AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: Mateus 8("Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou")

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: Mateus 8("Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou")

Mensagem por Admin em Dom Out 18, 2015 5:20 pm




Palavra - Mateus 8:5-13



E, entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando-lhe,E dizendo: Senhor, o meu criado jaz em casa, paralítico, e violentamente atormentado. E Jesus lhe disse: Eu irei, e lhe darei saúde. E o centurião, respondendo, disse: Senhor, não sou digno de que entres debaixo do meu telhado, mas dize somente uma palavra, e o meu criado há de sarar. Pois também eu sou homem sob autoridade, e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem; e ao meu criado: Faze isto, e ele o faz. E maravilhou-se Jesus, ouvindo isto, e disse aos que o seguiam: Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé. Mas eu vos digo que muitos virão do oriente e do ocidente, e assentar-se-ão à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no reino dos céus; E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.Então disse Jesus ao centurião: Vai, e como creste te seja feito. E naquela mesma hora o seu criado sarou.”


Centurião, um comandante gentio a frente do exército de Herodes, seria equivalente ao posto de capitão atualmente no exército de um país. Oficial, soldado profissional, líder de cerca de 100 homens, que tomado pela fé, creu que o Filho de Deus poderia curar, produzir um milagre, modificar a situação, transformar o sofrimento, alterar o destino, nesse caso somente uma ordem do Salvador resolveria o problema.

Queres saúde? Na alma, na carne? Você não é o centurião, igualmente acredita como aquele homem, que Cristo pode fazer algo para cessar seu sofrimento, se dirigir a sua casa para lhe dar algo tão desejado. Quem nunca se sentiu indigno de receber o Senhor, até mesmo duvidou que ele pudesse olhar, tocar, fazer algo a respeito, ele sabe que não poucas vezes a distância não foi pela falta de fé, foi causada por aquele sentimento horripilante, que nossas sujeiras podem impedir a misericórdia divina.

Todo arrependimento é válido, todo coração petrificado, que amolece ante a virtude, é feito digno de receber a presença do Senhor. O centurião, homem de caráter, creu tão maravilhosamente, que a sua certeza no poder de Deus, contagia a nossa alma a confiar fortemente no Senhor que nos chamou a divina graça. Ele diz ao Senhor, “eu sou homem”, quanto aquele que estava a sua frente, “Filho de Deus”, se mesmo como homem outros cumpriam suas ordens, ainda mais sendo homem e Deus ao mesmo tempo.

Desejamos que o Senhor adentre debaixo de nosso telhado, quão difícil era antes de termos feito a aliança, mas agora unidos pelo sangue, não de nós, pelo grande amor, não por alguma obra, pela bondade, o Senhor entra onde lhe for conveniente, os muros da injustiça foram quebrados no sacrifício, se por um homem toda terra foi contaminada, o sangue derramado reagiu limpando o pecado do mundo. E Jesus ficou maravilhado que um gentio, alguém que não veio da raiz de Abraão, ter crido de uma forma tão veemente, diferente daqueles que afirmavam serem os próprios filhos de Abraão.

“Em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé.”

Uma palavra de Deus, “o Verbo”, a palavra encarnada, sarou os pecados da multidão, filhos e filhas que nasceram novamente, também os homens e mulheres que guardaram a fé. Nós nascemos da santa semente, ainda que nosso corpo seja humilhado, está determinado o dia da exaltação, seremos como Cristo.

Cristo encontrou fé, o centurião a Salvação, muitos como ele, virão de longe assentar-se a mesa com “Abraão, Isaque, Jacó no reino dos céus”, enquanto que os filhos do reino, para quem Jesus veio e não foi recebido serão lançados nas trevas exteriores com todos os seus tormentos.

Lá na casa do centurião o criado sarou imediatamente, quem não era o herdeiro original, membro da raça israelita, recebeu o convite para o grande banquete.

“Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no espírito, não na letra; cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus.” Romanos 2:28,29


Se alguém não está assentado a mesa, pranteará em lugar separado para os incrédulos, se alguém estiver rangendo em vez de sorrindo, em desespero no lugar do que deveria ser louvor a tão grande salvação, confirmará então a palavra do Cristo: “Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que te são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste!” Mateus 23:37

Os “filhos do reino” são identificados como os judeus, sem fé no sacrifício de Cristo, sem arrependimento dos pecados, os perdidos que não quiseram ser achados, aconchegados as asas do bom Salvador, infelizmente tais são os que serão lançados nas “trevas exteriores”, isolados de tudo o que é bom. Maior só mesmo aquele que esteve na cruz, só ele pode levar-nos a glória, nada além disso, só a cruz, só ela pode nos assentar a mesa de Abraão, Isaque, Jacó, a linhagem espiritual de Jesus Cristo. Nenhuma outra coisa pode, nem Abraão, Moisés, Davi, nenhum deles pode levar a mesa de Deus, nenhum dos profetas, apóstolos, todos eles como nós aguardam na viva esperança o retorno do Filho. Nenhuma coisa há de bom em nós, exceto o Filho que habita em nós, o amor derramado pelo Espírito, livra todo aquele que crê da ira final de Deus, quem negou, quem negar o Filho, desprezar o santo evangelho, a PALAVRA viva, não terá o direito de assentar-se a mesa, será colocado a parte com todos os injustos, nenhum de nós deve elevar-se a condição de salvo, o exemplo do centurião, seu caráter e comportamento é o que devemos praticar, o tamanho da fé daquele homem é de valor inestimável, comparado aquele que foi chamado amigo de Deus, Abraão, o que os judeus julgavam ter por pai.

Estamos sadios irmãos, irmãs, feridos em parte, não como Cristo, saramos mais rapidamente que qualquer outro povo, nós pertencemos a um Deus que colocou nas mãos do Filho, toda autoridade nos céus e na terra, esse poder foi reconhecido pelo centurião, deve ser reconhecido por nós.

Em humildade, num dia maravilhoso, chegaremos a mesa. Cristo está esperando por nós, por você!!!

Bendito seja o Senhor!

Deus seja louvado.

Admin
Admin

Mensagens : 2941
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum