AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: Jeremias 17 ("Cura-me, Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és aquele a quem eu louvo" )

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: Jeremias 17 ("Cura-me, Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és aquele a quem eu louvo" )

Mensagem por Admin em Dom Maio 04, 2014 8:43 pm




Palavra - Jeremias 17


O pecado de Judá está escrito com estilete de ferro, gravado com ponta de diamante, nas tábuas dos seus corações e nas pontas dos seus altares. Os filhos deles se lembram dos seus altares e dos postes de Aserá, ao lado das árvores verdejantes e sobre os montes altos e sobre as montanhas do campo. As riquezas de vocês e todos os seus tesouros, eu os darei como despojo, como preço por todos os seus pecados nos altares idólatras, por toda a sua terra. Você mesmo perdeu a posse da herança que eu lhe tinha dado. Eu o farei escravo de seus inimigos numa terra que você não conhece, pois acendeu-se a minha ira, que arderá para sempre. " Assim diz o Senhor: "Maldito é o homem que confia nos homens, que faz da humanidade mortal a sua força, mas cujo coração se afasta do Senhor. Ele será como um arbusto no deserto; não verá quando vier algum bem. Habitará nos lugares áridos do deserto, numa terra salgada onde não vive ninguém. "Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto". O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? "Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras. "O homem que obtém riquezas por meios injustos é como a perdiz que choca ovos que não pôs. Quando a metade da sua vida tiver passado, elas o abandonarão, e, no final, ele se revelará um tolo. Um trono glorioso, exaltado desde o início, é o lugar de nosso santuário. Ó Senhor, esperança de Israel, todos os que te abandonarem Sofrerão vergonha; aqueles que se desviarem de ti terão os seus nomes escritos no pó, pois abandonaram o Senhor, a fonte de água viva. Cura-me, Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és aquele a quem eu louvo. " Jeremias 17:1 -14

Graça e paz irmãos e irmãs.

O pecado da nação de Judá, escritos em seu próprios corações, de uma maneira que não poderia ser apagado. Nos corações que deveriam estar atados, escritos com a lei, sob assinatura do Espírito do Deus vivo, estava a declaração dos pecados contra Deus. Aventuraram-se na honra aos ídolos de pau, virando as costas contra Deus (Jeremias 2:27-28), aos que assim procederam, ordenou o Senhor que quando estivessem em grande aflição, que chamassem então seu ídolos.

Suas riquezas não ficariam em suas mãos, esse seria o preço a pagar pela idolatria. O povo não só perderia suas riquezas, seriam escravos de inimigos desconhecidos, pois não perceberam que haviam acendido a ira do Senhor, ira que arderia para sempre. Deixaram de confiar em Deus, “maldito” é o homem que confia na sua carne, cujo coração evita a proximidade com Deus, na sua falsa ilusão de poder.

O apóstolo Paulo achou ter razões para confiar na carne (Filipenses 3:4), abandonou rápido essa confiança para ganhar a força de Jesus Cristo.

“Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.” 2 Coríntios 12:10

Diletos em Cristo, situação terrível de Judá, pouco tempo havia para ser levada a Babilônia, onde ficaria por setenta anos, nesse intervalo sua confiança estava nos homens de outras nações (os egípcios) não em Deus. A igreja tem confiança em Deus, Deus sabe que você confia nele, o consolo das Escrituras (Romanos 15:4) ativa nossa comunhão e esperança em Deus, perto dele somos fortalecidos, a armadura desgastada, é rapidamente renovada, ficando ainda mais resistente. O homem sem Deus é o mais miserável, sem a companhia de Deus, Judá seria como um arbusto no deserto, totalmente solitário, vulnerável. Não existe bem algum fora de Deus, quem não tem Deus como sua habitação, tem sua alma habitando no deserto.

O castigo de Judá é declarado, sem o fruto do Espírito, resta apenas o deserto estranho onde habita o inimigo. Bendito é a igreja que confia em Deus, o homem, a mulher, cuja confiança está no Senhor. O exemplo ficou descrito, no cativeiro somente os justos, não tiveram abstinência da presença do Senhor, homens valorosos provaram do seu amor, como árvores plantadas juntos às águas, cuja raízes são amparadas pelo ribeiro, não temendo o calor que possa destruir suas folhas, nem a ansiedade por não gerar frutos. Perto do Senhor somos mais resistentes, com sua lei dentro do nosso coração, somos confiantes e capazes, não existe nós mérito algum, é misericórdia que transforma um coração inativo, em um coração ativo, convertido, confiante.

Deus perdeu a confiança em Judá, Judá deixou de confiar em Deus. O coração enganou o povo, a doença (o pecado) se apoderou como câncer, sem a sabedoria da palavra de Deus, não havia ninguém para compreender o que estava acontecendo. Jeremias revela que o Senhor sonda os corações, “Eu o Senhor” fala Deus, “examino a mente”, “para recompensar cada um de acordo a sua conduta e obras”. Deus examinou o coração de Judá, não encontrou nenhuma justiça, somente os pecados obscuros de homens insensíveis. O profeta encontrou o trono glorioso, a esperança de Israel, ele não abandonaria Deus, nem passaria vergonha diante dele, nem teria seu nome escrito no pó, onde a qualquer momento poderia ser apagado.

Diletos, você que nunca abandonou o Senhor, que está sentindo pesar pela atitude de Judá, sinta o frescor da água viva...Cristo. Esperança de Israel, esperança da igreja, vossa esperança.

“Cristo Jesus, a nossa esperança” 1 Timóteo 1:1

Jeremias desejava ser curado, se o Senhor quisesse, ele seria, desejou também a salvação, se o Senhor quisesse, ele seria, em nenhum outro ele poderia ser curado ou salvo, nenhum homem poderia ser louvado por Jeremias, pois nenhum homem era digno de confiança. Amados, o verso é fantástico, seja a interpretação simples ou intelectual.

Jeremias queria cura, salvação, a vergonha e destruição de seus perseguidores.

Pelas feridas de Cristo fomos curados, fomos alcançados pela cura, fomos salvos pela sua vida (Romanos 5:10). As palavras de Jeremias compreendem o reinado de certo rei, até lá o pecado disseminado deixou o povo envergonhado, somente na pessoa de Cristo essa vergonha poderia cessar, bem como o pecado ser apagado.

Irmãos e irmãs, que a palavra escrita em seu coração, seja dignamente cultivada, honrando ao Senhor, fonte da água viva, que corre dentro do seu interior. Não somos um arbusto seco no deserto, somos uma árvore plantada junto as águas correntes (Salmos 1:3).

“Mas bendito é o homem cuja confiança está no Senhor, cuja confiança nele está. Ele será como uma árvore plantada junto às águas e que estende as suas raízes para o ribeiro. Ela não temerá quando chegar o calor, porque as suas folhas estão sempre verdes; não ficará ansiosa no ano da seca nem deixará de dar fruto".

Deixe agora o lamento, o Espírito te fará sorrir. Agora, se está sorrindo, alegre-se ainda mais no Senhor.

"O nome do Senhor é uma torre forte; os justos correm para ela e estão seguros." Provérbios 18:10

Graça e paz.

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum