AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Estamos Vivendo nos Últimos Dias ou na Igreja Primitiva?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Estamos Vivendo nos Últimos Dias ou na Igreja Primitiva?

Mensagem por Eldier Khristos em Ter Dez 17, 2013 7:30 pm





Brandon Vallorani

Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto

Você já se perguntou por que a igreja ainda está aqui após 2.000 anos? No passado, eu cria que estávamos vivendo nos últimos dias da história humana e que Jesus iria retornar a qualquer momento para arrebatar Sua igreja e julgar o mundo. Cresci nos anos de 1970, quando livros apocalípticos como The Late Great Planet Earth de Hal Lindsey invadiam as igrejas americanas. Em adição às centenas de sermões sobre o assunto, lembro-me vividamente o tempo quando a nossa igreja assistia a série Thief in the Night [Ladrão na Noite].

Caso você não se lembre, a série consistia dos seguintes filmes assustadores.

1. A Thief in the Night [Um Ladrão na Noite]
2. A Distant Thunder [Um Trovão Distante]
3. Image of the Beast [Imagem da Besta]
4. Prodigal Planet [Planeta Pródigo]

O conceito poderoso e aterrorizador de um apocalipse iminente definia minha visão do Cristianismo em meus anos de casado. E embora possa ter me ajudado a desenvolver um temor a Deus, no final essa visão me deixou com muitas questões sem respostas. Questões como, por que os escritores do Novo Testamento sempre se referem à vida de Cristo como sendo próxima e no tempo de vida deles? E por que o livro de Apocalipse diz que os eventos do livro estão “próximos” e “brevemente devem acontecer”? Se a Bíblia é inspirada por Deus, e de fato é, por que os escritores não entenderam que o retorno de Cristo seria após mais de 2 000 anos? Além do mais, porque Cristo estabeleceria uma igreja no primeiro século que estava condenada a se deteriorar e falhar após apenas 20 séculos? Assistir até tarde da noite Jack Van Impe e John Hagee, com seus elaborados quadros e gráficos proféticos e nenhuma alternativa real, me mantiveram trancado no sistema. Quanto mais complicava a história, mais convincente se tornava.

Contudo, meu castelo de areia apocalíptico finalmente desmoronou, quando assisti a um vídeo chamado Demystifying Revelation [Desmistificando o Apocalipse] com Gary DeMar, Ken Gentry e Ralph Barker no ano de 2000. Lembro do incrível encorajamento que recebi quando ouvi eles dizerem que a Bíblia quer dizer exatamente o que diz quando se referindo ao tempo do retorno de Cristo. Usando a história, eles mostraram como a maioria dos eventos proféticos da Bíblia foi cumprida com exatidão estonteante nos anos precedentes e incluindo a destruição de Jerusalém em 70 d.C. Imploro que você tire os óculos dos “últimos dias” por um momento e leia os seguintes versículos novamente:

Mateus 16:27-28 “Porque o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então dará a cada um segundo as suas obras. Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino”.

Mateus 24:29-34 “E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam”.

Romanos 16:20 “E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém”.

Hebreus 10:37 “Porque ainda um pouquinho de tempo, E o que há de vir virá, e não tardará”.

Tiago 5:7-9 “Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e seródia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta”.

1 João 2:18 “Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora”.

Apocalipse 1:1 “Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que brevemente devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo”.

Apocalipse 1:3 “Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo”.

Apocalipse 22:6-7 “E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em breve hão de acontecer. Eis que presto venho: Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro”.

Apocalipse 22:10 “E disse-me: Não seles as palavras da profecia deste livro; porque próximo está o tempo”.

Se a Bíblia é inspirada por Deus, e de fato é, podem essas muitas passagens ter errado o tempo do retorno de Cristo? Claro que não! Sejamos honestos com o texto. Mateus 24:34, por exemplo, requer que A Grande Tribulação ocorra antes daquela presente geração (aproximadamente 40 anos) passar. Adicione aproximadamente 40 anos a 33 d.C., e você se encontrará no meio de um dos eventos mais horríveis da história: a crucificação de milhões de judeus, a destruição do Templo, e a destruição em chamas da Cidade Santa de Jerusalém. O sistema inteiro do Antigo Pacto desmoronou naqueles dias.

Nem sequer um sacrifício foi oferecido pelo povo judeu desde aquele tempo. A maioria das pessoas falha em perceber que esse foi talvez o evento mais significante na história profética.

Sei que você é cético e tem várias perguntas, de forma que lhe encorajo a ler Is Jesus Coming Soon? e Last Days Madness de Gary DeMar, para mais informações. Sua capacidade de interpretar a Bíblia com franqueza e seu estilo
de escrita claro lhe cativará e edificará sua fé.

Se a grande tribulação é um evento passado, o que dizer sobre o retorno de Cristo? Em Mateus 24:30, Jesus declara:

Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.

A maioria dos cristãos crê que isso está se referindo à Segunda Vinda de Cristo. Mas está? Jesus está na verdade citando diretamente Daniel 7:13-14, onde lemos:

Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem; e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem; o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino tal, que não será destruído. Claramente, essa passagem ensina que Jesus está vindo nas nuvens do céu e NÃO descendo à Terra. Ele está indo até Deus o Pai, que lhe dará um Reino eterno. Esse evento deve ter acontecido antes de 70 d.C., pois Jesus disse que todo o Sermão no Monte da Oliveira seria cumprido antes daquela geração passar. É verdade que um dia Cristo retornará à Terra corporalmente (1Ts. 4:16) e derrotará o seu último inimigo, que é a morte (1 Coríntios 15:25-26). Até então, ele está reinando no céu sobre o trono de Seu pai Davi (Atos 2:33-36 e Hebreus 1).


Se a maior parte da profecia já se cumpriu, e agora? Existe algo que ainda acontecerá no calendário profético de Deus? Lógico! A parte mais obscura da história humana passou. Agora temos a esperança de um Reino já presente, que continuará crescendo e se expandindo. No livro de Daniel, temos uma imagem vívida do tempo, poder e escopo do Reino de Cristo. Daniel 2 nos fala sobre o sonho que o Rei Nabucodonosor teve da grande estátua de ouro, prata, bronze, ferro e barro. Daniel interpreta a estátua como representando quatro reinos que governariam sobre a Terra: Babilônico, Medo-Persa, Grego e Romano. Incidentalmente, essa passagem não ensina que haverá um segundo ou
“revivido” império romano no futuro. A pedra que esmaga a estátua no versículo 34-35 representa o Reino de
Cristo. Em Daniel 2:44, Daniel declara que nos dias do quarto reino (Roma), “o Deus do céu levantará um reino que não será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo; esmiuçará e consumirá todos esses reinos, mas ele
mesmo subsistirá para sempre”. Centenas de anos após Daniel fazer essa profecia extraordinária, João o Batista aparece em cena, durante o império romano, e chama o povo a se “arrepender, porque é chegado o reino dos
céus” (Mt. 3:2). Sem dúvida, Jesus também ensinou que o Seu reino estava para ser inaugurado. Em Mateus 4:17, Jesus também declara: “Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus”.

O Reino de Deus está crescendo, e apenas começamos. Em Deuteronômio 7:9, Deus promete que seu amor e fidelidade se estenderão a milhares de gerações. E Gálatas 3 nos lembra que todos aqueles que têm fé em Cristo são herdeiros da promessa de Israel. Se uma geração tem aproximadamente 40 anos, então completamos apenas uns 6.000 anos de história e temos pelo menos 34.000 anos a seguir! Não estamos vivendo nos últimos dias – estamos vivendo na igreja primitiva! Cada decisão que tomamos hoje, especialmente como educamos os nossos filhos, terá um impacto nos milhares de anos vindouros. Deus nos deu uma oportunidade para fazer um impacto tremendo pelo Seu reino. Esse é um período excitante para estar vivo na história. Não seja pego pelo sensacionalismo catastrófico da mídia liberal e dos escritores proféticos. Pelo contrário, pense nos netos dos seus netos. Que tipo de visão você deixará para eles? Para mais informações sobre o crescimento do Reino de Cristo, encorajo você a ler Postmillennialism: An Eschatology of Hope, de Keith Matthison.

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum