-lo, desejosos de partir, gemendo neste tabernáculo, querendo estar no lugar em que ele está.

Como um dia expressou Paulo à igreja:

“Pois verdadeiramente neste tabernáculo gememos, desejando muito ser revestidos da nossa habitação que é do céu, se é que, estando vestidos, não formos achados nus. Pois, na verdade, os que estamos neste tabernáculo gememos, estando carregados, por não desejarmos ser despidos, mas revestidos; para que o que é mortal seja absorvido pela vida. Mas o que nos fez para este mesmo fim é Deus, que nos deu o penhor do Espírito. “ 2 Coríntios 5:2 a 5

Aquilo que não vemos exerce uma grande influência sobre nós, o que não vemos foi derramado sobre o mundo, a própria Escritura afirma que andamos por fé, não por aquilo que vemos:

“Ora a fé é a substância das coisas esperadas, a prova das coisas não vistas. Pois foi por ela que os antigos obtiveram bom testemunho. “ Hebreus 11:1

Amados, o bom testemunho encontra-se através da fé legítima, essa não vem dos lábios, apenas pela verdade...Jesus Cristo.

Diz então o consolador da vossa alma:

“Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade. E nisto conhecemos que somos da verdade, e diante dele asseguraremos nossos corações; Sabendo que, se o nosso coração nos condena, maior é Deus do que o nosso coração, e conhece todas as coisas. Amados, se o nosso coração não nos condena, temos confiança para com Deus; E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista. E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento. E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado. “ 1 João 3:18 a 24

Maior é Deus em sua vida irmão (ã), maior que qualquer acusação, é pela verdade que somos sustentados. Se você necessita receber algo, o consolador foi enviado para ajudar a ti, na elaboração sincera do pedido quanto na sua própria intercessão. Jesus já se manifestou em sua vida de várias maneiras, nunca deixou desfalecer vossa fé:

“Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos. E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos. E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. “ Romanos 8:24 a 28

A promessa de rogar ao Pai Jesus pelo consolador, continua sendo dentro de você (irmão e irmã) cumprida todos os dias, sabendo que nem todos os dias são lágrimas de tristeza, também de alegria. O sonho de obter vitória em Cristo é realidade, o pesadelo de não receber, é apenas uma leve tristeza, que rapidamente transforma-se em alegria.

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e o Deus de toda a consolação...” 2 Coríntios 1.3


"E qualquer coisa que lhe pedirmos, dele a receberemos, porque guardamos os seus mandamentos, e fazemos o que é agradável à sua vista."

"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito."

Deus esteja contigo.

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum