AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






A eloquência da humildade

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A eloquência da humildade

Mensagem por Eldier Khristos em Ter Ago 26, 2014 12:17 pm





“Humildade é o traço mais essencial e distinguidor em toda verdadeira piedade” Jonathan Edwards

Quando brota aquele sentimento superior, o incômodo é inevitável. Oh Senhor proteja minha mente de mim mesmo, de pensar que dentro de um mísero homem como eu, pode haver algum lampejo de sabedoria própria. Santos homens escreveram sobre a humildade, incentivando a buscá-la, esforçando-se para termos um comportamento humilde diante de Deus. Jonathan Edwards escreveu que devemos conhecer a Deus, confessar nossas misérias diante dele, nossas impossibilidades, sempre em estado de alerta, desconfiando de si mesmo, renunciando toda glória, exceto aquela que por direito, pertence a ele.

Agostinho indagado sobre as regras da eloquência respondeu que a humildade é a primeira, a segunda e a terceira entre as principais regras que a envolvem. Humildade é importante, na religião e fora dela, aquele que se considera alguma coisa, não sendo nada, engana-se a si mesmo (Gálatas 6:3), porque Deus é (será) tudo em todos (1 Coríntios 15:28).


No exercício dos dons, seja o homem sóbrio, ter um conceito elevado de si mesmo, transparece o desiquilíbrio com a atitude de Cristo. O conceito equilibrado é a ação perfeita do Espírito, que é de acordo a medida da fé que Deus concedeu a cada um (Romanos 12:3). Diante do Senhor ninguém é superior, tudo o que o Senhor nos concedeu para edificação, tem como objetivo colocar à igreja, no mesmo sentimento de união. A humildade é essencial, claro, me sinto indigno de escrever sobre ela, porque somente com humildade e mansidão, sou capaz de suportar ao meu próximo em amor (Efésios 4:2), a humildade inverte qualquer situação desagradável, até mesmo impossível ao homem, quando a situação pede que ele desça do nível em que está, para igualar-se aquele que ele não tem comunhão nenhuma. Antes da honra, sempre a humildade (Provérbio 18:12), não quero ser honrado por alguma coisa, quero ter a humildade para que tudo que faça bem ao meu próximo, seja o louvor direcionado a pessoa de Deus.

Fácil é falar, difícil é agir, mas tenho que tentar, lutar contra qualquer vanglória, duro para qualquer um, considerar aquele do seu lado superior a si mesmo (Filipenses 2:3), para isso Jesus ensinou o método da humildade, um sentimento poderoso, que desfaz os muros da arrogância, edificando no lugar uma união íntima entre Deus e sua igreja. Mesmo com todo o conhecimento, os apóstolos do Senhor, serviam a ele com toda humildade, se diante de Deus nos ajoelhamos, atribuindo-lhe tudo aquilo que recebemos, devemos perpetuar essa ação com o próximo, que estará confirmando que realmente estamos de posse de algo divino.

As lágrima e tentações, as ciladas, os planos, as conspirações que sobrevinham sobre os servos do Senhor, não diminuíam o sentimento da humildade, em nenhum momento a vingança foi colocada à tona, veja o caso de Estevão, que sendo assassinado conseguiu o êxito da perdoar (Atos 7:58). Impossível sem o Senhor, conseguir dominar o ímpeto da vanglória, o Espírito Santo é imprescindível para o equilíbrio de nossas ações, agradar a Deus, ensinar a agradá-lo, é o dever de todo o homem, que tem sobre si a oportunidade, vide o caso de Paulo.

Servir a Deus com toda humildade, ao nível de estar no fim da vida, sozinho quando estava sendo julgado, assim ocorreu com Paulo, todos o desampararam, mas o Senhor o assistiu e fortaleceu, para que nele fosse cumprida a pregação, a mensagem necessária aos gentios da sua época, por esse espírito humilde o apóstolo foi livre da boca do leão (2 Timóteo 4:17), o Senhor o livrou de toda a má obra, guardou-o para seu reino, o vaso escolhido do Senhor não cessou de dar glória. Amém (2 Timóteo 4:18).

Humildade não é pretexto (Colossenses 2:18), ordena o Senhor aos seus eleitos, que nosso interior seja revestido além de outras coisas, de humildade, para que não se conceda a carne a oportunidade de rogar para si alguma glória (Colossenses 3:12). Em todo o tempo, principalmente na época da juventude, o Senhor requer que o interior seja revestido de humildade, explicando que ele “resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes” (1 Pedro 5:5). Posso até não saber muito sobre a humildade, tenho que reconhecer sobretudo, que somente Deus concede ao homem capacidade, principalmente para entender das pertinentes ao reino do céu. No seu reino o homem cheio de si não tem lugar, no mundo mesmo com todo ódio imposto a nós, somos cheios da graça que paira sobre nós, ela nos faz humildes, com inteligência suficiente para não confiar na carne (Filipenses 3:3-4).

No falar do homem se percebe o seu conteúdo, a eloquência da humildade ficou notória a todos que ouviram a voz de Jesus Cristo.

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 657
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum