AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






As coisas que Deus preparou para os que o amam

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

As coisas que Deus preparou para os que o amam

Mensagem por Admin em Sex Jul 05, 2013 6:16 pm





"Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera." Isaías 64:4

Quem conhece a Deus, admira as suas ações.

Quem conhece a Deus, reconhece a existência da esperança.

Isaías viu os serafins dizendo: “Santo, Santo, Santo é o Senhor dos exércitos, toda a terra está cheia da sua glória”. Poucos homens ouviram, poucos contemplaram a grandeza de um Deus que trabalha em favor do amor. Paulo também extasiado diante de um momento único, descreveu às visões e revelações de um homem em Cristo, que foi arrebatado ao terceiro céu, ouvindo lá palavras inefáveis, que o homem na sua realidade não pode declarar.

Esses homens leais a sabedoria do Espírito, ouviram e viram as coisas que estavam preparadas desde a fundação do mundo, se Isaías viu o Senhor assentado num grandioso trono (Isaías 6:1), o apóstolo Paulo viu uma luz resplandecente “Jesus” que dizimou toda a sabedoria humana nele existente (Atos 9:4). Se uma brasa viva do altar de Deus purificou o pecado do profeta, também num só instante, o cordeiro de Deus (conforme definição de João Batista) limpou todos os pecados do apóstolo. Eles provaram da sabedoria de Deus, que é a palavra da verdade, o evangelho salvador, o selo do Espírito Santo.

E é impossível que qualquer um dos dois, durante toda a sua caminhada tenham esquecido do dom que provaram. Eles amaram a Deus de todo coração, de toda alma, com todas as forças (Deuteronômio 6:5), no exato instante que se tornaram participantes do Espírito Santo.

Quando Deus perguntou: “Quem enviarei eu? E quem irá por nós? “, Isaías rapidamente respondeu: “Eis-me aqui, enviai-me”. Com o apóstolo Paulo não foi diferente, no exato instante que Ananias impôs sobre eles as mãos (Atos 9:17-20), dizendo: "Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que lhe apareceu no caminho por onde você vinha, enviou-me para que você volte a ver e seja cheio do Espírito Santo", as escamas dos olhos caíram, ele foi batizado, e recuperado de sua forças, começou a pregar o Cristo crucificado, a falar sobre o Filho de Deus, sendo a única coisa que ele propôs em sua vida, esqueceu das coisas do passado, para avançar para as coisas que são eternas, o  “...prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3:14)

Se Isaías pregava a vontade Deus, Paulo também pregava a vontade de Deus, a saber, a única coisa que realmente interessa a todo homem, Jesus Cristo, e Jesus Cristo crucificado. A pregação de profetas e apóstolos, sempre foram demonstrações da força do Espírito, porque para isso eles foram chamados. Nunca falaram de si mesmos, como revelou Pedro, os homens da parte de Deus, falaram movidos pelo Espírito (2 Pedro 1:21), para que a fé dos ouvintes não se baseasse na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus (1 Coríntios 2:5).

Anunciar as riquezas incompreensíveis de Cristo, Paulo chamou a isso de graça, esclarecer o mistério oculto escondido em Deus (Efésios 3:8-11), algo que nenhuma riqueza do mundo pode equivaler. A igreja tem o fundamento de apóstolos e profetas, sendo Jesus Cristo a principal pedra, é por ela que a sabedoria de Deus se apresentou ao universo, “...segundo o propósito dos séculos, que ele fez em Cristo Jesus nosso Senhor“ (Efésios 3:8-11). Em outro lugar Paulo escreveu, que o seu desejo, que na verdade é o desejo de Deus, sempre foi que os corações fossem confortados, pela união do amor, somente por ele toda comunidade cristã é capaz de adquirir as riquezas do pleno entendimento, que podem fazer o homem natural reconhecer o mistério de Deus, Cristo, no qual o Pai fez existir “...todos os tesouros da sabedoria e da ciência. “ (Colossenses 2:2-4)


Paulo desqualificou a sabedoria deste mundo, quando a questão é pregar a Cristo, nenhum dos grandes sábios deste mundo por não ver, ouvir, sentir, pode de alguma forma transmiti-la, quem dera ensiná-la. Inesquecível são as palavras do apóstolo João: “O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos olhos, o que contemplamos e o que as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida (pois a vida se manifestou, e nós a temos visto, e testificamos dela, e vos anunciamos esta vida eterna que estava com o Pai e a nós se manifestou)...” (1 João 1:1-2)

Se aqueles que afirmavam ser sábios, soubessem quem era Jesus, não haveria crucificação, por isso o Espírito define a vontade de Deus:



“As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam” 1 Coríntios 2:9

Admin
Admin

Mensagens : 3098
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum