AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Entrevista com ancião da CCB sobre o natal (Membros estão entre os mais de quatro milhões de brasileiros que não comemoram o Natal)

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entrevista com ancião da CCB sobre o natal (Membros estão entre os mais de quatro milhões de brasileiros que não comemoram o Natal)

Mensagem por Eldier Khristos em Ter Jan 07, 2014 1:30 pm



Graça e paz,

Sabemos que nem todos deixam de comemorar o natal, inconscientemente muitos aproveitam o feriado de algum modo. A matéria abaixo exalta esse modo da ccb no "aproveitamento" da graça.

Enfim...


---------------


Membros da Congregação Cristã no Brasil estão entre os mais de quatro milhões de brasileiros que não comemoram o Natal

Cidade de Mandaguari - Paraná

Cidade conta com seis templos da igreja que considera o dia 25 como outra data qualquer

por Marcos Corazza para o Jornal Agora em 26/12/2013

Todas as religiões cristãs têm em seus preceitos que Jesus Cristo é filho de Deus e que sua pessoa é a palavra feita em carne, assumindo assim as naturezas humana e divina. Também é convergente que após sua morte e ressurreição, irá acontecer o advento de sua segunda vinda. As comunhões, no entanto, acabam na data em que os católicos acreditam ter nascido a criança que foi protagonista da história mais contada no mundo, e o Natal, que deveria unir, por ironia divide crenças.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), 4,2 milhões de brasileiros declaram pertencer a religiões para as quais o dia 25 de dezembro não tem nada de especial. Uma delas, e que está entre as religiões que mais adeptos têm no país, é a Congregação Cristã no Brasil, que possui seis templos em Mandaguari.
No entendimento de seus membros, não há na Bíblia qualquer citação ao dia do nascimento de Jesus, e a data serve apenas para pretextos puramente comerciais.

Contraposição à festa romana

O principal argumento dos cristãos que não comemoram o Natal, é que os evangelhos narram os fatos mais importantes sobre Jesus, mas trazem pouca informação sobre as circunstâncias de seu nascimento.
E para piorar o cenário, as duas únicas cronologias bíblicas sobre o nascimento de Jesus se contradizem com o evangelho; Mateus situando-o sob Herodes, e o evangelho de Lucas no momento do recenseamento dos judeus, ordenado pelo imperador César Augusto. Segundo historiadores, Herodes morreu quatro anos antes de Cristo, e o censo data de seis anos depois do nascimento.

A teoria mais aceita nos dias de hoje, é que a data de 25 de dezembro surgiu para se contrapor à principal festa religiosa dos romanos, o Sol Invencível, que se dava na noite do dia 24.

Nascimento de Cristo: assunto espiritual

A polêmica que envolve ciência e fé levou a reportagem do Jornal Agora a entrevistar o ancião de um dos templos da Igreja Congregação Cristã no Brasil existente em Mandaguari. Oscar Rodrigues da Silva, de 80 anos, pai de 10 filhos e desde os 18 batizado na denominação, não comemora datas, nem mesmo o próprio aniversário, e afirma seguir os ensinamentos do Novo Testamento da Bíblia, em que, segundo ele, a única data estabelecida é o dia da coleta, realizada no primeiro dia da semana. O resto, segundo ele, são ocasiões criadas para os mais diversos fins, desde pessoal, até comercial.

“Não há dia para isso ou aquilo, a única data especificada na Bíblia é o dia da coleta, o resto são invenções para essas festas que acontecem no mundo, e o dia 25 de dezembro, para nós, é um dia comum, como outro qualquer. Não tem no Novo Testamento uma indicação dizendo para guardar o dia 25 de dezembro como sendo data sagrada aos olhos do Senhor, por ocasião do nascimento de Jesus.”

Na opinião do ancião, a data foi montada para satisfazer o comércio entre os homens. Ele cita também, como exemplos, o Dia de Finados e a Páscoa, em que é grande a oferta e o consumo de chocolate. Para o entrevistado, o nascimento de Jesus é um assunto espiritual e trata-se de uma obra de salvação de Deus para com os homens.
“Acreditamos em Jesus, que veio ao mundo para nos salvar, e devemos ser muito gratos a Deus por isso, indo à igreja para orar e louvar. Nunca comemorei datas, nem meu aniversário. Aliás, a única vez que isso aconteceu foi devido a um filho que mora em São Paulo, que organizou um encontro com 130 pessoas da família para comemorar meus 80 anos.” Nem o batismo de Silva, ocorrido em 21 de dezembro de 1952, é comemorado pelo ancião, que a exemplo do dia 25 de dezembro, é apenas mais uma data, com o grau de importância atribuída de acordo com cada pessoa.

*Reportagem publicada na 44ª edição do Jornal Agora.

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum