AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Cursi, a cidade do milagre dos porcos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cursi, a cidade do milagre dos porcos

Mensagem por Admin em Sex Maio 15, 2015 7:23 pm





Em uma das minhas últimas jornadas a região do Mar da Galiléia, tive o privilégio de ser acompanhado por dois servos de Yeshua, B. Walter Cristie Silva Aguiar que encontrei no caminho junto ao Rio Jordão e Miss. Roberto Santos que aceitou o meu convite no dia anterior.

Foi uma jornada um tanto agradável e repleta de troca de ideais e conceitos bíblicos relacionados a cultura de Israel e a arqueologia bíblica. Estávamos a caminho de Kursi, o local do milagre dos porcos e mais tarde partimos em direção a Azor(Hatzor) da Galiléia.

Segue adiante um resumo histórico e arqueológico do Parque Nacional de Kursi, um dos marcos para a fé cristã as margens do Mar da Galiléia.

O Parque Nacional de Kursi(Cursi)

O Parque Nacional de Kursi é um sítio arqueológico na costa oriental do Mar da Galiléia , onde os restos de um santuário cristão, datado de meados do século V E.C. Segundo a tradição cristã, o site é identificado com a ocorrência do milagre porcos, feito por Yeshua. O local foi descoberto durante os preparativos para a construção de uma estrada em torno do Kineret, o Mar da Galiléia. No caminho para Maale Gamla, em 1980 o local foi aberto como um parque nacional oficialmente.

Segue o relato abaixo em Lucas 8:26 a 39

E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia.

E, quando desceu para terra, saiu-lhe ao encontro, vindo da cidade, um homem que desde muito tempo estava possesso de demônios, e não andava vestido, nem habitava em qualquer casa, mas nos sepulcros.

E, quando viu a Jesus, prostrou-se diante dele, exclamando, e dizendo com grande voz: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Peço-te que não me atormentes.

Porque tinha ordenado ao espírito imundo que saísse daquele homem; pois já havia muito tempo que o arrebatava. E guardavam-no preso, com grilhões e cadeias; mas, quebrando as prisões, era impelido pelo demônio para os desertos.

E perguntou-lhe Jesus, dizendo: Qual é o teu nome? E ele disse: Legião; porque tinham entrado nele muitos demônios.

E rogavam-lhe que os não mandasse para o abismo.

E andava ali pastando no monte uma vara de muitos porcos; e rogaram-lhe que lhes concedesse entrar neles; e concedeu-lho.

E, tendo saído os demônios do homem, entraram nos porcos, e a manada precipitou-se de um despenhadeiro no lago, e afogou-se.

E aqueles que os guardavam, vendo o que acontecera, fugiram, e foram anunciá-lo na cidade e nos campos.

E saíram a ver o que tinha acontecido, e vieram ter com Jesus. Acharam então o homem, de quem haviam saído os demônios, vestido, e em seu juízo, assentado aos pés de Jesus; e temeram.

E os que tinham visto contaram-lhes também como fora salvo aquele endemoninhado.

E toda a multidão da terra dos gadarenos ao redor lhe rogou que se retirasse deles; porque estavam possuídos de grande temor. E entrando ele no barco, voltou.

E aquele homem, de quem haviam saído os demônios, rogou-lhe que o deixasse estar com ele; mas Jesus o despediu, dizendo:

Torna para tua casa, e conta quão grandes coisas te fez Deus. E ele foi apregoando por toda a cidade quão grandes coisas Jesus lhe tinha feito.

A História de Cursi

Até a Guerra dos Seis Dias, alojados em uma vila e estacionados na região que era controlada pela Síria. O posto avançado dos sírios abriram fogo contra os pescadores de Israel e os navios da Marinha do Mar da Galiléia.

O ataque sírio foi alvo da retaliação das Forças de Defesa de Israel, na Operação do Mar da Galiléia em 1955 e em operação no anos de 1962 , quando a força do 13º. esquadrão operou contra eles. Tiros foram disparados pela força-tarefa, o queforçou os sírios a se retiraram sem vítimas.

Em 1970 foram descobertas ruínas e no centro um grande mosteiro cristão com 145 metros de comprimento 123 metros de largura. O mosteiro é do período bizantino r é o maior dos mosteiros de Israel. Região é cercada por um muro que, para além do mosteiro, também cerca um pano de várias salas auxiliares. Os pesquisadores estimam que metade foi construído no século V E.C. Fora do mosteiro continuam a ser descobertos um balneário grande. Os restos de uma fixação junto à margem do lago.

A igreja do mosteiro foi construída sob a forma de uma basílica. Duas fileiras de colunas que dividem a igreja branca, no entanto, as três naves. Colunas, com capitéis de estilo da ordem coríntia com arcos de pedra, os restos destes arcos foram restaurados. A abside da igreja contém um grande palco. Em vez de colunas de mármore foram usados como parte de uma pequena barrada ao redor, ao que parece, o palco. Igreja, salas adjacentes, mosaicos bem conservados com modelos de geometria que combinam imagens como flores, frutos e alguns animais. Na parte lateral foi construído um batistério decorado com mosaicos. Na entrada em uma inscrição dedicatória que foi feita ao final da construção no século VI E.C.:

"Escrito no amor de Deus, pastor Stephen cabeça da Igreja, o mosaico é a fonte (Potstrion) em dezembro, durante os créditos fiscais, como um Jesus justo e temente a Deus, amando, fomos para a Maurícia, primeiro cônsul."

No Sul, ao lado da igreja há uma cripta com os restos mortais, esqueletos de homens. É aceitável que os monges do mosteiro foram enterrados ali.

Em uma colina ao lado do mosteiro há os restos de uma caverna com uma capela de pequeno porte. A capela, com mosaicos em três camadas que demonstram a sua importância. Alí se encontra os restos de uma estrutura onde foram encontradas diferentes colunas.

De acordo com uma tese. pesquisadores acreditam que a capela marca o local da rocha, onde o milagre aconteceu.

Em 614, durante a invasão dos sassânidas em Israel, eles danificaram muitos edifícios, incluindo a igreja e a pequena comunidade. Depois de um tempo a igreja foi renovada, mas no século VIII foi completamente destruída em um incêndio. Os árabes se instalaram na região no século IX e mudaram a denominação dos prédios para eles, e aparentemente destruíram os motivos apresentados no mosaico do chão.

Em 1970 , com a pavimentação de uma estrada próxima as ruínas do mosteiro e da comunidade. O local foi escavado entre 1970 - 1974 por Dan Auerman e Basil Cfiris em nome do Departamento de Antiguidades. Em setembro e 1982 , após a escavação e restauração da igreja, o batistério e a prensa de oliva, o local foi aberto ao público, e é agora um parque nacional que atrai e desperta grande interesse entre os peregrinos visitam a Terra Santa.

Cafetorah (Direitor do site)

Admin
Admin

Mensagens : 3141
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum