AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Denúncias de ‘estelionato’ crescem sobre pregador da Igreja Templária de Cristo na Terra que diz ter vindo da Congregação Cristã no Brasil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Denúncias de ‘estelionato’ crescem sobre pregador da Igreja Templária de Cristo na Terra que diz ter vindo da Congregação Cristã no Brasil

Mensagem por Admin em Qui Maio 02, 2013 9:18 pm



Auto intitulado ‘Apóstolo’ Walter Sandro, é o mais novo líder religioso alvo de acusações de estelionato por ex-fieis e blogs na internet.

Vítimas que afirmam terem perdido o seu dinheiro vêm à mídia para denunciar o suposto apóstolo.

Uma das vítimas, Ivonete Valentim, contou ao The Christian Post sobre seu drama com a Igreja Templária de Cristo na Terra (ITCT), que prega uma religião sincrética. Ela diz ter perdido uma quantia próxima à R$21 mil, valor que foi dado como investimento à igreja.

Ivonete tomou conhecimento da igreja através de um programa de Walter na rádio Mundial, em São Paulo. Separada, após um casamento de mais de 15 anos, a ex-fiel encontrou conforto nas palavras do suposto apóstolo e começou a frequentar sua igreja.

“Era bem distante da minha casa, já que eu morava no Jd. Arpoador (Butantã) e as reuniões eram no Ipiranga, mas eu ia quando era possível”, explicou ela ao CP.

A princípio, Ivonete levava seus filhos, mas disse que parou de levá-los porque estavam sendo maltratados em detrimento dos animais que estavam lá, onde o apóstolo dizia que era doação ou para proteção do ambiente.

Ela conta que durante o tempo em que frenquentou foi motivada a inventir R$ 21.000,00 no chamado “grupo de inventimentos”. Nesse grupo, as pessoas se reuniam para investir em negócios que idealmente gerariam emprego e rendas mensais para os mesmos investidores.

Segundo ela, o valor pago viria dos lucros e ainda, uma pequena parcela seria destinada a ajudar a animais e as pessoas carentes.

“O Walter Sandro sempre disse que era uma associação sem fins religiosos e que era aberto a todos que quisessem participar, que não se aceita discriminação de qualquer forma religiosa, sexual, financeira - e que uma das coisas mais importantes a ser observadas é que se tratavam de pessoas com o ideal de transformar este mundo num lugar melhor para se viver e que queriam se ajudar mutuamente - Cavaleiros Templários”, escreveu Ivonete ao CP.

Ivonete receberia cada dia 30 de cada mês, 5% do valor investido, ou seja, R$ 1050, mensais. Além disso, ela poderia pedir o resgates, caso não quisesse mais participar, desde que esperasse 45 dias contratuais.

Entretanto, a ex-fiel conta os pagamentos não eram no dia agendado e ela começou a acumular dívidas. Além disso, ela diz que pediu um adiantamento de R$ 1000 e seu valor caiu para R$ 1000/mensais.

“Não conseguia mais pagar o aluguel e as minhas despesas de água, luz, telefone, e nem comprar comida para mim e para meus filhos e eram várias pessoas me cobrando, porque eles não mais me pagavam”, afirmou.

Ivonete se aborreceu e pediu o resgate, mas não chegou a receber o seu dinheiro de volta. “Depois, a enrolação continuou até que me mandaram um acordo de confissão de dívida , onde me pagariam em 40 parcelas de R$ 500,00, que eu não aceitei e desde então não recebi mais nada.”

Ivonete conta que passou constrangimentos também ao comprar um curso de R$ 700, que não lhe foi completamente dado. Ela também decidiu vender doces, mas afirma que eles eram aceitos por baixo custo e vendidos por um valor bem mais alto.

“Quando levei as cocadas (a única vez) a senhora que me atendeu disse que era muito caro R$1,50, que o retorno seria mínimo (só poderiam ficar se eu lhe entregasse por R$ 1/unid, mas na minha frente ela comercializou a R$ 3/unid - me senti uma otária, acabei deixando o dinheiro com eles.”

Ivonete lamenta que muitas pessoas ‘estejam sendo enganadas’ e afirma que vai entrar com uma ação em São Paulo para reaver o seu dinheiro perdido.

Ela afirma que além de um edifício na Rua Leais Paulistanos, no Ipiranga e uma chácara nos arredores da Rod. Anchieta, a Igreja de Walter Sandro dispõe hoje de 51 salas de reunião em todo o país.

Um blog cristão encontra que Walter Sandro é descrito como “mais um potencial estelionatário”, que nada mais faz do que “juntar técnicas motivacionais, exoterismo e evangelho da prosperidade”.

Segundo o depoimento do blog de de Ivonete, Walter mistura diversas crenças dentro de sua igreja. Ele se diz um evangélico vindo da Congregação Cristã no Brasil; usa imagens e orações de santos e anjos “São Miguel” e “São Francisco” como um católico, inclusive vestindo-se de padre em uma ocasião; usa a figura de mestres ascensinados, com um líder da nova era; e finalmente se auto intitula grão mestre, como um maçônico.

Fonte: The Christian Post

Admin
Admin

Mensagens : 3185
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum