AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus/on line: Atos 26 (A Bíblia desafia o diabo, ele sente o peso esmagador dessa realidade, para o crente tudo é possível...)

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus/on line: Atos 26 (A Bíblia desafia o diabo, ele sente o peso esmagador dessa realidade, para o crente tudo é possível...)

Mensagem por Admin em Dom Maio 22, 2016 10:37 pm



Palavra - Atos 26:8


“Por que os senhores acham impossível que Deus ressuscite os mortos?”



Em sua defesa perante o Rei Agripa, Paulo indagou o tetrarca (governador romano de uma quarta parte), “é impossível que Deus ressuscite os mortos?”, seria tudo uma grande loucura? Paulo chocou seus espectadores ao dizer que aquele Jesus, que os injustos crucificaram, ressuscitou, “pois não era possível que fosse retido por ela” (Atos 2:23.24), a morte.

Sim queridos, queridas, todos sabemos para Deus nada é impossível, desde que saiba o que pedir, se alguém pede mal (Tiago 4:3), sua alma sofrerá. Mas Mateus insiste no seu evangelho (7:7) que peçamos, busquemos, batamos para a porta abrir, ela vai abrir, na oração ela vai abrir, abrir para as coisas pertinentes ao céu, aquele que ora movido pelo Espírito vai saber como pedir, o que pedir, e o quanto vai ser útil aquilo que ele pedir, não é o mesmo que pedir uma casa, carro, riqueza, sucesso, é encontrar uma porta que atrás dela há riquezas maiores, riquezas para a vida eterna, riquezas que Paulo apresentava para Agripa, todos os presentes ali, como muito amor e paciência.

Na história, naquela localidade, a autoridade pertencia a famílias dos Herodes, convertidos ao judaísmo, logo, Agripa era conhecedor da lei dos judeus e os profetas. A Paulo foi dada uma oportunidade de falar abertamente do evangelho, a fim de convencer os ouvintes, ao próprio Agripa. O discurso é profundo, o Espírito Santo explica os motivos da conversão de Paulo, a razão do seu caráter. Paulo não estava delirando (Atos 26:24), antes ele delirava, agora estava consciente, entendeu o que deveria fazer, tentava conquistar os corações, para que eles também entendessem a razão (Jesus) que transformou a sua vida.

Cumpriu-se as impossibilidades, o que foi anunciado pela boca dos profetas, o padecimento de Cristo (Atos 3:18), “desde Samuel, todos quantos depois falaram também predisseram estes dias” (Atos 3:24), a ressurreição que daria oportunidade ao homem de nascer de novo, mas não da forma como perguntou Nicodemus a Jesus, “como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? (João 3:4 ), como pode um homem, mulher, velho, jovem, nascer de novo, da água e do Espírito se forma um novo homem. É em nome de Jesus Cristo, o crucificado, “e a quem Deus ressuscitou dentro os mortos” (Atos 4:10), que o impossível acontece, a morte torna vida, o fim início, perdição salvação.

Cremos que ouvidos estavam atentos ao discurso, o assunto principal do Espírito foi explicar o motivo pelo qual Cristo devia padecer, mensagem curta, por causa do que eles achavam impossível, a ressurreição, era que Paulo estava ali, ele falava palavras de verdade e são juízo (Atos 26:25). O homem acha loucura ouvir, pregar sobre um homem que ressuscitou dos mortos, consideram isso como considerou Agripa, “por pouco me queres persuadir a que me faça cristão!”, ao que o aquele apóstolo “delirante” respondeu a altura a indiferença, "em pouco ou em muito, peço a Deus que não apenas tu, mas todos os que hoje me ouvem se tornem como eu”(Atos 26:29 ).

Se Moisés e os profetas a quem Deus se revelou, sendo eles pregadores fiéis das promessas futuras, não conseguiram convencer os judeus, será que alguém que ressuscitou dos mortos conseguirá? (Lucas 16:31). Paulo foi inocentado, poderia ser solto, se não houvesse ir a Jerusalém conforme determinação de Deus (Atos 26:31,21), lá também alguns seriam convencidos pelo que ele dizia, mas outros não creriam (Atos 28:24), para o apóstolo o sucesso da defesa do evangelho não dependia do número de convencidos, mas da permanência dos verdadeiros adoradores uma vez acreditado. Cada lugar uma aceitação, uma rejeição, será que uma mensagem tão agradável deixa dúvidas que o Filho de Deus ressuscitou, o que você acha adorador, adoradora de Deus?

Cristo vive dentro de ti, os que estão em Cristo, recebem infinitas possibilidades, é impossível que Deus faça algo para seu povo? Não aquelas que o mundo apresenta, as exteriores, tais frustrações são expulsas do nosso coração, quando deixamos nos levar para o sentimento de Paulo naquele discurso, ele não foi desobediente a visão celestial, o que ganhou com isso? muitos atentados contra sua vida, mas uma coisa é certa, ele mesmo declarou, sempre contou com a ajuda, o socorro do Senhor, foi assim que ele alcançou o grande alvo, ser levado a salvo para o reino celestial (2 Timóteo 4:18).

Ele queria estar com Cristo...

Quer estar com Cristo? Todos queremos, enquanto estamos sem ele no mundo, somos consolados, sem vê-lo está junto de nós, não se alegrava o Filho de Deus cada vez que seus ungidos defendiam sua causa?

A Bíblia desafia o diabo, ele sente o peso esmagador dessa realidade, para o crente tudo é possível...

Deus seja louvado

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum