AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: 2 Coríntios 9 (Atitudes de gratidão ao Senhor)

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: 2 Coríntios 9 (Atitudes de gratidão ao Senhor)

Mensagem por Admin em Dom Out 26, 2014 2:58 pm




Palavra - 2 Coríntios 9:9-15


Como está escrito: "Distribuiu, deu os seus bens aos necessitados; a sua justiça dura para sempre". Aquele que supre a semente ao que semeia e o pão ao que come, também lhes suprirá e aumentará a semente e fará crescer os frutos da sua justiça. Vocês serão enriquecidos de todas as formas, para que possam ser generosos em qualquer ocasião e, por nosso intermédio, a sua generosidade resulte em ação de graças a Deus. O serviço ministerial que vocês estão realizando não está apenas suprindo as necessidades do povo de Deus, mas também transbordando em muitas expressões de gratidão a Deus. Por meio dessa prova de serviço ministerial, outros louvarão a Deus pela obediência que acompanha a confissão que vocês fazem do evangelho de Cristo e pela generosidade de vocês em compartilhar seus bens com eles e com todos os outros. E nas orações que fazem por vocês, eles estarão cheios de amor por vocês, por causa da insuperável graça que Deus tem dado a vocês. Graças a Deus por seu dom indescritível!”

O que é a graça, senão a manifestação invisível do Senhor, que torna visível aos olhos todo o seu amor. A justiça perpétua na dedicação em assistir os santos, a quem precisa de socorro diante da necessidade, uma intensa movimentação do Espírito, inspirando o seu povo para contribuir, um ensino perfeito, glorioso, incorruptível.

Em Corinto os membros foram ensinados, a agir com alegria, não por obrigação (2 Coríntios 9:7). Paulo com toda a eficiência, garantiu que Deus é o que acrescenta graça, em todas as coisas, em todo o tempo, fornecendo tudo o que é necessário, para transbordamento de boas obras.

Ele age em todos, para todos, em tudo. Nós agimos pelo efeito da sua graça, sem ela não haveria frutos, nem dedicação, apenas uma vida sem graça. Movidos pelo Senhor executamos o bem, nos moldes de Cristo, sem adulteração da palavra. O apóstolo, um imitador de Cristo, que não tinha a sua vida por preciosa, se ela não fosse dedicada a servir. Ele repartia atitudes de amor, para permanência da justiça.

Oh irmãos que necessitam da providência do Senhor, que buscam enriquecimento, não agimos para conquistar alguma coisa, mas todas as nossas ações são abençoadas, porque só o Senhor sabe recompensar seu escolhido. Não buscamos recompensa pela nossa obediência, é o amor do Senhor que age a nosso favor. Não somos interessados na glória, para obtermos alguma vitória momentânea, somos perseverantes para alcançarmos o que é eterno.

Paulo em Corinto organizava a igreja, através de suas poderosas cartas. Ele ausente na carne, tinha na presença do Espírito, a confiança dos ensinos perfeitos. A preocupação na assistência aos santos, a batalha contra a desigualdade, o objetivo da igualdade, a permanência da justiça.

Diletos, a balança do Senhor, é equilibrada pela justiça. É o Senhor quem criou a semente, ele supre o que semeia, concede pão ao que come, não é do homem a semente, é do Senhor. Ele empresta sua semente, para todos vivam em comunhão, assim ele supre não somente a assistência, mas a comunhão entre todos. Quem semeia para os outros, tem aumento da semente não somente do trigo, ou qualquer outra, mas também dos frutos da sua justiça.

Nós queremos muito algo para nós, na graça, quanto mais desejamos o bem comum, mais recompensados somos. Somos enriquecidos de todas as formas, quando aplicamos a generosidade de Cristo, que resulta em ação de graça a Deus. Devemos fazer tudo aquele que nos enriqueceu, quanto éramos pobres de tão maravilhosos sentimentos. A evidência do serviço ministerial realizado em Corinto, que estava suprindo as necessidades do povo de Deus, elevavam a gratidão dos convertidos ao Senhor, eles realmente viam, não por interesse, por amor a providência do Senhor.

Uma perfeita engrenagem em funcionamento, realizando diariamente coisas benignas, que enchiam de esperança, aqueles que há muito se sentiam desmerecidos. Bendito seja o Senhor!!

É assim que devemos exercer nossa cidadania, aquela que resulta em gratidão ao Senhor. Pela esplêndida execução do serviço ministerial, outros povos louvariam o Senhor, pela obediência e confissão ao evangelho, que outro meio mais especial existe, que a generosidade em compartilhar uns com os outros.

Enfim, talvez não vamos encontrar, em nossa época, provas de que somos capazes de compartilhar nossos bens com os outros, Corinto parecia viver numa realidade, que para nós é apenas um sonho.

Na época apostólica atitudes impossíveis para nossa época aconteciam:

“Com grande poder os apóstolos continuavam a testemunhar da ressurreição do Senhor Jesus, e grandiosa graça estava sobre todos eles. Não havia pessoas necessitadas entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro da venda e o colocavam aos pés dos apóstolos, que o distribuíam segundo a necessidade de cada um.” Atos 4:33-35

Essa generosidade está apenas na Escritura ou ainda está entre nós? Senhor! Nosso Deus! Almejamos a comunhão primitiva, para sobrevivermos neste mundo. Preserve em nosso coração, atitudes que possam te exaltar.

Senhor ajude-nos a criar provas ao mundo, que somos capazes de sermos generosos, enche-nos com o teu Espírito, para podermos transbordar em ações.

Aqueles que acompanham os acontecimentos em Corinto, permaneciam como testemunhas, orando em todo o tempo, com todo o amor, por causa dos efeitos da graça divina.

Graças a Deus por seu dom indescritível!” 2 Coríntios 9:15

Realmente quando algo é indescritível, não pertence a este mundo, que não consegue encontrar palavras que definam a graça do Senhor. Que a graça do Senhor continue atuando em tua vida, que você não ache palavras para defini-la, mas que encontre atitudes para demonstra-la. Para regozijo da tua alma, exaltemos a maior generosidade do mundo, a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, aquele que sendo rico, se fez pobre por amor de nós, para que por meio da sua pobreza pudesse nos enriquecer (2 Coríntios 8:9).

A generosidade derramada sobre o mundo ingrato, para que os nascidos da água e do Espírito, pudessem resgatar a sensatez da gratidão. Grande Pai celestial, mesmo que o mundo resista a tua grandeza, aqui existe um povo que deseja te servir, um povo adquirido com sangue, separado, particular, que não pode ser arrancado das tuas mãos.

A comunhão de Deus permanecerá sobre tua cabeça, seja grato, seja grata, tente se aproximar ainda mais da comunhão da igreja primitiva, cujas ações alcançavam a perfeição, por causa da pureza do amor existente no coração.

Deus te abençoe para todo o sempre.

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum