AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






"Aquele Jesus que ele traiu tão depressa, voltou a vida numa velocidade bem mais superior"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

"Aquele Jesus que ele traiu tão depressa, voltou a vida numa velocidade bem mais superior"

Mensagem por Admin em Qua Jan 15, 2014 11:23 am



A revelação do traidor.

"Aquele a quem eu der este pedaço de pão molhado no prato". Então, molhando o pedaço de pão, deu-o a Judas Iscariotes, filho de Simão. Tão logo Judas comeu o pão, Satanás entrou nele. "O que você está para fazer, faça depressa", disse-lhe Jesus. Mas ninguém à mesa entendeu por que Jesus lhe disse isso." João 13:26-28

Na ausência do amor, judas se revestiu do ódio do diabo.

Todos os dias Judas via Jesus exalar o amor, para ele nada representava, seu coração já havia se voltado contra o Senhor, mas pensamos, que motivo havia para se voltar contra Jesus, o que de tão grave ele fez, nada, nada, nada, Jesus fez o máximo para salvá-lo.

"Um pouco antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que havia chegado o tempo em que deixaria este mundo e iria para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim. Estava sendo servido o jantar, e o diabo já havia induzido Judas Iscariotes, filho de Simão, a trair Jesus. " João 13:1-2

Judas aceitou o pedaço de pão, que a mão do Salvador lhe estendeu, não havia na ação de Jesus, nenhuma retaliação, o que Judas havia de fazer, já estava revelado, todo o seu interior, as trevas que o dominavam, Jesus avistou sem que seus discípulos entendessem. Satanás entrou nele, tão facilmente como se entra através de uma porta aberta, sem segurança alguma. Judas sequer lutou, demonstrou estar bem, com algo tão maligno habitando dentro dele.

Bem diferente, são os que amam o Senhor verdadeiramente, estes se tornam moradas de Deus em Espírito (Efésios 2:22). Ficou bem transparente a ação do maligno, totalmente contrária ao amor do Senhor, que naquele momento já havia lavado os pés dos seus discípulos, expondo que veio apenas para servir.

"Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vocês, lavei-lhes os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. Eu lhes dei o exemplo, para que vocês façam como lhes fiz. Digo-lhes verdadeiramente que nenhum escravo é maior do que o seu senhor, como também nenhum mensageiro é maior do que aquele que o enviou." João 13:14:16

O Espírito daria entendimento em tudo, se o "dono" do universo rebaixou-se aos pés do homens, o exemplo estava mais do que esclarecido, seus apóstolos para serem testemunhas, deveriam possuir a mesma humildade, exalar o mesmo amor, cientes de que serviam aos propósitos do Altíssimo. Lavar os pés significava se destituir de qualquer ambição, presunção, ou qualquer outro sentimento que não refletisse a ação de Jesus, naquele dia em que ele mesmo lavou os pés dos apóstolos, tendo apenas um que se rebelou ao amor...Judas.

A sujeira que deveria fazer, deveria fazer depressa, já que se propôs a aliança com Satanás, colocando o exemplo de Cristo debaixo dos pés, fizesse então depressa, honrando o seu chamado, sim, porque quando alguém se dispõe a ouvir o chamado de Satanás, torna-se sujo como ele, quando alguém deixa-se ser tragado pelo inimigo de Deus, já não existe como o amor intervir, sabendo que foi desprezado.

Quem seria louco de desprezar o amor de Deus, quem seria louco de deixar lavar seu pés, encenando um teatro, como se tivesse parte com Cristo? Judas foi capaz. Tão depressa o pão caiu no estômago, sendo noite ele saiu para dar início a mais repugnante traição da história, ele não ouviria o grande discurso de Jesus, nem o novo mandamento, cujo amor ao próximo era tão importante.

Jesus amou Judas, Judas amou o maligno, o traidor sabia por onde andava o Mestre, ele participou de várias reuniões, de vários milagres, levou consigo um destacamento de soldados, mais alguns guardas dos sacerdotes e fariseus, a noite realmente estava horrenda, tochas, lanternas, armas, como se o Salvador do mundo, fosse um bandido de alta periculosidade, quando chegaram ao destino, uma voz suave perguntou: "A quem vocês estão procurando? " João 18:1-4

O amor de Jesus isentou seus discípulos, o cálice começava a ser bebido, o Filho de Deus foi amarrado, sendo levado ao sumo sacerdote. Jesus sempre falou abertamente ao mundo, Judas o traiu em oculto, o traiu com muita pressa.

Não havia motivo para alguma acusação, coisa maravilhosa escreveria Paulo, tempo depois da morte do Salvador:

"Quem fará alguma acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica." Romanos 8:33

O diabo que tão apressadamente traiu Cristo, não tinha acusações contra ele, ele até pode possuir alguns, como possuiu Judas, mas sabe que o seu império de morte está com os dias contados (Hebreus 2:14). Judas se aliou a um ser derrotado, aquele Jesus que ele traiu tão depressa, voltou a vida numa velocidade bem mais superior.

"Quando Judas, que o havia traído, viu que Jesus fora condenado, foi tomado de remorso e devolveu aos chefes dos sacerdotes e aos líderes religiosos as trinta moedas de prata. E disse: "Pequei, pois traí sangue inocente". E eles retrucaram: "Que nos importa? A responsabilidade é sua". Então Judas jogou o dinheiro dentro do templo, saindo, foi e enforcou-se." Mateus 27:3-5

Graça e paz.




Admin
Admin

Mensagens : 3167
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum