AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Jeremias, Ezequiel e Daniel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Jeremias, Ezequiel e Daniel

Mensagem por Eldier Khristos em Qui Jun 27, 2013 6:22 pm



O CATIVEIRO
03/11/2010 10:35

Fonte: Jeremias, Ezequiel e Daniel
Data: 722 a.C. (Israel) e 586 a. C. (Judá)
Esboço:     As causas do cativeiro
                Como se deu o cativeiro
                As condições no cativeiro
                Os frutos do cativeiro
 
Comentário:
·         As causas que levaram tanto o norte como o sul para o cativeiro foram as mesmas: a condição de vida espiritual do povo. O pecado semeado por Jeroboão em Israel e Reoboão em Judá, germinaram no devido tempo, produzindo uma calamidade que jamais será esquecida na história de Israel.
 
·         O cativeiro de Israel: depois de várias investidas por parte da Assíria sobre as dez tribos do norte, em 722 a.C. caiu Samaria e com ela se foi Israel. Era o fim do reino turbulento. Na verdade, o cativeiro tinha começado muitos anos antes (771 e 740 a.C.), quando porções consideráveis do povo já haviam sido levados para as regiões da Assíria e da Babilônia. Uns poucos israelitas ficaram em Samaria, recebendo logo após a visita de outros povos enviados pelos assírios com o intuito de misturar os povos. Essa tática levou ao enfraquecimento da nacionalidade judaica e foi assim que surgiu os samaritanos na Palestina, uma mistura de judeus com outros povos. Alguns tiveram a sorte de ir para a província da Média, onde se dedicaram ao comércio e a pequena industria, e até floresceram. Os demais, encontraram-se com outros povos também vencidos, e com eles ter-se-iam dado em casamento, resultando dessa mistura o desprendimento da terra e das tradições.
 
·         O cativeiro de Judá: depois da queda de Israel, Judá ainda sobreviveu por mais 135 anos. Surge nesse período a Babilônia com Nabucodonozor, que depois de algumas incursões, destroi a cidade santa em 586 a.C., levando cativo para a Babilônia os principais do povo. É o cativeiro babilônico e o fim do reino do sul. Os cativos de Judá tiveram melhores condições de vida no cativeiro. Construíram suas casas e plantaram suas hortas, tendo Ezequias como o pastor das ovelhas dispersas. Muitos atingiram boas condições de vida, as condições espirituais eram também incontestavelmente, melhores que quando foram dispersos.
 
·         As provas do cativeiro apefeiçoou a muitos. Alguns como Daniel, Ester, Esdras e Neemias chegaram a exercer grande influencia, aperfeiçoando a moral e elevando o conhecimento do Deus verdadeiro entre os povos orientais. Foram setenta anos de grande proveito. Daniel teve suas grandes visões, Ester tornou-se rainha, o povo voltou-se para o seu Deus. A espiritualidade provista pelo profeta Ezequiel se havia realizado. As sonagogas que Paulo encontrou por todo o império romano, foram o resultado da vida dos judeus durante o cativeiro. Infelizmente esqueceram a sua língua, tendo que aprender o aramaico, ma fora isso, estavam agora em condiçõe de voltar à sua terra amada e preparar-se para a vinda do Messias.


Leia mais: http://igrejabatistapedraviva.webnode.com.br/news/o-cativeiro/
Crie seu site grátis: http://www.webnode.com.br


Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum