AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






O apóstolo camaleão: o efeito transitório e o efeito permanente

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O apóstolo camaleão: o efeito transitório e o efeito permanente

Mensagem por Admin em Seg Maio 06, 2013 6:33 pm

Paulo prova que para pregar a Cristo, não era necessário outra coisa, senão se aplicar nas palavras dos profetas. Para nós basta também que nos apliquemos nessas mesmas palavras, e deles, dos apóstolos, sem omissão da verdade, para pequenos e grandes, dedicando a glória ao Criador, alcançaremos o efeito desejado na pregação. Certa feita foi exatamente isso que Paulo declarou:

Mas, alcançando socorro de Deus, ainda até ao dia de hoje permaneço dando testemunho tanto a pequenos como a grandes, não dizendo nada mais do que o que os profetas e Moisés disseram que devia acontecer, Isto é, que o Cristo devia padecer, e sendo o primeiro da ressurreição dentre os mortos, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios. Atos 26:22-23

O socorro ocorreu no caminho de Damasco, Jesus ungiu Paulo para pregar o evangelho, a pequeno ou grande, povo ou governante, humilde ou arrogante, não importaria para Paulo, ele seria um camaleão da verdade, que dedicaria sua vida a testemunhar sobre o efeito da ressurreição, pregar sobre o primeiro homem a ressurgir dentre os mortos, ele teria em sua boca a espada do Espírito, na sua pregação a luz celeste, com poder para transportar o escolhido das trevas para o reino do Filho do seu amor.

Quem prega a Cristo recebeu socorro, prega por considerar esse socorro, ele socorre por confiar no socorro que por misericórdia encontrou a sua vida. Quem socorre sabe o que representa o amor de Deus, somente o amor pode alcançar o velho homem, isso aconteceu com Paulo, ele alcançou socorro da parte de Deus, a partir desse momento, por todos os dias, ele testemunhou sobre esse socorro, a salvação ocorrida através de Cristo, sendo somente por esse NOME, que alguém pode se achegar a Deus, ter verdadeira paz com Deus.

Paulo não inventava fórmulas para pregar, ele dizia apenas aquilo que os profetas escreveram, que Deus deixou registrado através dos homens que chamou, seguia o exemplo deixado pelo próprio Salvador, para conceder aos seus discípulos discernimento sobre o cumprimento das promessas de Deus:


" São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos. Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. " Lucas 24:44

"Porque ainda não sabiam a Escritura, que era necessário que ressuscitasse dentre os mortos." João 20:9

Paulo provou da verdade, quando compreendeu a verdade, a verdade que ele mesmo perseguiu, respirando ameaças e sentenças contra os escolhidos, sem saber que a verdade já o havia escolhido. Esse homem valioso para Deus, não sabia exatamente o seu valor, o blasfemador da verdade, se tornaria uma arma de justiça em favor da verdade, como ele mesmo diria " porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade" (2 Coríntios 13:8), por reconhecer que somente através a palavra o homem pode tanto conhecer a verdade, quanto conseguir a liberdade (João 8:32).

O apóstolo camaleão da verdade usou as faces da verdade, para testemunhar sobre os propósitos de Deus:

"Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais. E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei, Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei. Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns. E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele." 1 Coríntios 9:16 a 32

Paulo aquele que tanto admirava a lei de Moisés (Filipenses 3:3 a 10), depois de muito tempo, descobriu que o grande guia de Israel havia profetizado sobre outro, que viria após ele em tempo designado, Paulo entendeu que Moisés avistou o invisível (Hebreus 11:27), que o homem chamado em meio a uma sarça que não se consumia, considerava a si mesmo como servo, não o próprio Filho de Deus por quem a graça e a verdade se manifestou ao mundo (João 1:17).

Paulo aprendeu com Cristo, coisas inefáveis do Espírito, que ele procurava diligentemente transmitir à igreja:

"Mas vós não aprendestes assim a Cristo, Se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus; Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; E vos renoveis no espírito da vossa mente; E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. " Efésios 4:20 a 24

O homem de Deus que um dia procurou acessar o céu pela carne, recebeu por revelação a sabedoria que ensinou, que para estar em comunhão com Deus, é necessário ser selado com o Espírito Santo, o mesmo que acompanhou o ministério dos profetas, quando sequer existia o dom de línguas, que viria também acompanhar o seu ministério de reconciliação.

"Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito. Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus; Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina..." Efésios 2:18 a 20

Paulo olhava para Cristo com o rosto descoberto (2 Coríntios 3:17,18), para que o poder de Deus fosse refletido e visto por todos os escolhidos, que pela pregação da verdade, faziam valer a vocação e o propósito de seguir a mesma doutrina e fé. Ele viu que o véu não era mais necessário (Êxodo 324:33,35), pelo amor e misericórdia com que Deus nos amou, enviando o seu Filho concebido da semente incorruptível, à igreja conseguiu o privilégio para olhar para o autor da salvação (Hebreus 12:2).

O Espírito do Senhor é a liberdade do mundo, não é algo transitório, é permanente, por ele o amor de Deus foi derramado em nosso corações.

O efeito transitório:

“Assim que Moisés acabou de falar com eles, pôs um véu sobre o seu rosto. Porém, entrando Moisés perante o SENHOR, para falar com ele, tirava o véu até sair; e, saindo, falava com os filhos de Israel o que lhe era ordenado. Assim, pois, viam os filhos de Israel o rosto de Moisés, e que resplandecia a pele do seu rosto; e tornava Moisés a pôr o véu sobre o seu rosto, até entrar para falar com ele. “ Êxodo 34:33 a 35

O efeito permanente:

“E não somos como Moisés, que punha um véu sobre a sua face, para que os filhos de Israel não olhassem firmemente para o fim daquilo que era transitório. Mas os seus sentidos foram endurecidos; porque até hoje o mesmo véu está por levantar na lição do velho testamento, o qual foi por Cristo abolido; E até hoje, quando é lido Moisés, o véu está posto sobre o coração deles. Mas, quando se converterem ao Senhor, então o véu se tirará. Ora, o Senhor é Espírito; e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. “ 2 Coríntios 3:13 a 18

Paulo vivia sob o efeito permanente da liberdade, da paz, “porque Deus não é Deus de confusão” dizia ele ( 1 Coríntios 14:33),  o apóstolo adentrou pela porta estreita da doutrina perfeita, Deus trancou o seu caminho, fechando a porta larga da perdição, cujo aqueles que porfiam entrar encontram os perigosos ventos de doutrinas estranhas, que levam seus corações para longe do Senhor. Deus fez dele prisioneiro de Cristo, libertado-o do exílio do mundo, no qual seus sentidos e ideais estavam aprisionados. Prisioneiro de Cristo Paulo se tornou livre para o evangelho, Cristo foi a sua porta de Salvação como também dos nossos espíritos (Gálatas 5:1), Paulo passou a pregar (e plantar) a semente pela qual ele mesmo já havia sido gerado, passando ser nova criatura, nascido da água e do Espírito, tão alegre ficou sua alma, que humildemente escreveu à igreja:” Aquele que já nos perseguiu anuncia agora a fé que antes destruía. E glorificavam a Deus a respeito de mim.” Gálatas 1:23 e 24

Passou de destruidor a cooperador de Deus, para cuidar da lavoura de Deus, do edifício de Deus como de modo sublime se referia as almas (1 Coríntios 3:9)

Efeito daquilo que permanece:

“Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.” 1 Pedro 1:23

Paulo foi obra de Deus, como profetas, apóstolos, homens e mulheres justificados, ele como nós foi criado em Jesus Cristo, abençoado espiritualmente, escolhido antes da criação do mundo, para ser santo e irrepreensível diante de Deus, sobretudo, foi predestinado para ser adotado como filho por Jesus Cristo (Efésios 1:3,6), para manifestação da maravilhosa graça de Deus, concedida através daquele homem que apareceu a ele no caminho de Damasco. Foi a pessoa desse homem (o resplendor da glória do Pai) que o capacitou para ações determinadas por Deus anteriormente...


“Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. 2 Coríntios 4:5 a 7



Admin
Admin

Mensagens : 3101
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O apóstolo camaleão: o efeito transitório e o efeito permanente

Mensagem por Admin em Qua Fev 25, 2015 9:15 pm

.

Admin
Admin

Mensagens : 3101
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum