AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/online: 1 João 2:9-29

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/online: 1 João 2:9-29

Mensagem por Admin em Dom Nov 03, 2013 4:48 pm








Palavra - 1 João 2:9-29



Graça e paz amados. O “apóstolo do amor” um sublime adjetivo para um líder, que almejava o bem estar da igreja. Combatente intenso de qualquer heresia, João “tocou” na palavra da vida, era pleno do conhecimento do Filho de Deus, do seu amor, da sua missão. João se tornou testemunho do amor de Cristo, segundo consta, suas epístolas foram escritas em cerca de 90 A.D. para seus “filhinhos”, como explicação da missão do Filho de Deus, o advogado, o intercessor, que não deseja que ninguém peque, porém, se alguém pecar, a sua justiça junto ao Pai estaria a seu favor. Bendito seja Deus! O apóstolo exalta o amor, a liberdade concedida através de Cristo, que homem algum pode se intrometer, nem tirar, nem novamente colocar uma alma em cativeiro, no achismo de defender a pura doutrina, quando a pura doutrina é baseada no amor. Santo é o Senhor! Por isso diz João, quem afirma estar na luz, mas odeia seu irmão, continua nas trevas. Se alguém pecou, sendo privado da sua liberdade, sem que alguém se disponha como disse Tiago, a fazê-lo retornar para a verdade, sabendo que existe um método divino para que isso aconteça, então, são os líderes que não estão segundo a regra de Cristo, porque ele tanto advoga, quanto pode tornar a trazer, aquele, aquela, que o homem já acha completamente perdido.

“Meus irmãos, se algum de vocês se desviar da verdade e alguém o trouxer de volta, lembrem-se disso: Quem converte um pecador do erro do seu caminho, salvará a vida dessa pessoa e fará que muitíssimos pecados sejam perdoados. “ Tiago 5:19-20

Nada pode nos livrar do amor de Cristo, porque ele continua a interceder, tais palavras não são um incentivo ao pecado, são consolo para alma, porque todos os dias somos levados ao matadouro pelo amor ao Pai.

“Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo. “ 1 João 2:1

O desprezo ao pecador é pecado, quem ama permanece na luz, não tropeça, isso é bom, é suave diante de Deus, a união entre irmãos. Logicamente vivemos uma época, em que se alguém “caiu”, perdeu-se para sempre, se alguém “desviou”, viverá torto para sempre, enquanto isso as trevas somente vão aumentando, enquanto o amor vai diminuindo, e os tropeços ficando  constantes. Quem ama a seu irmão diz João, permanece na luz, o ódio ao irmão pela tradição da religião, faz com que a comunidade ande nas trevas, totalmente cega. Ninguém sabe como aconteceu o pecado, como tomou forma, outrossim, ninguém foi ofendido pelo pecado alheio, conforme explicou Davi:

“Tem misericórdia de mim, ó Deus, por teu amor; por tua grande compaixão apaga as minhas transgressões. Lava-me de toda a minha culpa e purifica-me do meu pecado. Pois eu mesmo reconheço as minhas transgressões, e o meu pecado sempre me persegue. Contra ti, só contra ti, pequei e fiz o que tu reprovas, de modo que justa é a tua sentença e tens razão em condenar-me. Sei que sou pecador desde que nasci, sim, desde que me concebeu minha mãe. “ Salmos 51:1-5

O apostolado orientou a igreja:

“Irmãos, se alguém for surpreendido em algum pecado, vocês, que são espirituais deverão restaurá-lo com mansidão. Cuide-se, porém, cada um para que também não seja tentado. Levem os fardos pesados uns dos outros e, assim, cumpram a lei de Cristo. “ Gálatas 6:1-2

E Corinto Paulo aconselhou a expulsão de um irmão, que deitou com a mulher de seu pai, esse realmente deveria ser expulso da comunhão...não do céu.


“Apesar de eu não estar presente fisicamente, estou com vocês em espírito. E já condenei aquele que fez isso, como se estivesse presente. Quando vocês estiverem reunidos em nome de nosso Senhor Jesus, estando eu com vocês em espírito, estando presente também o poder de nosso Senhor Jesus Cristo, entreguem esse homem a Satanás, para que o corpo seja destruído, e seu espírito seja salvo no dia do Senhor.” 1 Coríntios 5:2-5


Tudo o que o apostolado desejava, é o que o amor permanecesse entre irmãos, em outro lugar Paulo almejava o arrependimento de alguns na mesma igreja de Corinto:

“Temo que haja entre vocês brigas, invejas, manifestações de ira, divisões, calúnias, intrigas, arrogância e desordem. Receio que, ao visitá-los outra vez, o meu Deus me humilhe diante de vocês e eu lamente por causa de muitos que pecaram anteriormente e não se arrependeram da impureza, da imoralidade sexual e da libertinagem que praticaram. “ 2 Coríntios 12:20-21

Veja que a imoralidade sexual é destaque, como hoje também da mesma forma, a diferença é que Paulo desejava o arrependimento, o retorno a verdade conforme disse Tiago, a manutenção da comunhão na luz como aconselhou João. Os nosso pecados afirma João, foram perdoados graças ao Nome do Filho de Deus, o apóstolo escreveu aos pais, conhecedores de Cristo, aos jovens, dizendo que o maligno já foi vencido. Destaca o pregador que a juventude e o vigor são passageiros (Eclesiastes 11:10), João exalta que a juventude e o vigor, fazem dos jovens mais fortes, porque a palavra de Deus está dentro de cada um. Ordena a Deus para não amarem o mundo, dedicarem sua vida a amar a Deus, como outra vez disse o pregador:” Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e antes que se aproximem os anos em que você dirá: "Não tenho satisfação neles"...(Eclesiastes 12:1)

Deus amou o mundo de tal maneira, que quem deseja amar o mundo mais do que ao Pai, mostrará perante Cristo, que o amor do Pai não está nele. Pois o que haveria de bom no mundo para que Cristo morresse por ele?

“Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. “ João 3:16

Tiago diz que se alguém quiser ser amigo do mundo, torna-se inimigo de Deus (Tiago 4:4), explica o Espírito que tudo o que há no mundo, cobiça da carne, dos olhos, ostentações de bens, não provém de Deus, mas do mundo que passa, enquanto que aquele que faz a vontade de Deus permanece:

“Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito. “ Gálatas 5:24-25

Anuncia o apóstolo, “filhinhos, esta é a última hora”, parece faltando poucos momentos para a manifestação do contrário a Cristo, do anticristo com suas heresias. Eles já estavam presentes, eles continuam presentes em nosso tempo, realmente irmãos, irmãs, esta é a última hora, o mas terrível relata João, que os opositores saíram do meio da igreja, pareceram em dado momento adeptos da mesma comunhão, mas a verdade é que nunca foram reais, se realmente amassem a Cristo teriam permanecido.

“Filhinhos, esta é a última hora; e, assim como vocês ouviram que o anticristo está vindo, já agora muitos anticristos têm surgido. Por isso sabemos que esta é a última hora. Eles saíram do nosso meio, mas na realidade não eram dos nossos, pois, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; o fato de terem saído mostra que nenhum deles era dos nossos. “ 1 João 2:18-19
Alguns usam essa passagem para atacar o abandono de uma religião, pelo ideal de uma nova ramificação, aqui joão revela o procedimento do anticristo, não alguém que saiu de alguma denominação por alguma divergência, para assumir compromisso com outra, que acha ser mais apropriada a seu coração. Se alguém chama o seu irmão de anticristo, sem saber a noção do real significado, atacando-o simplesmente por assumir uma nova religião, uma nova identidade que não interfere no seu amor por Cristo, ressalta o ódio ao próximo que João está condenando. Todo aquele que se opõe a doutrina do amor, permanece em trevas, jamais conheceu a Cristo, haverá ainda um tempo próximo a volta de Cristo, que a perseguição se tornará ainda mais terrível, logo, novamente uma coisa não está ligada a outra, pois diz a palavra, que não importa a religião, importa que os verdadeiros adoradores, adorem o Pai em espírito e em verdade, “...são estes os adoradores que o Pai procura.”(João 4:23)

Quem não confessa a Cristo é o anticristo...

Quem tem a Cristo na sua plenitude, nunca será considerado apóstata, tem a unção do Santo que concede conhecimento. João faz ao contrário de algumas religiões, ele não fala ao rebanho como se de nada soubessem, “... mas porque vocês a conhecem e porque nenhuma mentira procede da verdade “, para quem lida com a verdade, fica ainda mais fácil receber conselhos, diferente de alguns, que desconhecendo a verdade, preferem acreditar em tudo que ouvem. Bendito seja o Senhor!

Amados, quem não nega a Cristo, faz parte do mesmo corpo, quem ama a Cristo, ama o próximo, ama a verdade, o único mentiroso nega a Cristo, esse João considera como o anticristo, “...aquele que nega o Pai e o Filho. Todo o que nega o Filho também não tem o Pai; quem confessa publicamente o Filho tem também o Pai”, isso nada tem haver com o fato da escolha de uma religião, sabendo que até mesmo isso Deus julgará, porque alguns preferem ouvir apenas o que o ouvido deseja. Por isso novamente o Espírito orienta a igreja, através de João, “...quanto a vocês, cuidem para que aquilo que ouviram desde o princípio permaneça em vocês. Se o que ouviram desde o princípio permanecer em vocês, vocês também permanecerão no Filho e no Pai.” ( 1 João 2:24)

Se o conteúdo da mensagem divina, o santo evangelho, está em nosso interior, também o Filho e o Pai estão, pelo Espírito somos garantidos. Se o nosso exterior vivia uma vida sem Deus, é em nosso interior que ele habita agora. As palavras de João combatem duramente as heresias, que se apresentavam para diminuir o sacrifício do Filho de Deus, com objetivo de nenhuma delas penetrar os corações de seus “filhinhos”. Aqueles que estiveram no meio da igreja, agiam induzidos pelo pai da mentira, aqueles que nunca conheceram a Cristo, atacavam a comunhão da igreja com doutrinas nocivas a saúde espiritual.

Amados, hoje mediante o “check-up do Espírito”, entregue sua vida a amar, realmente não existe nada mais saudável para alma do que amar. Através do amor de Deus, ele nos fez uma promessa: “...a vida eterna” (1 João 2:25). Se permanecermos em Cristo temos a vida eterna, escreveu estas coisas João, como forma de proteger a igreja dos enganadores, dos homens heréticos. A unção está em ti, irmão, irmã, Deus escreveu para você, é o Espírito que dá entendimento sobre todas coisas, para que outros ensinamentos se a unção de Cristo está sobre nós?

“Quanto a vocês, a unção que receberam dele permanece em vocês, e não precisam que alguém os ensine; mas, como a unção dele recebida, que é verdadeira e não falsa, os ensina acerca de todas as coisas, permaneçam nele como ele os ensinou.” 1 João 2:27
O Espírito diz que Deus nos ouve em tudo o que pedimos, sabendo que podemos alcançar as petições que fizemos (1 João 5:15), claro, se soubermos pedir direito, de acordo a vontade de Deus. João adentra por um assunto ainda mais misterioso, aquele que diz para não orar pelos que pecarem para morte (1 João 5:16), ora, toda a iniquidade é pecado, existe pecado que não é para morte, quem nasce da semente divina, não peca, Deus conserva sua alma, João sabia que sua alma pertence a Deus, igualmente diz isso também referente a igreja que permanece em Cristo, enquanto o mundo permanece no maligno. Os cristão tem não por mérito, por misericórdia um advogado, a palavra nos livra de qualquer arrogância quanto a dizer que não temos pecado, e que também, “...se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça “(1 João 1:9), é também concedido o direito de orar para irmãos que pecaram, como falou Paulo, assim também falou João, “...se alguém vir pecar seu irmão, pecado que não é para morte, orará, e Deus dará a vida àqueles que não pecarem para morte”, por estes João adverte para não orar, afirmando apenas, que toda iniquidade é pecado, embora haja alguns pecados que não são para morte (1 João 5:17), aqui não existe menção a qual pecado, devemos nos ater que o apóstolo se referiu ao anticristo, de alguns que saíram do meio da igreja, certamente para estes não existe uma oração digna que possa purificar o seu pecado.

Outra vez o inefável conselho:

“Filhinhos, agora permaneçam nele para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e não sejamos envergonhados diante dele na sua vinda. Se vocês sabem que ele é justo, saibam também que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele. “1 João 2:28-29
Se permanecemos em Cristo, manifestaremos com ele. Se o Filho de Deus é justo, devemos a ele justiça de nossa parte, caso contrário não temos a sua semente, a única capaz de regenerar o velho homem, evitando que sejamos envergonhados. O amor de Deus está derramado em nossos corações através do Espírito, examinemos nesta última hora, se realmente estamos transbordando amor, iluminados pela presença do Filho e do Pai.

“Há só um legislador que pode salvar e destruir.” (Tiago 4:12)

O amor de Deus conceda paz a todos. Quão bom e suave é os irmãos viverem em comunhão...(Salmo 133-1)

Deus abençoe!!

Admin
Admin

Mensagens : 2941
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum