AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus: 1 Samuel 12

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus: 1 Samuel 12

Mensagem por Admin em Dom Set 01, 2013 6:12 pm




Palavra - 1 Samuel 12




Samuel disse a todo Israel: "Atendi tudo o que vocês me pediram e estabeleci um rei para vocês. Agora vocês têm um rei que os governará. Quanto a mim, estou velho e de cabelos brancos, e meus filhos estão aqui com vocês. Tenho vivido diante de vocês desde a minha juventude até agora. Aqui estou. Se tomei um boi ou um jumento de alguém, ou se explorei ou oprimi a alguém, ou se das mãos de alguém aceitei suborno, fechando os olhos para sua culpa, testemunhem contra mim na presença do Senhor e do seu ungido. Se alguma dessas coisas pratiquei, eu farei restituição".E responderam: "Você não nos explorou nem nos oprimiu. Você não tirou coisa alguma das mãos de ninguém". Samuel lhes disse: "O Senhor é testemunha diante de vocês, e bem como o seu ungido é hoje testemunha de que vocês não encontraram culpa alguma em minhas mãos". E disseram: "Ele é testemunha".  Versículos 1-5
A paz de Deus diletos. O ministério de Samuel foi belíssimo, confirmando o chamado de Deus, “Samuel, Samuel”, e também o objetivo do Senhor na escolha pelo menino, “...vou realizar em Israel algo que fará tinir os ouvidos de todos os que ficarem sabendo “(1 Samuel 3:11). Dizem os estudiosos que a ministério de Samuel, é ultrapassado apenas em importância pelo Êxodo da nação de Israel. Samuel surge no momento de transição dos juízes para os reis, “ ...desse período em diante, os profetas sustentaram e fomentaram a vida espiritual da nação e foram os instrumentos através dos quais a vontade de Deus foi comunicada ao governante e ao povo “ (Moody). A palavra pode nos ensinar uma diversidade de coisas, de Gênesis a Apocalipse, até mesmo as vírgulas e pontos transmitem as mensagens espirituais de Deus. Nesse capítulo Samuel declara ao povo, que para aquilo que foi chamado, ele não omitiu seu coração de cumprir, “tudo”, ele diz, tudo aquilo que Israel pediu, ele atendeu, até mesmo um rei foi colocado através de Samuel, afinal, ele tinha acesso aos céus, ele tinha acesso as informações, num momento da história em quê, “...raramente o Senhor falava, e as visões não eram freqüentes”(1 Samuel 3:1). Bendito seja o nome do Senhor!!

O grande profeta declara que um rei governava sobre Israel, uma emotiva e clara declaração de despedida. Quanto a ele, embora seu interior se renovasse dia a dia, o exterior já estava envelhecido (2 Coríntios 4:16). Toda a vida de Samuel ele passará ali, ministrando em nome de Deus, transmitindo conselhos inefáveis, diretamente enviados do céu, seus cabelos brancos eram os sinais da sua glória, como descreve o provérbio,”A beleza dos jovens está na sua força; a glória dos idosos, nos seus cabelos brancos” (Provérbios 20:29). Aleluia!! Uma despedida emocionante, “quanto a mim” disse ele, “quanto a mim, estou guardando a fé”, Paulo também usaria a mesma expressão, “Quanto a mim, já estou sendo oferecido, e o tempo da minha partida se aproxima”(2 Timóteo 4:6), e quão maravilhoso deve ser, partir sabendo que o bom depósito está guardado. Diletos irmãos e irmãos, Samuel desempenhou as determinações do Senhor, tanto o social, quanto o espiritual se fizeram presente em sua vida, desde a juventude, desde que sua amada mãe votou ao Senhor (1 Samuel 1:11), orando silenciosamente sendo por isso confundida como uma mulher embriagada, desde que depois de desmamado ela o levou para o apresentar perante Deus, dizendo ao sacerdote  Eli: “Meu senhor, juro por tua vida que eu sou a mulher que esteve aqui a teu lado, orando ao Senhor.Era este menino que eu pedia, e o Senhor concedeu-me o pedido. Por isso, agora, eu o dedico ao Senhor. Por toda a sua vida será dedicado ao Senhor". E ali adorou o Senhor” (1 Samuel 1:26-28).  

Bendito seja Deus! Samuel desde o ventre era amparado por Deus, sua mãe era de caráter puro, aquilo que votou recebeu, aquilo que prometeu ao Senhor, cumpriu, assim Samuel levava dentro a boa educação dos pais, que eram pessoas tementes ao Senhor, Deus de Israel. Exatamente por conter dignidade, tanto em sua natureza carnal, como também na espiritual, Samuel jamais se aproveitou da sua liderança para explorar ou oprimir alguém, nenhum suborno houve em toda sua vida, nenhuma culpa recaiu sobre ele, sua consciência era totalmente purificada de qualquer acusação, ainda assim disse, “Se alguma dessas coisas pratiquei, eu farei restituição", se havia algo que alguém pudesse reclamar da sua conduta, ainda mesmo sem dever, de maneira alguma ele deixaria seu testemunho ser manchado, contudo, ele ouviu de toda a nação:"Você não nos explorou nem nos oprimiu. Você não tirou coisa alguma das mãos de ninguém", Bendito seja o Senhor para todo o sempre.

Diletos, que glorioso é para o crente a graça divina, nada mais importa do que guardar a fé, chegar ao tempo previsto para deixarmos este mundo, com um testemunho íntegro, perante a família, amigos, e principalmente diante de Deus. Samuel dizia, “aqui estou”, “até hoje estou”, porque Deus esteve comigo. O Senhor era sua principal testemunha, não havia culpa alguma nas suas mãos, o fiel fiador do seu ungido, jamais o desamparou durante o seu ministério. Devemos compreender que todos que se submetem a vontade do Senhor, são por misericórdia participantes da sua escolha, devem por toda a vida se empenhar a cumprir com dedicação a carreira cristã, não agradar a homens, agradar somente a Deus. Não somos como Samuel, não podemos nos comparar a profeta e apóstolos, exceto por uma coisa, a esperança com que esperamos.

Então Samuel disse ao povo: "O Senhor designou Moisés e Arão e tirou os seus antepassados do Egito. Agora, pois, fiquem aqui, porque vou entrar em julgamento com vocês, perante o Senhor, com base nos atos justos realizados pelo Senhor em favor de vocês e de seus antepassados. Depois que Jacó entrou no Egito, eles clamaram ao Senhor, e ele enviou Moisés e Arão para tirar seus antepassados do Egito e os estabelecer neste lugar.  Seus antepassados, porém, se esqueceram do Senhor seu Deus; então ele os vendeu à Sísera, o comandante do exército de Hazor, e aos filisteus e ao rei de Moabe, que lutaram contra eles. Eles clamaram ao Senhor, dizendo: ‘Pecamos, abandonando o Senhor e prestando culto aos baalins e aos postes sagrados. Agora, porém, liberta-nos das mãos dos nossos inimigos, e nós prestaremos culto a ti’. Então o Senhor enviou Jerubaal, Baraque, Jefté e Samuel, e os libertou das mãos dos inimigos que os rodeavam, de modo que vocês viveram em segurança. Versículos 6-11
Samuel lembrou a povo as sublimes lembranças de Moisés e Arão, quando pela mão forte do Senhor seus antepassados foram libertos da escravidão no Egito. O profeta exalta a justiça do Senhor em favor da nação. Relembra o momento em que Jacó entrou no Egito, o dia em que clamaram, e Moisés foi designado responsável por conduzi-los. Ele lança em rosto o abandono de Deus, os castigos que sobrevieram, também as bençãos que sucederam com os juízes libertadores. Tais lembranças são necessárias para vida cristã, em outro lugar no futuro, Paulo temeu que homens perversos, aos quais ele chama de lobos cruéis (Atos 20:30), se afastassem da doutrina cristã, levando com eles as ovelhas do aprisco. Samuel tem esse cuidado de relembrar o poder que sustenta o universo, o poder que livra o povo de Deus, se todavia, o povo se mantiver unido a ele.

Quando, porém, vocês viram que Naás, rei dos amonitas, estava avançando contra vocês, então me disseram: ‘Não! Escolha um rei para nós’, embora o Senhor, o seu Deus, fosse o rei. Agora, aqui está o rei que vocês escolheram, aquele que vocês pediram; o Senhor deu um rei a vocês. Se vocês temerem, servirem e obedecerem ao Senhor, e não se rebelarem contra suas ordens, e, se vocês e o rei que reinar sobre vocês seguirem o Senhor, o seu Deus, tudo lhes irá bem! Versículos 12-14
Samuel relembra o fato do desespero israelita em querer um rei, quando amonitas se dispuseram a pelejar contra ele, não esqueceu de mencionar, nem poderia, que mesmo o Senhor sendo o rei imortal, ele preferiram um rei humano:"Dá-nos um rei para que nos lidere", isto desagradou a Samuel; então ele orou ao Senhor. E o Senhor lhe respondeu: "Atenda a tudo o que o povo está lhe pedindo; não foi a você que rejeitaram; foi a mim que rejeitaram como rei “(1 Samuel 8:6-7). Na continuação das admoestações, se Israel servisse e obedecesse ao Senhor, sem qualquer tipo de rebelião, inclusive o rei, tudo lhes iria bem!!

Tudo vai bem quando a obediência é superior a nossa própria vontade. Irmãos, irmãs, Paulo chamou Deus de o Rei dos séculos (1 Timóteo 1:17), ele é o teu único Deus, a vida de Samuel foi repleta de sinceridade, ele provou das frustrações de ser carne, contudo, o Espírito nunca o deixou confuso, antes em todas as coisas era o seu auxílio. Do mesmo modo que discursou Moisés, benção pela obediência, castigo ao contrário, também Samuel não se omitiu de declarar a vontade de Deus.

Todavia, se vocês desobedecerem ao Senhor e se rebelarem contra o seu mandamento, sua mão se oporá a vocês da mesma forma como se opôs aos seus antepassados. Agora, preparem-se para ver este grande feito que o Senhor vai realizar diante de vocês! Agora não é a época da colheita do trigo? Pedirei ao Senhor que envie trovões e chuva para que vocês reconheçam que fizeram o que o Senhor reprova totalmente, quando pediram um rei". Então Samuel clamou ao Senhor, e naquele mesmo dia o Senhor enviou trovões e chuva. E assim todo o povo temeu grandemente o Senhor e Samuel. E todo o povo disse a Samuel: "Ore ao Senhor seu Deus em favor dos seus servos, para que não morramos, pois a todos os nossos pecados acrescentamos o mal de pedir um rei". Respondeu Samuel: "Não tenham medo. De fato, vocês fizeram todo esse mal, mas não deixem de seguir o Senhor, antes, sirvam o Senhor de todo o coração. Não se desviem, para seguir ídolos inúteis, que não têm qualquer proveito nem podem livrá-los, pois são inúteis. Por causa de seu grande nome o Senhor não os rejeitará, pois o Senhor teve prazer em torná-los o seu próprio povo. E longe de mim esteja pecar contra o Senhor, deixando de orar por vocês. Também lhes ensinarei o caminho que é bom e direito. Somente temam o Senhor e o sirvam fielmente de todo o coração; e considerem as grandes coisas que ele tem feito por vocês. Todavia, se insistirem em fazer o mal, tanto vocês quanto o seu rei serão destruídos". Versículos 15-25
Na rebelião haveria castigo, a mão desfavorável do Senhor, como em muitos momento aconteceu no passado. A mão poderosa do Senhor está a disposição de um coração honesto. Num só momento Samuel parece pedir silêncio, “escutem agora atentamente”, um grande feito haveria entre eles, na época da colheita, o profeta rogaria ao Senhor trovões e chuva, para reconhecimento do povo, que o Senhor reprovou a atitude deles, quando em seus corações foram levianos em pedir um rei, falta de confiança. Naquele mesmo dia diletos, conforme a profecia de Samuel, o Senhor enviou os trovões e chuva, provocando um grande temor entre o povo. Quando Samuel disse que desde a juventude ele aplicou o seu coração a Deus, ali através da demonstração poderosa, todos contemplaram o quanto ele era valioso ao Senhor, homem dedicado, sem mácula, cujas palavras e pedidos chegavam ao trono da graça. Num instante o povo desesperado pediu a intercessão de Samuel, “...ore ao Senhor seu Deus em favor dos seus servos, para que não morramos, pois a todos os nossos pecados acrescentamos o mal de pedir um rei". Samuel convicto de saber o que requeria o Senhor do povo, responde a povo: "Não tenham medo. De fato, vocês fizeram todo esse mal, mas não deixem de seguir o Senhor, antes, sirvam o Senhor de todo o coração. Não se desviem, para seguir ídolos inúteis, que não têm qualquer proveito nem podem livrá-los, pois são inúteis”. Santo é o Nome do Senhor. Todas as coisas inúteis deveriam ser esquecida, neste poderoso milagre, o povo é ensinado a honrar somente ao único Deus, demonstra também a fidelidade do Senhor com a promessa aos antepassados, o conselho de servir ao Senhor de todo o coração, é outros heróis da fé não cansaram de citar em seus escritos.

“Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todas as suas forças. “ Deuteronômio 6:5

Não deixe de servir o Senhor irmão (ã), a promessa é mesma, não estamos mais separados de Deus, seus mandamentos estão dentro do nosso coração. É maravilhoso a conduta de Samuel para com o povo, exaltando a misericórdia divina, mesmo diante de seus imensos pecados, por causa do grande NOME do SENHOR, eles não seriam rejeitados, porque na falta de alguém para jurar, o Senhor é o único capaz de jurar pelo seu próprio NOME.

“ Juro por mim mesmo"(Gênesis 22:16)

“Quando Deus fez a sua promessa a Abraão, por não haver ninguém superior por quem jurar, jurou por si mesmo, dizendo: "Esteja certo de que o abençoarei e farei seus descendentes numerosos"(Hebreus 6:13-14)

Foi prazer do Senhor tornar Israel seu povo, creiamos também, que é um prazer também para ele sermos parte do seu povo escolhido.

“Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente, enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para si mesmo um povo particularmente seu, dedicado à prática de boas obras.” (Tito 2:11-14)

Em nenhum momento da história, o Senhor teve prazer na morte de um povo, foi da sua vontade rejeitar aquele a quem elegeu, Samuel expressa de todo o coração, sua devoção ao poderoso Deus, “...longe de mim esteja pecar contra o Senhor, deixando e orar por vocês”, sempre foi essa sua missão, nos momentos em que as palavras de Deus cessaram, ele foi o escolhido para representar o Senhor, então “longe”, “muito longe”, permanecia o pecado de Samuel, isso lhe concedia a capacidade de ensinar o caminho bom e direito.

Bendito seja o Senhor!!

Jesus também veio ensinar o povo a permanecer no caminho bom e direito, temer a Senhor e o servir fielmente de todo coração através do evangelho, o dom da vida. Samuel concluí seu grande discurso com uma ameaça:

“Todavia, se insistirem em fazer o mal, tanto vocês quanto o seu rei serão destruídos"

Diletos, aprendamos com a Escritura Sagrada, Jesus não veio senão para conservação da nossa alma, não devemos insistir em permanecer separados da vida com Deus, é dever do crente orar, orar sem cessar. Deus esteve com Samuel até a sua morte:

“Faleceu Samuel; todo o Israel se ajuntou, e prantearam-no e enterraram-no na sua casa em Ramá. “ 1 Samuel 25:1

O poder e autoridade divina estavam sobre ele, certamente sua mãe sentiu muito orgulho dele, também do voto e sua atitude de cumprir aquilo que prometeu ao Senhor, conforme propósitos do próprio Deus. O povo temia ao Senhor, temia a Samuel sabendo que o Senhor estava com ele...

“E que mais direi ainda? porque o tempo me faltará, se eu falar de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas,  que pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram as promessas, taparam as bocas dos leões...” Hebreus 11:32-33

A fé...sempre ela, o justo realmente vive por ela.

E o que mais direi amados, sabendo que a mesma fé e graça repousa sobre vós.

Amando o Senhor em todo o tempo, tudo irá bem em tua vida!!!

Deus esteja contigo.

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum