AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: 1 Tessalonicenses 2

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: 1 Tessalonicenses 2

Mensagem por Admin em Dom Fev 23, 2014 7:02 pm



Palavra - 1 Tessalonicenses 2:17-23



Graça e paz irmãos. Como foi a semana de todos? O Espírito sempre tem algo a dizer, a ajuda de Deus para conosco é contínua, nós queremos ardentemente que o Senhor fale, fale com relação aos problemas, fale na ausência dos problemas, no sofrimento estamos próximos do Senhor, sem sofrimento a carne sempre deseja que sigamos o curso do mundo, não o curso de Jesus Cristo, a eterna oposição entre carne e espírito. Queremos fazer o que deseja o Senhor, a carne não quer, ela quer outras coisas, o espírito quer estar próximo de Deus, desejando somente o bem, a guerra constante desanima, não somos perfeitos, mas ordena a palavra que sejamos perfeitos, o que fazer? Deus quer que sejamos perfeitos, o que não conseguimos, tenhamos fé que o Senhor nos ajuda, o apóstolo Paulo admitiu que o pecado habita em nós (Romanos 7:17), por isso a luta é constante, porque nada de bom habita em nós, isto é, diz ele, em nossa carne. O desejo é de fazer o bem, até planejamos mas os nossos planos são interrompidos, o bem nunca sai da forma que queremos:

“Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.  Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim. “ Romanos 7:19-20

Então realmente somos miseráveis diante de Deus, neste corpo não podemos fazer bem algum, e quem poderia nos libertar desta morte tão terrível? Santo Deus, nenhum bem existe neste corpo, que desespero, até mesmo Paulo se desesperou, até que viesse a poderosa resposta do Espírito:

“Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado. “ Romanos 7:25

Então irmãos é no seu interior que o Senhor atua, a tendência do homem natural difere do homem espiritual, este último não tinha esperança, controlado pelo homem exterior, seu destino era fadado ao fracasso, graças a Deus pelo nascimento do novo homem, Cristo, nosso sucesso é confirmado pela graça salvadora. No íntimo Paulo tinha prazer na lei de Deus, no exterior não havia prazer algum, a não ser a oposição entre carne e espírito, surge então Cristo, aquele por quem temos a vitória.

“Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. “1 Coríntios 15:57

Irmãos, irmãs, amados, escolhidos chamados por Deus, eleitos na pessoa de Cristo, que bom é o “gosto” da vitória, a carne espera várias vitórias durante toda a vida, o espírito se alegra com a mais sensacional de todas as vitórias, aquela que Jesus consumou na cruz, sem ela, não havia possibilidade de sermos salvos, sobretudo agora, aproximados do trono da graça, a ajuda do Senhor é contínua. Paulo escreveu a igreja de Tessalônica, dizendo agradecer a Deus constantemente, por eles terem recebido a palavra de Deus, não porque eles tivessem alguma capacidade sem ser divina, mas o destaque é pelo crédito de acreditarem, que realmente e verdadeiramente a palavra de Deus falou com eles, a eficaz palavra de Deus causou grande alegria aos corações, porque foi ouvida com fé, é como se alguém recebendo os apóstolos dissessem “se você diz que estas palavras são de Deus, eu acredito que realmente são, eu aceito e sei que vão mudar a minha vida, não apenas hoje, durante e depois ela vai continuar mudando a minha vida”, bendito seja Deus. Amém! O agradecimento de Paulo junto a Deus, não cessou nunca, acredito que cada vez que ajoelhava, ele lembrava da igreja que creu na palavra de Deus, “vocês, irmãos”, foi o modo carinhoso de Paulo, ao expressar a sua felicidade, “vocês se tornaram imitadores das igreja de Deus em Cristo”, naquela região, tudo o que receberam as demais igrejas, recebeu também Tessalônica, o poder de Deus a seu favor, não somente isso, junto vieram também os sofrimentos, não poderia ser diferente, a oposição permanente da carne. Em Tessalônica os próprios conterrâneos perseguiam a igreja, como também os judeus convertidos, sofreram investidas da parte dos próprios irmãos, sendo eles mesmo os assassinos de Jesus, dos profetas, dos heróis da fé e futuramente de alguns apóstolos.

Amados, você faz parte de uma igreja, situada em algum bairro, de alguma cidade, que pertence algum estado, situado em algum país. A oposição não vai parar, nem o sofrimento, mas é gratificante quando paramos e pensamos, “eu sou participante das igrejas de Deus”, embora estejamos sofrendo, outros já sofreram, inclusive Cristo foi assassinado. Nós que queremos agradar o Senhor, sempre vamos encontrar a hostilidade do mundo. Paulo sofria para pregar a palavra, porque sempre houve o impedimento, sequer imaginamos quão difícil é alguém falar da salvação, sabendo que existe alguém impedindo que um coração seja salvo. Além de não escutar a verdade, ainda queriam impedir a verdade a outros, assim Paulo desabafou em sua carta, “dessa forma, vão sempre completando a medida dos seus pecados. Sobre eles, finalmente, veio a ira”, Deus jamais permitiria um ultraje desses, que continuassem a impedir a verdade, Deus estabeleceu além de um limite, o dia para exterminar os contrários ao bem do evangelho.

Saudades! O apóstolo relata sua saudade, o coração pequeno pela ausência, com desejo e se esforçando para logo estar presente. A companhia dos que creem em Deus, dos que falam a mesma língua, é a melhor companhia que podemos ter. Sentimos saudades da irmandade, mas se temos algo contra alguém, melhor que seja morta esta raiz, o apóstolo pelas missões espirituais, estava privado de ver o rosto de seus irmãos, seus “filhos” gerados no evangelho, mas digno é de destaque, que ainda que estivesse ausente em pessoa, no coração a alegria era incessante.

Alegre-se irmão, irmã, esta carta tem o destino do seu coração, ao cristão, a cristã, que coloca sua vida a disposição do Senhor, até mesmo os anjos sentem saudades, não são eles mesmos enviados para fazer o bem aos eleitos? (Hebreus 1:14)

Tenhamos a certeza que o espírito sente saudade das coisas do Espírito, essa relação é inquebrável diante de Deus, queremos sempre estar em companhia do que é agradável, e o que é agradável senão estar em união com os irmãos. Isso suaviza até mesmo os sofrimentos, em união está a fortaleza do cristão, quando estamos acomodados na igreja, devemos perseverar por exercer dignamente a cidadania cristã, andarmos dignamente diante do evangelho de Cristo, permanecer firmes num só espírito, lutando avidamente pela fé evangélica (Filipenses 1:27-28), sem deixar-nos nos intimidar pelos opositores. As palavras escritas pelo apóstolo são confortadoras para à igreja, imagine o líder da época lendo conselhos tão preciosos, a felicidade dele em saber que mesmo longe, havia alguém se lembrando da igreja, porque coisa infeliz é ser esquecido diante de Deus. Paulo nunca foi assim, não fundava uma igreja com outro propósito senão estabelecer ali, uma ligação espiritual com reino do Senhor, por isso Satanás queria impedir essa comunhão, por duas vezes o apóstolo foi impedido de visitar à igreja, de alguma maneira ele colocou um obstáculo, nem mesmo isso conseguiu diminuir o ânimo do apóstolo, foi aí que ele agradeceu ainda mais a Deus, onde os obstáculos são grandes, Deus é muito maior.

Você ouviu várias vezes, que Satanás quer impedir sua felicidade, e isso é verdade, a audácia dele em tentar Jesus, reflete o quanto ele odeia o bem. Ele por conhecer o desejo de Paulo, ambicionou descair o semblante do apóstolo, só que como sempre, sua investida não deu em nada, à igreja estava seguindo na plenitude a doutrina de Cristo, que Paulo o seu fiel imitador havia aprendido e repassado a eles. O fato da perfeição estar naquela localidade, aumentava ainda mais a esperança e alegria do apóstolo diante de Deus, sabendo que ali estava um povo que haveria de encontrar com Cristo na sua vinda. Glória ao Senhor eternamente! Amém.

O fato da igreja resistir incólume, guardando o bom depósito do Espírito, tornava-a para Paulo sua glória e alegria, também para todos que participavam ativamente do ministério. Quando tudo vai bem na igreja, confirma-se que também somos glória e alegria do Senhor, todos que pregaram e deram início a várias religiões, que combateram o bom combate , se vivos glorificariam igualmente como Paulo, nada mais glorioso, é saber que os corações recebem a palavra de Deus, não como se fossem dos homens, nem são guiados como pelo homens, tudo acontece porque recebem o que os homens justos falam, como se o próprio Deus estivesse falando, isso torna a palavra eficaz, a verdade com que ela é pregada, a verdade com que ela é recebida, esse era o motivo de Paulo agradecer a Deus.

Agradeça ao Senhor irmão, irmã, seu testemunho é a glória e alegria do Senhor, você pertence aos espíritos imitadores das igrejas de Deus, todos querem estar onde à igreja não segue outra coisa senão as palavras de Jesus Cristo, onde o seu comandante não trata à igreja com rispidez, mas cuida e honra, sabendo que é rebanho do Senhor, que sem Deus ele não pode abrir sua boca, para transmitir uma mensagem que não pertence a ele.

Que o Espírito possa te consolar, que neste momento, amanhã, por toda a vida, você deleite com a eficaz palavra de Deus, não é a toa que Jesus falou, que as ovelhas conhecem a sua voz (João 10:4).

Graça e paz irmãos e irmãs! Principalmente graça, principalmente paz.

Deus seja louvador. Amém.

Também agradecemos a Deus sem cessar, pois, ao receberem de nossa parte a palavra de Deus, vocês a aceitaram não como palavra de homens, mas segundo verdadeiramente é, como palavra de Deus, que atua com eficácia em vocês, os que crêem. Porque vocês, irmãos, tornaram-se imitadores das igrejas de Deus em Cristo Jesus que estão na Judéia. Vocês sofreram da parte dos seus próprios conterrâneos as mesmas coisas que aquelas igrejas sofreram da parte dos judeus, que mataram o Senhor Jesus e os profetas, e também nos perseguiram. Eles desagradam a Deus e são hostis a todos, esforçando-se para nos impedir que falemos aos gentios, e estes sejam salvos. Dessa forma, vão sempre completando a medida dos seus pecados. Sobre eles, finalmente, veio a ira. Nós, porém, irmãos, privados da companhia de vocês por breve tempo, em pessoa, mas não no coração, esforçamo-nos ainda mais para vê-los pessoalmente, pela saudade que temos de vocês. Quisemos visitá-los. Eu mesmo, Paulo o quis, e não apenas uma vez, mas duas; Satanás, porém, nos impediu. Pois quem é a nossa esperança, alegria ou coroa em que nos gloriamos perante o Senhor Jesus na sua vinda? Não são vocês? De fato, vocês são a nossa glória e a nossa alegria. 1 Tessalonicenses 2:17-23

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum