AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Os milagres de Jesus que o apóstolo João guardou em segredo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os milagres de Jesus que o apóstolo João guardou em segredo

Mensagem por Admin em Ter Maio 14, 2013 7:17 pm



“Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. “ João 20:30,31

João registrou o necessário, o mais importante sempre foi a salvação. Ele escreveu até o ponto final do Espírito, não foi além, não cedeu a vontade da carne. João escreveu para as almas, por amor, para salvação, para que muitos tivessem vida.

João como tantos outros homens de Deus, se comportaram como vasos de barro, numa paráfrase de Paulo, para que “a excelência do poder fosse de Deus, e não do homem” (2 Coríntios 4:7).

A única coisa pela qual viviam, era para aquilo que pregavam, a salvação das almas, pois foram incumbidos pelo mestre, para serem testemunhas dele até os confins da terra (Atos 1:8).

Eles eram prisioneiros do evangelho, como justificou Paulo à igreja, “...porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho! E por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada “ (1 Coríntios 9:16,17), então maravilhosamente chegamos a conclusão que pregar o evangelho é algo sublime, algo que pertence a boa mente, que tanto João quanto Paulo e demais apóstolos cumpriam com alegria, para serem participantes da glória, por isso não pregavam a si mesmos, mas a Cristo crucificado, por isso pregavam de boa mente, pois tudo o que é por obrigação deixa de ser espiritual.

Se o que Deus determina passa a ser feito como uma obrigação, nem assim a palavra deixará de ter o efeito necessário, nunca foi o homem quem falou, foi Deus, então os apóstolos pregavam de boa mente, orgulhosos de terem sido escolhidos, para serem porta-vozes da mensagem salvadora. Aquilo que Deus impôs não era um peso, era leve para seus espíritos, Paulo dizia “ai de mim se não pregar o evangelho”, e ainda “ai de mim se achar que existe algo mais que não a misericórdia de Deus”, para ele Cristo era um prêmio a ser concedido, sabendo que ele mesmo lutava para recebê-lo.

”Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” Filipenses 3:14


Então João escreveu seu evangelho, deixando de registrar muitos milagres do Cristo, como ele mesmo mencionou, muitos sinais não foram descritos no livro, testificando que a sua “obrigação” era escrever apenas alguns, para que eles cressem em Jesus Cristo, o Filho de Deus, tendo assim vida pelo seu poderoso NOME, qualquer outro acúmulo de palavras, para nada serviriam a não ser para sua própria glória.

Apóstolos viram a glória de Deus...Jesus.

Apóstolos falaram aquilo que ouviram dos profetas, os primeiros que foram movidos pelo Espírito de Cristo:

“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho, A quem constituiu herdeiro de tudo, por quem fez também o mundo. O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas; Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente nome do que eles. “ Hebreus 1:1,4

Apóstolo falaram daquilo que ouviram do mesmo Cristo, a Palavra feito carne, como bem testificou Paulo:

“Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.” 1 Coríntios 2:2

João escreveu apenas o básico, a plenitude sempre foi Jesus.

“Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade...” Colossenses 2:9

Jesus sempre foi a imagem do Deus invisível:

“Dando graças ao Pai que nos fez idôneos para participar da herança dos santos na luz; O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor; Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a saber, a remissão dos pecados; O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. Porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse, E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus. “ Colossenses 1:12,20

Admin
Admin

Mensagens : 3141
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Os milagres de Jesus que o apóstolo João guardou em segredo

Mensagem por Admin em Qui Mar 05, 2015 7:05 pm

.

Admin
Admin

Mensagens : 3141
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum