AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: Zacarias 3 ( "Veja, eu tirei de você o seu pecado, e coloquei vestes nobres sobre você")

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: Zacarias 3 ( "Veja, eu tirei de você o seu pecado, e coloquei vestes nobres sobre você")

Mensagem por Admin em Dom Jun 02, 2013 2:26 pm





Palavra - Zacarias 3



Depois disso ele me mostrou o sumo sacerdote Josué diante do anjo do Senhor, e Satanás, à sua direita, para acusá-lo. O anjo do Senhor disse a Satanás: "O Senhor o repreenda, Satanás! O Senhor que escolheu Jerusalém o repreenda! Este homem não parece um tição tirado do fogo? " Ora, Josué, vestido de roupas impuras, estava de pé diante do anjo. O anjo disse aos que estavam diante dele: "Tirem as roupas impuras dele". Depois disse a Josué: "Veja, eu tirei de você o seu pecado, e coloquei vestes nobres sobre você". Disse também: "Coloquem um turbante limpo em sua cabeça". Colocaram o turbante nele e o vestiram, enquanto o anjo do Senhor observava. O anjo do Senhor exortou a Josué, dizendo: "Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘Se você andar nos meus caminhos e obedecer aos meus preceitos, você governará a minha casa e também estará encarregado das minhas cortes, e eu lhe darei um lugar entre estes que estão aqui. " ‘Ouçam bem, sumo sacerdote Josué e seus companheiros sentados diante de você, homens que prefiguram coisas que virão: Vou trazer o meu servo, o Renovo. Vejam a pedra que coloquei na frente de Josué! Ela tem sete pares de olhos, e eu gravarei nela uma inscrição’, declara o Senhor dos Exércitos, ‘e removerei o pecado desta terra num único dia. " ‘Naquele dia’, declara o Senhor dos Exércitos, ‘cada um de vocês convidará seu próximo para assentar-se debaixo da sua videira e debaixo da sua figueira’ ". Zacarias 3: 1-10

Novamente Deus falava através de um profeta — “...há muito tempo Deus falou muitas vezes e de várias maneiras aos nossos antepassados por meio dos profetas” (Hebreus 1:1) —, Zacarias, era o escolhido da vez, o eleito para profetizar os oráculos do Senhor. E o profeta viu aquilo que desejava o Senhor, o assunto sobre o qual ele iria falar, que permaneceria registrado na história da igreja, que serviria de edificação para um povo vindo do exílio babilônico, mas ainda dominado por outro poderoso império, o persa. O dono do povo sempre foi Deus, mas ele permitiu que momentaneamente outros se tornassem donos, inclusive donos do mundo que pela sua palavra foi criado.

Zacarias se depara com um grande julgamento, um grande anjo defensor, contra um covarde acusador, Satanás, — “...e houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus anjos; Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora é chegada a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derrubado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram as suas vidas até à morte.” (Apocalipse 12.7-11) — que se colocava contra o sumo sacerdote, Josué. O profeta do Senhor relata a sentença do anjo, decretada pelo Deus Altíssimo: “"O Senhor o repreenda, Satanás! O Senhor que escolheu Jerusalém o repreenda! Este homem não parece um tição tirado do fogo?”


Irmãos, nessa passagem relembramos com júbilo, aquilo que diria Paulo tempos depois aos cristãos de Roma: “Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.” (Romanos 8:33), naquele momento Zacarias acompanhava o sofrimento de um povo, refletido pelas antigas transgressões, por não andarem conforme a regra de Deus. Satanás acusava o sumo sacerdote de corrupção, não está claro no texto, mas está claro pelo Espírito, o espírito imundo desconsiderava a atividade sacerdotal de Josué, o povo estava corrompido, sem um templo de adoração, sem um líder com honra para promover a expiação do pecado.

Mas, Deus como diria o apostolado “que é rico em misericórdia”, enviou o advogado de defesa de Josué, que repreendeu as palavras do acusador, falando as palavras de Deus na presença de Deus, para que não houvesse murmuração dos anjos maus. Josué foi denominado um tição, algo que foi colocado no fogo para ser destruído, mas como Sadraque, Mesaque, Abdenego, resistiram a fornalha, saíram do meio do fogo (Daniel 3:26), também o sumo sacerdote foi retirado de lá, pela providência e permissão divina em conservar o direito do justo, mesmo diante das mais infames acusações.

“Então chegando-se Nabucodonozor à porta da fornalha de fogo ardente, falou e disse: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, servos do Deus Altíssimo, saí e vinde. Logo Sadraque, Mesaque e Abede-Nego saíram do meio do fogo. Os sátrapas, os deputados, os governadores e os conselheiros do rei, estando reunidos, viram estes homens, que o fogo não teve poder sobre os seus corpos, nem foram chamuscados os cabelos da sua cabeça, nem sofreram mudança os seus calções, nem por eles tinha passado o cheiro de fogo. “ Daniel 3:26-27

Zacarias viu que Josué estava com roupas impuras, contudo, a glória de Deus estava ao seu lado, pela eficácia do poder celeste, diante dos olhos do acusador, o anjo ordena a retirada das roupas, indicando a ação purificadora do Espírito, o embranquecimento das vestes, o retorno da dignidade, o revestimento da parte de Deus. Quando Israel e Judá foram para o cativeiro, os grandes profetas do Altíssimo denunciavam a corrupção do sacerdócio, diante de todo o sofrimento, a exposição vergonhosa, o espalhamento de um povo amado, Satanás com toda certeza, achou motivo para mover um processo contra o sacerdote, ele sabia que Deus havia escolhido a Jerusalém procurou de todas as formas ludibriar os ouvidos, tentando diminuir a grandeza da palavra de Deus, que jamais retornou vazia, como revelou outro profeta: “...assim será a minha palavra que sair da minha boca. Não tornará para mim vazia, mas efetuará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. “ Isaías 55:11


A palavra veio purificar o ministério de Josué, como Jesus haveria de purificar a igreja, através da mesma palavra, com a finalidade de apresentá-la santa e sem defeito, colocando Satanás no lugar que lhe é de direito, que é ser esmagado debaixo dos pés do justo (Romanos 16:20). O profeta teve uma visão de Satanás sendo esmagado pela palavra do anjo, a própria palavra de Deus, ele viu o despir do velho homem, o revestimento do novo homem, que também segundo o apostolado é criado para andar em justiça e santidade da verdade (Efésios 4:24).

Sem a expiação do pecado, sem o revestimento nobre do Espírito, seria impossível conceder ao povo a confiança que Deus estava novamente se aproximando deles. Satanás não queria nada disso, o seu desejo é que vivamos separados pela ignorância, mas a vida do sacerdote estava sendo modificada para sempre, na presença do anjo, o Espírito estava reformulando o seu “guarda-roupa” com vestes brancas como neve, a mais pura representação do Espírito de Cristo, da graça maravilhosa que futuramente haveria de manifestar-se ao homem.

Amados, Zacarias viu todo esse processo maravilhoso de purificação, como o Altíssimo julga todas as coisas com justiça no seu tribunal, sem que o homem possa compreender, nem Satanás interferir. Como Deus constrange o pecador a reconhecer seus erros, “...pois a tristeza segundo Deus produz arrependimento para salvação, o qual não traz pesar; mas a tristeza do mundo produz morte” (2 Coríntios 7:10). O povo caminharia com alegria diante de Deus, sem o remorso que corrói as entranhas, com um líder isento de qualquer acusação. Zacarias viu ainda a ordem do Senhor dos exércitos, era necessário que assim fosse, o povo necessitava ser reintegrado a virtude celeste, que os acompanhou quando do Egito foram libertos, no momento em que receberam a lei, o maná, a carne, tomaram da água da vida para que não perecessem, até que definitivamente fossem introduzidos na terra prometida, que esvaziou-se quando retornaram seus corações para o Egito, quando desprezaram os mandamentos do Senhor.

Zacarias enxerga o exato momento em que a ordem divina sai da boca do anjo:

"Assim diz o Senhor dos Exércitos: ‘Se você andar nos meus caminhos e obedecer aos meus preceitos, você governará a minha casa e também estará encarregado das minhas cortes, e eu lhe darei um lugar entre estes que estão aqui. "

O sacerdote Josué seria um homem revestido como foi Moisés, seria consagrado para ministrar diante do povo, digno de ser um servo sobre a casa de Deus. Aquele que anda nos caminhos de Deus, trás sobre si a luz que ilumina aos que o seguem. Além da purificação, uma total reconstrução haveria de acontecer, a cidade amada do Senhor levantaria das cinzas, Jerusalém jamais foi esquecida. A sentença foi favorável a Josué, ele agora seria encarregado do Senhor, tendo o cuidado de recordar as promessas realizadas anteriormente. Como sempre diz a palavra, “quando ouvir a voz de Deus, não endureça o coração”, Zacarias ouve o conselho de Deus a Josué:


‘Ouçam bem, sumo sacerdote Josué e seus companheiros sentados diante de você, homens que prefiguram coisas que virão: Vou trazer o meu servo, o Renovo. Vejam a pedra que coloquei na frente de Josué! Ela tem sete pares de olhos, e eu gravarei nela uma inscrição’, declara o Senhor dos Exércitos, ‘e removerei o pecado desta terra num único dia. " ‘Naquele dia’, declara o Senhor dos Exércitos, ‘cada um de vocês convidará seu próximo para assentar-se debaixo da sua videira e debaixo da sua figueira’ ". Zacarias 3: 1-10

Deus sempre escolheu seu representantes, pessoas segundo o Espírito de Cristo, assim aconteceu com os homens de corações justos, com os profetas que chamou, indicando que o Espírito que estava sobre eles, era o Espírito de Cristo, todos estes esperavam a manifestação em carne desse Espírito, “...os sofrimentos de Cristo e as glórias que se seguiriam àqueles sofrimentos” ( 1 Pedro 1:11), o renovo de Deus na vida de um povo, também do que nunca foi povo. Uma misteriosa pedra é mencionada, uma pedra com sete pares de olhos, contendo uma inscrição, manifestando que os olhos do Senhor estão sobre todos. O olhos de Josué seriam os olhos de Deus, a pedra seria o seu guia sobre o povo. Josué não estaria sozinho, o Senhor estaria ligado a todas as ações, a pedra adiante de Josué manifesta, que nada nunca esteve oculto aos olhos de Deus, e qual seria a inscrição?

Em quem tem poder para remover pecados? Tem poder para remover pecados, aquele que nunca cometeu pecado:

“Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.” 2 Coríntios 5:21.

Com a purificação de Josué, o povo novamente estava unido a Deus, o sacerdote humano simbolicamente é levado a julgamento, prefigurando as coisas transitórias, até que viesse aquele que definitivamente participaria do sacrifício definitivo, se tornaria sacerdote para sempre, destruiria o império da servidão, tornaria as coisas transitórias em eternais.

“Pois Cristo não entrou num santo lugar feito por mãos de homens, figura do verdadeiro, mas no mesmo céu para agora aparecer diante de Deus por nós; nem a fim de se oferecer muitas vezes a si mesmo, como o sumo sacerdote entra no Santo lugar de ano em ano com sangue alheio, de outra forma lhe seria necessário ter sofrido muitas vezes desde o fundamento do mundo; mas agora tem sido manifestado uma vez para sempre na consumação dos séculos para abolição do pecado pelo sacrifício de si mesmo. Porquanto é ordenado aos homens que morram uma só vez (e depois disto vem o juízo), assim também Cristo, tendo sido imolado uma vez para sempre a fim de levar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez sem pecado aos que o aguardam para a salvação. “ Hebreus 9:24-28

Se quando foram levados para o exílio, o sossego da presença divina foi interrompido, o Senhor declara dias de regozijo ao povo da promessa, dias em que voltariam a louvar o Senhor. Com a liderança santificada diante de Deus, o sossego de servir ao Senhor na santidade seria o lema principal da nação que sofreu em terra estranha por desobediência. Assentar embaixo de uma videira ou figueira indica a paz entre os povos, com o próximo, com a lei de Deus, sinais do Espírito de Cristo.

Isso que enxergou Zacarias, são eventos que revelam a misericórdia de Deus, em trazer a solução impossível diante de uma situação desesperadora, como quando entregou o seu Filho, para unificar a paz de uma vez por todas. Foi Deus que nos levou a Cristo, as palavras dos profetas alertavam para esse grandioso evento. Como lemos aqui em Zacarias, se o povo que recebeu a promessa, recebeu o justo castigo, também a justa misericórdia, nós que não éramos povo, fomos unidos igualmente ao corpo, participamos da mesma misericórdia — “...antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam” 1 Pedro 2:10 — e assim como eles foram libertos do exílio, mesmo sendo dominados por outra nação, Deus nos arrancou do cativeiro de viver separado da sua presença.

“...estáveis naquele tempo sem Cristo, alienados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus vós que antes estáveis longe, vos aproximastes pelo sangue de Cristo. Pois ele é a nossa paz, ele que dos dois fez um e derrubou o muro da separação, a inimizade, tendo abolido na sua carne a lei dos mandamentos contidos em ordenanças, para que dos dois ele criasse em si mesmo um homem novo, fazendo assim paz, e reconciliasse ambos em um só corpo com Deus mediante a cruz, tendo por ela matado a inimizade. Vindo, evangelizou paz a vós que estáveis longe e paz aos que estavam perto; pois por ele temos ambos a nossa entrada ao Pai em um Espírito. Assim, pois, não sois mais estrangeiros e peregrinos, antes sois concidadãos dos santos e membros da família de Deus,edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo a principal pedra angular o próprio Cristo Jesus, no qual cada edifício bem conjuntado cresce para ser um templo santo no Senhor, no qual também vós sois edificados para uma habitação de Deus no Espírito.“ Efésios 1:9-14


Amados, o fundamento de Zacarias sempre foi Cristo, Satanás não teve pode para demolir esse fundamento, foi humilhado e repreendido, nada pôde fazer contra o sacerdote Josué. Então o seu coração tem sabedoria para concluir, que Deus é aquele que repreende, castiga e cura a sua alma. Deus é um ser sempiterno, que habita dentro de ti, cuja palavra viva e eficaz permanece guiando o teu caminho pela paz. Deus modificou o seu modo de pensar e agir, fez de você (amados, amadas) um vaso preparado para toda boa obra, tão somente por conhecer intimamente você, de um modo que Satanás nunca poderá compreender.

Deus colocou em você um selo de santidade, um selo de aprovação, um selo de qualidade espiritual, atestado pelo fundamento de apóstolo e profetas. O Deus que é um fogo consumidor (da impiedade), que apareceu para Moisés numa sarça que não se queimava, é o Deus que sempre protegeu o justo, que sempre protegerá tua vida.

Também suas roupas foram modificadas, Jesus comprou para você uma veste branca, uma veste semelhante aquela que o apóstolo João enxergou:

“Um dos anciãos me perguntou: Estes que trajam vestiduras brancas, quem são eles, e donde vieram? Respondi-lhe: Meu Senhor, tu o sabes. Disse-me ele: Estes são os que vêm da grande tribulação, lavaram as suas vestiduras e as embranqueceram no sangue do Cordeiro. Por isso estão diante do trono de Deus, e o adoram dia e noite no seu santuário; e o que está sentado sobre o trono estenderá o seu tabernáculo sobre eles. Eles não terão fome, nem sede nunca jamais; nem cairá sobre eles o sol, nem calor algum, porque o Cordeiro que está no meio do trono os pastoreará e os conduzirá às fontes da água da vida, e Deus enxugará toda a lágrima dos olhos deles. “ Apocalipse 7:13-17

Deus esteja com todos
.

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum