AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






O endurecido faraó atrás do triunfante Moisés

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O endurecido faraó atrás do triunfante Moisés

Mensagem por Eldier Khristos em Ter Dez 09, 2014 10:49 pm





E lá foi o faraó com o coração endurecido, com a sua carruagem, seu exército, com seiscentos melhores carros a perseguir os israelitas, que “marchavam triunfantemente” (Êxodo 14:8).

Os israelitas olharam para trás, quando avistaram os egípcios, o temor tomou o lugar da confiança, “por falta de túmulos no Egito, morreremos no deserto” (Êxodo 14:11). Num só momento desejaram voltar ao Egito, achando que lá estava a paz tão desejada, não ali naquele lugar, com o Deus vivo e verdadeiro como protetor.

Moisés respondeu aos medrosos “não tenham medo”, “fiquem firmes”, “vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje”, “vocês nunca mais verão os egípcios que hoje veem” (Êxodo 14:13).

O Senhor lutará por vocês; tão-somente acalmem-se" ( Êxodo 14:14)

O anjo permaneceu no seu posto, da frente, colocou-se atrás do povo, entre o inimigo e o povo querido, os primeiros encontraram as trevas, o segundo a luz, de modo que “egípcios não puderam aproximar-se dos israelitas durante toda a noite” (Êxodo 14:20).

Não foi necessário levantar espadas, armaduras, carros, estratégias, exércitos, apenas o Senhor, a sua grandeza, deu conta dos inimigos, que vinham levantando poeira pelo caminho, “vamos Israel, marche!!”. Uma vara se ergueu e tocou o mar, fazendo com que as águas se dividissem diante dos incrédulos, “vamos Israel, marche!!”, a derrota do faraó seria a glorificação do nome do Senhor, para que o Egito soubesse, que ali estava o Senhor dos Exércitos.

Confusos sem nada entender, os egípcios viram o sobrenatural, as rodas de seus carros embaraçarem, o medo fez um grito unânime ecoar sobre a terra, “"Vamos fugir dos israelitas! O Senhor está lutando por eles contra o Egito" (Êxodo 14:25). Não havia mais tempo para retornar ao seu país, ao raiar do dia o mar voltou ao seu lugar, o Senhor os lançou ao mar, “ninguém sobreviveu” (Êxodo 14:28).

“Naquele dia o Senhor salvou Israel das mãos dos egípcios, e os israelitas viram os egípcios mortos na praia. Israel viu o grande poder do Senhor contra os egípcios, temeu ao Senhor e pôs nele a sua confiança, como também em Moisés, seu servo. “ (Êxodo 14:30-31)

Pela dimensão do milagre, deveriam ter ido a Canaã em silêncio, sem contestar nenhuma ação do Senhor, muitos milagres encontraram pelo caminho, não passaram fome, tiveram sede e foram saciados, nem mesmo isso amoleceu o coração dos israelitas, por todo o caminho não cansaram de blasfemar, restando poucos corações realmente fiéis ao Senhor.

Diante da vitória um cântico foi entoado, Israel havia triunfado sobre o inimigo, naquele pequeno instante em que os corações amoleceram, suas bocas anunciaram “o Senhor é minha força”, “Ele é a minha salvação”, “Ele é o meu Deus”, que louvaremos e exaltaremos.(Êxodo 15:1).

O Senhor é guerreiro, o seu nome é Senhor.” (Êxodo 15:3).

A lembrança do destino dos egípcios trouxe alegria, o cântico da vitória, do dia em que o Senhor, com a majestosa mão direita despedaçou o oponente (Êxodo 15:6). O inimigo imaginava que Israel seria presa fácil, deram de encontro com a espada do Senhor. Ninguém pode ser semelhante o Senhor, aquele que é chamado o “autor das maravilhas” (Êxodo 15:11). Ah! tivesse Israel perseverado com esse sentimento de fidelidade e fé no Senhor, os corpos dos blasfemadores não permaneceriam, como aconteceu, abandonados no deserto (1 Coríntios 10:5), todos seriam salvos.

Ordena o Espírito a igreja para não cobiçar as coisas más, sequer pronunciá-las diante do mal, junto com o Senhor nosso coração está protegido. O registro das coisas más, serve para exemplo dos cristãos, que as coisas boas, são derramadas sobre aqueles que confiam no “autor das maravilhas”.

O amor do Senhor conduzia o povo resgatado (Êxodo 15:13), a força estava os levando para a o alvo, aterrorizados, tomados de temor, paralisados como pedra, esmorecidos, ficavam os inimigos até que o povo passasse, o povo que o Senhor havia comprado.

“Tu o farás entrar e o plantarás no monte da tua herança, no lugar, ó Senhor, que fizeste para a tua habitação, no santuário, ó Senhor, que as tuas mãos estabeleceram. O Senhor reinará eternamente". (Êxodo 15:1-18)

Não endureça igreja, vosso coração, cada um que escutar a voz do Senhor, exalte o “autor das maravilhas”, que permanece abrindo os mares, derrotando os inimigos, lutando em favor do seu povo. Um Deus capaz de enviar o próprio Filho, pelo seu muito amor, para através do sangue precioso, da mensagem poderosa, o santo evangelho, resgatar um povo escolhido, colocá-lo na vereda da vida, de posse do Espírito regenerador, promovendo o novo nascimento, que pode tornar o homem perfeito, um povo dedicado a prática de boas obras (Tito 2:14).

A falta de dedicação dos israelitas, provocou a abundância da graça, os separados da comunidade de Israel estão agora unidos em um mesmo Espírito (Efésios 2:12-18).

Apenas um sentimento:

Aqueles que ficaram no Egito, quando viram que Faraó e seu exército não voltaram, tiveram a certeza que foram poupados da morte, pelo Deus que estava acompanhando Israel...

Vamos igreja, marche!!”

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 659
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum