AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/online: Efésios 4 ("Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro...")

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/online: Efésios 4 ("Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro...")

Mensagem por Admin em Sab Set 07, 2013 5:25 pm

Palavra - Efésios 4




“Rogo-vos, pois, eu, o preso do Senhor, que andeis como é digno da vocação com que fostes chamados, Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor, Procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz. Há um só corpo e um só Espírito, como também fostes chamados em uma só esperança da vossa vocação; Um só Senhor, uma só fé, um só batismo; Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós. Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo. Por isso diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, E deu dons aos homens. Ora, isto-ele subiu-que é, senão que também antes tinha descido às partes mais baixas da terra? Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas. “ Efésios 4:1-10
Se foste chamado a pureza irmão (ã), ande conforme a pureza com que foi chamado (a), não permita seu coração, trilhar o caminho da liberdade ilusória do mundo, mantenha seu espírito prisioneiro de Cristo, tendo como exemplo a afirmação de Paulo, “eu, o preso do Senhor”, você também está preso (a) com o Senhor no reino celeste, de forma alguma isso retrata uma prisão, mas o escape concedido pela misericórdia, para que nunca mais sejamos escravos, e sim, totalmente livres pela graça existente em Cristo Jesus. Paulo escreveu sua carta aos efésios quando estava na prisão, há cerca de 2000 anos, seu incentivo no primeiro versículo desse capítulo demonstra o grande amor ao seu ministério, também a igreja (entre tantas outras) que ele pregou o evangelho de Cristo, ele roga a igreja exaltando a vocação para qual seus membros foram chamados, coisas que também nós devemos considerar dia após dia, não éramos dignos, foi o Senhor quem nos concedeu dignidade, de sermos chamados cristãos, na adoção realizada por seu Filho amado.

Santa vocação!!! (2 Timóteo 1:9)

Participantes da vocação celestial!!! (Hebreus 3:1)

Nenhum de nós tinha vocação natural para ser cristão, o novo nascimento em Cristo nos eleva a essa condição sensacional, de deixarmos para trás nosso velho homem, para ser uma nova criatura por intermédio de Cristo, unicamente por vontade de Deus, “...pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus antes preparou para que andássemos nelas” (Efésios 2:10). Os requisitos necessários para o cristão, estão no exemplo de Cristo, humildade, mansidão, resignação para enfrentar coisas contrárias a natureza divina, da qual agora somos participantes, o amor segue sendo o suporte essencial para todas as situações. Amados, não somos capazes de guardar a unidade, senão unicamente através do Espírito que emite paz. Religiões insistem numa diabólica exclusividade, já o Espírito esclarece que existe apenas um corpo unido a cabeça, como também o próprio Espírito é um, o chamamento do cristão explica Paulo, também é realizado através de uma só esperança, cujo vocação é confirmada ao crente, não são coisas possíveis ao homem comum, somente algo enviado do céu pode conseguir que seja assim.

A excelência da unidade:

 Um só Senhor
 Uma só fé
 Um só batismo
 Um só Deus


A igreja não pertence a vários deuses, mas ao único e verdadeiro. O apóstolo exalta a soberania daquele que tornou Jesus “...Senhor e Cristo”(Atos 2:36), o grande consumador da fé, que subiu aos céus para enviar o consolador, que foi derramado sobre toda a carne,  sendo a principal garantia do amor de Deus (Romanos 5:5). Diletos, todos que foram batizados com água, também foram batizados com o Espírito, “...pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito”(1 Coríntios 12:13).

Pertencemos definitivamente ao Pai de todos, que é sobre nós (todos), e por nós (todos), e está em nós (todos) para sempre. Bendito seja o Senhor!! Não devemos ficar alienados da suprema PALAVRA de Deus, nem acostumados aos desejos de carne, que anulam o conhecimento da vontade de Deus, como se algum problema em nossa vida, fosse mais importante do que Deus (o Pai de todos) realizou por intermédio de Jesus, que já resolveu de antemão todas as coisas em desequilíbrio.

A graça que recebemos é segundo Cristo, revelaNDO que o Pai, o Filho, e o Espírito habitam o crente, controlam sua vida.

O homem natural esteve aprisionado até que o espiritual fosse revelado, quando enfim Jesus concedeu liberdade aos filhos da fé, dando dons ao que era destituído da glória divina.

“Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas. “

Jesus capturou aquilo que nos tinha capturado, e anulou o seu poder. (Moody)
Amados que pertencem ao corpo da igreja, Jesus penetrou nos céus, nele se cumpriu todos os propósitos divinos, fomos abençoados com toda benção espiritual nas regiões celestes (Efésios 1:3), o “Pai de todos” nos escolheu, somente em Jesus poderíamos nos tornar irrepreensíveis, participantes da sua natureza, “...nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus, a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento. E nos revelou o mistério da sua vontade, de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo, isto é, de fazer convergir em Cristo todas as coisas, celestiais ou terrenas, na dispensação da plenitude dos tempos”(Efésios 1:7-10).

Então nele somos mais do que amparados, somos preparados para todas as coisas, tendo a garantia de “grandíssimas e preciosas promessas” (2 Pedro 1:4).

A carta aos efésios é de uma genialidade espiritual, concedida a uma comunidade, estendida aos cristãos de todo mundo, de todas as épocas.

Amados, sejamos cristãos no interior, andando com toda a dignidade, do céu procedeu a nossa vocação, nela não existe arrependimento, nem coisa alguma que pode nos separar do amor de Deus.

O homem natural esteve aprisionado até que o espiritual fosse revelado, quando enfim Jesus concedeu liberdade aos filhos da fé, dando dons ao que era destituído da glória divina.
Deus esteja com todos.

Admin
Admin

Mensagens : 2941
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum