AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Os horrores que passou foi para conceder a igreja os prazeres do Espírito Santo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Os horrores que passou foi para conceder a igreja os prazeres do Espírito Santo

Mensagem por Eldier Khristos em Ter Jan 13, 2015 7:03 pm





“Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado. “ Hebreus 12:4


Se não combatêssemos contra o pecado, se nossa dedicação não fosse em servir ao Senhor, por certo as dores não seriam tantas. A cada ferida aberta no corpo de Cristo, uma no mundo era curada, a cada dor que ele sentia, o pecador sentia sarar, os horrores que passou, foi para conceder a igreja os prazeres do Espírito Santo.

Não tão fáceis assim são os dias, a nuvem da desconfiança, insiste em pousar sobre os nossos pensamentos. Submeter-se a sua misericórdia é um privilégio, mesmo com as duras batalhas, que se acumulam ao nosso redor, o fantasma da incredulidade, lembramos do teu evangelho precioso, que com apenas uma palavra, foi capaz de modificar uma vida de pecados.

Nenhum homem mesmo nascendo numa religião, prova da real felicidade, se não ouvir perfeitamente a mensagem da salvação, mesmo que desde criança brincou entre os bancos do templo, ouviu sem interesse a pregação do púlpito, na sua adolescência batizou, procurando servir conforme entendia, ouvindo os ensinos de seus “mestres”, tornando-se um adulto com muitos anos de “estrada”, nem mesmo isso pode fazer dele, alguém como Timóteo, que desde criança perseverou no que falava o Senhor (2 Timóteo 3:15). Quem abre o coração do homem é o Senhor, como aconteceu com Lídia (Atos 16:14), que o Senhor abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia.

Só pode ser atraído por Jesus Cristo, aquele que faz renuncia do seu conhecimento. Posso estar uma vida inteira numa religião, sem ter provado ainda do conhecimento, que me eleva as alturas celestes, como se estivesse assentado diante de Deus, ouvindo suas sábias palavras, como um Pai ensinando o Filho.

Percamos tudo pela excelência do conhecimento de Cristo (Filipenses 3:8), Gamaliel, o doutor da lei, venerado por todo o povo (Atos 5:34), foi grandemente sábio na sua declaração, realmente o que os apóstolos pregaram, eram inquestionavelmente a obra de Deus que não poderia ser desfeita, tanto que um de seus prodígios, Paulo, criado a seus pés (Atos 22:3-6), um homem extremamente religioso, que pela causa de Deus perseguia o caminho aprisionando aqueles que criam, teve seu destino modificado pela grande luz que clareou seu coração, aquele homem, como ele mesmo declara, circuncidado conforme a lei, “hebreu de hebreus”, que achava ser irrepreensível servo do Senhor, seguindo a justiça que havia na lei, entregou o seu coração a “a justiça que vem de Deus pela fé” (Filipenses 3:9).

Ele não quis mais agradar os homens, mas a Deus, havendo apenas um meio para isso, crer no Senhor Jesus crucificado que ressuscitou dos mortos, se em outros tempos a sua mensagem era levar cartas de perseguição, ela foi alterada para uma mensagem de amor, que se necessário fosse, ele entregaria sua vida para que ela chegasse a todos os corações:

“Mas, alcançando socorro de Deus, ainda até ao dia de hoje permaneço dando testemunho tanto a pequenos como a grandes, não dizendo nada mais do que o que os profetas e Moisés disseram que devia acontecer, Isto é, que o Cristo devia padecer, e sendo o primeiro da ressurreição dentre os mortos, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios.” (Atos 2:22-23)

Ele que se achava o menor de todos os apóstolos por causa da perseguição que impôs a igreja (1 Coríntios 15:9), o principal pecador que alcançou misericórdia (1 Timóteo 1:15-16), foi colocado como exemplo dos que haveriam de crer.

As feridas do Senhor sararam o homem religioso (1 Pedro 2:24, transformando o seu coração.

“E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome. “ (Atos 9:16)


Como outros santos descritos na Escritura, derramou o seu sangue pela causa de Deus, assim como João Batista, Tiago e aqueles relacionados na carta aos Hebreus. O que mais impressiona no testemunho de Paulo, é a capacidade da graça de nosso Senhor Jesus Cristo atrair os pecadores. Não podemos comparar nossos dias, aqueles dias de grandes sofrimentos, basta ler o que Paulo registra na carta a igreja de Corinto ( 2 Coríntios 11:24-33).

Tudo pelo nome de Cristo, o primogênito de Deus, entregue pelo amor do mundo, o dissipador de todas as trevas. Padecer pelo Nome de Cristo, é uma dádiva, como posso olhar dessa maneira? Olhando para ele na cruz do seu sofrimento.

“todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições. “ 2 Timóteo 3:12

Importa que ainda vivos, olhemos para o fim, na certeza de que crescemos em estatura diante de Deus, fomos aperfeiçoados pelo seu Espírito, mesmo vivendo num mundo desenfreado, que blasfema das nossas atitudes. Fora a falsa santidade, a diabólica convicção de exclusividade, o mais importante sempre será viver em união, não foi exatamente para isso que Cristo veio??

“Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente; Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados. Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas.” (1 Pedro 2:21-25)



Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 659
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum