AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Aquele que vem virá, e não demorará (A partir de Cristo as possibilidades se tornaram eternas)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aquele que vem virá, e não demorará (A partir de Cristo as possibilidades se tornaram eternas)

Mensagem por Eldier Khristos em Seg Nov 18, 2013 6:44 pm





“Mas eu diria que os pensamentos são do apóstolo, mas a enunciação e fraseologia pertencem a alguém que registrou o que o apóstolo disse, como alguém que tivesse anotado despreocupadamente o que o mestre ditava. Se portanto, qualquer igreja considera esta epístola como escrita por Paulo, que seja elogiada por isso, pois não foi sem motivo que aqueles homens da antiguidade a transmitiram. Mas quem realmente escreveu a epístola, só Deus sabe “ (Eusébio, Ecclesiastical History).
A partir de Cristo as possibilidades se tornaram eternas. Em Hebreus 10 confirma que a lei concedeu apenas uma sombra dos benefícios, debaixo dela o homem não conseguia visualizar a realidade dos benefícios, justamente pela incapacidade dos sacrifício anuais, em aperfeiçoar os adoradores de Deus (10:1).

“Logo, a lei é contra as promessas de Deus? De nenhuma sorte; porque, se fosse dada uma lei que pudesse vivificar, a justiça, na verdade, teria sido pela lei. Mas a Escritura encerrou tudo debaixo do pecado, para que a promessa pela fé em Jesus Cristo fosse dada aos crentes. “ Gálatas 3:21-22

O próprio apóstolo Paulo admite, que conheceu o pecado por causa da lei (Romanos  7:7), seria um imenso retrocesso naquela época, também agora, achar que as obras da lei ampararam o conhecimento da graça.

“ Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo...” Tito 3:4-5

Voltando ao texto de Hebreus 10, se a velha aliança tivesse poder para permanecer, os sacrifícios certamente deixariam de serem oferecidos, pois os adoradores purificados, não sentiriam mais culpa de seus pecados (10:2). Ela nunca resolveu o velho problema do pecado, a insuficiência do sangue de touros e bodes ficou evidente, por isso revela o Espírito Santo:


“Por isso, quando Cristo veio ao mundo, disse: "Sacrifício e oferta não quiseste, mas um corpo me preparaste; de holocaustos e ofertas pelo pecado não te agradaste". Então eu disse: Aqui estou, no livro está escrito a meu respeito; vim para fazer a tua vontade, ó Deus. Primeiro ele disse: "Sacrifícios, ofertas, holocaustos e ofertas pelo pecado não quiseste, nem deles te agradaste" ( os quais eram feitos conforme a Lei ). Então acrescentou: "Aqui estou; vim para fazer a tua vontade". Ele cancela o primeiro para estabelecer o segundo.  “ Hebreus 10:4-9

Um corpo preparado para vencer o pecado.

Quando chegou a plenitude dos tempos (Gálatas 4), o Filho de Deus foi enviado ao mundo, para através da vontade do Pai santificar seus escolhidos, por meio do sacrifício do corpo de Jesus Cristo, oferecido de uma vez por todas (Hebreus 10:10).

A grandeza da misericórdia:

“Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. “ Romanos 8:32-33

Na velha aliança o sacerdote exercia seus deveres religiosos (Hebreus 10:11), como tentativa de remover os pecados dele e do povo. Jesus (o grande mediador do Novo Testamento) exerceu uma vez de acordo a vontade do pai, um único (e perfeito) sacrifício pelos pecados, assentando-se a direita do Pai. Ordena a palavra que olhemos para ele atentamente, pois ainda todos os inimigos serão colocados como estrado dos seus pés, diz a Escritura que “...o último inimigo a ser destruído é a morte” (1 Cor. 15:26), mas todos nós que estamos em Cristo, já estamos livres da servidão da morte, do império do diabo (Hebreus 2:14), pelo único eficaz sacrifício fomos aperfeiçoados para sempre.

O Espírito testifica todas estas coisas, através de palavras ditas anteriormente pelo profeta Jeremias (cap. 31:33):

“Esta é a aliança que farei com eles, depois daqueles dias, diz o Senhor. Porei as minhas leis em seus corações e as escreverei em suas mentes" Hebreus 10:16


Acrescentando ainda que não haveria recordação dos pecados e iniquidades, explicando que onde essas foram perdoadas, não há mais necessidade de sacrifícios. Portanto, já naquela época convocava o Espírito aos hebreus, para adentrarem com confiança no Santo dos Santos pelo sangue de Jesus, se no local sagrado somente o sacerdote poderia falar diretamente com Deus, hoje por Jesus Cristo nós recebemos o direito de ter acesso ao Pai, ocorrido por um novo e vivo caminho que ele nos abriu por meio do véu, “...isto é, do seu corpo” (Hebreus 10:20),


Quando o Seu corpo foi rasgado na cruz, o véu entre Deus e os homens também foi rasgado, dando acesso imediato a Deus. E Cristo é o grande sacerdote, ou grande sumo sacerdote, como em 4:14, matizando o trabalho de um grande sacerdote no santuário. (Moody)
Moisés foi colocado como servo sobre a casa de Deus, Jesus é o grande sacerdote sobre a casa de Deus...nós. Diante de tantas e definitivas demonstrações do amor divino, a permanência debaixo da lei até que viesse o perfeito, pelo derramamento do Espírito de Deus, devemos agora nos aproximar de Deus, com um coração sincero, plenos e convictos da fé (Hebreus 10:22), com os corações aspergidos para nos purificar da consciência culpada, tendo os corpos lavados com água pura, nos apegando ainda mais a esperança proposta, prometida por um que mesmo sendo o homem infiel, a sua fidelidade se sustém. A consciência contaminada foi purificada, aqui os benefícios da graça são ainda mais evidentes, uma vez purificados, isso se transformou num incentivo para andar em amor, porque novamente revela a palavra de Deus, somos criação Dele, realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Ele preparou de antemão para que nós as praticássemos (Efésios 2:10).


O Espírito deseja a reunião da igreja, ele pede aos hebreus, que não assumam o costume de alguns, antes que encorajassem entre si essa união em comunhão com Deus, sabendo que se aproxima o dia do Senhor. É possuídos com a comunhão do Espírito, que o corpo da igreja resiste as investidas do maligno, cuja única intenção é o retrocesso espiritual, a indução a apostasia da fé.


O pecado voluntário (Hebreus 10:26):

Os hebreus receberam o conhecimento da verdade, depois do sacrifício de Cristo, outro não existe como forma de purificar, restando apenas uma terrível expectativa de juízo e fogo intenso que consumirá os inimigos de Deus (Hebreus 10:26-27). Um sacerdote segundo a ordem natural (levita), não poderia de forma alguma purificar o pecador, quem rejeitava a lei de Moisés, está escrito que morria sem misericórdia pelo depoimento de duas ou três testemunhas, cabe aqui então uma reflexão, qual será o castigo de alguém que pisar aos pés o Filho de Deus, profanar o sangue da aliança pelo qual ele foi santificado, insultar o Espírito da graça?

Não adianta o homem religioso, acrescentar tal doutrina, para justificar aqueles que desejam que fiquem fora da religião por algum pecado confesso. O Espírito falava dos homens hebreus que rejeitando a justiça de Deus, procuravam retornar a lei de Moisés, a antiga a aliança, achando ter através dela, justificação pelos seus pecados, isso realmente seria um ultraje para o sofrimento de Cristo, o grande intercessor e advogado dos que o temem e honram. O alerta é poderoso, quem se fizer inimigo da cruz de Cristo, será julgado pelo Senhor, a qual pertence a vingança (Deuteronômio 32:35-36).

Pediu Paulo aos filipenses:

“Irmãos, sigam unidos o meu exemplo e observem os que vivem de acordo com o padrão que lhes apresentamos. Pois, como já lhes disse repetidas vezes, e agora repito com lágrimas, há muitos que vivem como inimigos da cruz de Cristo. Quanto a estes, o seu destino é a perdição, o seu deus é o estômago e têm orgulho do que é vergonhoso; eles só pensam nas coisas terrenas. A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente um Salvador, o Senhor Jesus Cristo. Pelo poder que o capacita a colocar todas as coisas debaixo do seu domínio, ele transformará os nossos corpos humilhados, para serem semelhantes ao seu corpo glorioso. “ Filipenses 3:17-21



Quem conhece a verdade tem a seu favor as mãos de Deus, agora diz a palavra, que para os inimigos terrível coisa será cair nas mãos do Deus vivo ! (Hebreus 10:31)

As mãos do Senhor se estenderam para os hebreus, israelitas, judeus, também para o Israel de Deus (Gálatas 6:16), menção aqueles que não eram povo, nem poderiam alcançar misericórdia (1 Pedro 2:10), jamais pertenceram a lei, eternamente separados da comunidade de Israel, estrangeiros as promessas, sem esperança, sem Deus no mundo (Efésios 2:11-13), mas que em Cristo Jesus, foram aproximados mediante o sangue, sendo feitos filhos de Deus mediante a fé;

“...pois os que em Cristo foram batizados, de Cristo se revestiram. Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus.E, se vocês são de Cristo, são descendência de Abraão e herdeiros segundo a promessa. “ (Gálatas 3:26-29)

Alguém retroceder em benefícios das sombras, desprezando os benefícios reais em Cristo, é o ultraje que os avisos do Espírito clamam para que não ocorram. As lembranças dos primeiros tempos na graça (Hebreus 10:32), quando a iluminação de Deus estava tão intensa, mesmo com muitas lutas e sofrimentos, exposições a insultos e tribulações, são motivos de júbilo para a igreja primitiva, dos dias que protegidos pelo NOME do Senhor, que é comparado a uma torre forte (provérbios 18:10) onde se escondem os justos, os hebreus estavam solidários, entrelaçados pelo amor de Deus derramado em seus corações.

Eles foram transformados em teatro, colocados em um palco para que fossem olhados por todos; mas não vacilaram. (Moody)
A bondade diante dos aprisionados, o confisco dos bens provisórios, sabendo que “...que possuíam bens superiores e permanentes” (Hebreus 10:34), é uma lembrança dos primeiros dias, que jamais poderia ser esquecida, de modo algum deveriam abrir mão da confiança (Hebreus 10:35), pois através dela seriam ricamente recompensados.

A perseverança em favor da vontade de Deus:

“Vocês precisam perseverar, de modo que, quando tiverem feito a vontade de Deus, recebam o que ele prometeu; pois em breve, muito em breve "Aquele que vem virá, e não demorará. Mas o meu justo viverá pela fé. E, se retroceder, não me agradarei dele". Nós, porém, não somos dos que retrocedem e são destruídos, mas dos que crêem e são salvos. “ Hebreus 10:36-39

Retroceder para sombras jamais...

“Porque, se o que era transitório foi para glória, muito mais é em glória o que permanece. “ 2 Coríntios 3:11


Uma citação do profeta Habacuque (cap 2:3) é relembrada, “...aquele que vem virá, e não demorará” , também onde diz “...mas o justo viverá da fé” (cap. 2:4), para qualquer época retroceder é algo terrível para os corações que receberam a iluminação divina.

Paulo testificou aos irmãos que seu grande desejo era chegar a ressurreição dos mortos, não julgava tê-la alcançado, mas a persistência era sua marca, porque depois que o apóstolo conheceu a Cristo, esqueceu-se das coisas que para trás ficaram, preferindo avançar para as que estavam adiante, cujo alvo é a salvação.

O prêmio da vida eterna vem pela soberana vocação de Deus (Filipenses 3:14-13), ele não ocorre sem o Filho que foi enviado ao mundo na plenitude dos tempos.

Retroceder jamais! Diariamente devemos avançar para Cristo, o efeito permanente de Deus.

Graça e paz!

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum