AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Um desses casos espetaculares do plano de Deus

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Um desses casos espetaculares do plano de Deus

Mensagem por Eldier Khristos em Qui Jun 12, 2014 4:45 pm







“Acaso tropeçaram para que ficassem caídos? De maneira nenhuma! Ao contrário, por causa da transgressão deles, veio salvação para os gentios, para provocar ciúme em Israel. Mas se a transgressão deles significa riqueza para o mundo, e o seu fracasso, riqueza para os gentios, quanto mais significará a sua plenitude! Estou falando a vocês, gentios. Visto que sou apóstolo para os gentios, exalto o meu ministério,na esperança de que de alguma forma possa provocar ciúme em meu próprio povo e salvar alguns deles. Romanos 11:11-14

Considero a queda de Israel, como um desses casos espetaculares do plano de Deus. Algo que induza que o Senhor provocou tudo isso, não, sim, não, sim, que direi como homem? Como posso argumentar com certeza, o que aconteceu no curso da história, para que um povo tão amado pudesse tornar-se tão incrédulo, e por esse motivo a salvação se estender a outros povos.

Um homem, uma paz, dois povos, um povo.

Voltando um pouco antes da “encarnação” do plano:

Os gentios estavam sem Cristo, separados de Israel, sem direito a aliança, sem esperança, sem Deus no mundo (Efésios 2:12).

O plano:

Mas agora, em Cristo Jesus...” (Efésios 2:13)

O desígnio divino alterou o caminho da humanidade, os que estavam distantes foram “aproximados mediante o sangue de Deus “ (Efésios 2:13), fortíssimo processo de purificação, capaz de trazer paz aos povos de todos os lugares, nos confins da terra a barreira foi destruída, “o muro de inimizade” (Efésios 2:14), no corpo de Cristo ocorreu a anulação dos mandamentos (não a lei moral) expresso em ordenanças (Efésios 2:15).

O grande objetivo era criar um novo homem (Efésios 2:15), não para viver segundo as sombras dos benefícios da lei, mas na grande realidade dos benefícios de Cristo (Hebreus 10:1). A reconciliação veio por meio da cruz (Efésios 2:16), por meio dele recebemos o direito de termos como Israel acesso ao Pai “por um só Espírito” (Efésios 2:17).

Todos pertencemos a família de Deus, se somos da mesma família, não temos costumes diferentes.

“Antes vocês nem sequer eram povo, mas agora são povo de Deus; não haviam recebido misericórdia, mas agora a receberam. “ 1 Pedro 2:10

Em dado momento tropeçaram na pedra (Romanos 9:32), pela incredulidade caíram de joelhos, os machucados de Israel serviram para cura do mundo. Com Deus olhando para nós, um ciúme brotaria de seus corações, “os filhos de Abraão” teriam ciúmes de Deus, ao verem que também os gentios se tornariam verdadeiramente filhos de Abraão.

A concretização perfeita do plano:

“Todos vocês são filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus, pois os que em Cristo foram batizados, de Cristo se revestiram. Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. E, se vocês são de Cristo, são descendência de Abraão e herdeiros segundo a promessa. “ Gálatas 3:26-29

Jesus chocou os judeus quando declarou, que Abraão exultou por ver o dia em que o verbo seria concedido ao mundo, alegrando-se com isso (João 8:56), crendo com toda devoção na pessoa que iria sustentar a promessa realizada por Deus (Hebreus 2:15). Um estudioso declarou que Abraão não estava com Deus no começo, Jesus estava, quando os judeus viram um homem, com menos de cinquenta anos declarar que antes de abraão ele já existia (João 8:58), a incredulidade transbordou ao extremo do desejo de apedrejarem o Filho de Deus.

Quando curava pelo poder de Deus um aleijado, o discurso de Pedro manifestou a incredulidade dos israelitas:

"Israelitas, por que isto os surpreende? Por que vocês estão olhando para nós, como se tivéssemos feito este homem andar por nosso próprio poder ou piedade? O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus dos nossos antepassados, glorificou seu servo Jesus, a quem vocês entregaram para ser morto e negaram perante Pilatos, embora ele tivesse decidido soltá-lo. Vocês negaram publicamente o Santo e Justo e pediram que lhes fosse libertado um assassino. Vocês mataram o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos. E nós somos testemunhas disso. “ Atos 3:12-15

O apóstolo declarou que tudo que fizeram, fizeram por ignorância, Deus sendo rico em misericórdia (Efésios 2:4) não levou em consideração o tempo da ignorância, caso contrário o mesmo apóstolo Paulo não teria encontrado a salvação (1 Timóteo 1:13).

“No passado Deus não levou em conta essa ignorância, mas agora ordena que todos, em todo lugar, se arrependam.” Atos 17:30

E Paulo profundo conhecedor da misericórdia, que passou de perseguidor a anunciador da fé que outrora procurava destruir (Gálatas 1:23), abraçando a carreira, o ministério recebido do Senhor, que com exata definição, era dar testemunho do evangelho da graça de Deus (Atos 20:24), pregando o reino de Deus, esclareceu com toda a inteligência, que o fracasso de Israel resultou em riqueza para o mundo, sabendo que essa mesma nação, um remanescente, também alcançaria a plenitude em tempo previsto.

Não se pode esquecer que Paulo escreveu nos seus dias, aqui existe uma grande expectativa do apóstolo, que devemos ter todo o cuidado com relação aos nossos dias. Seja salvar alguns há dois mil anos (Romanos 11:14, 1 Coríntios 9:22), seja salvar alguns depois de dois mil anos, o intento do apóstolo para ele e principalmente para Israel e à igreja, era tudo sofrer por amor dos escolhidos, para que eles pudessem alcançar a salvação que está em Cristo (2 Timóteo 2:10), e assim tanto ele como seus “filhos no evangelho”, ainda os que haveriam de nascer, pudessem chegar a ressurreição dos mortos (Filipenses 3:11).

“Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.” Romanos 8:21,22

Não é realmente espetacular?

Deus incomparável!

“Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.” 1 Coríntios 12:13

[/i]

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 659
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum