AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Palavra de Deus: Zacarias 7 ("Não foram estas as palavras que o Senhor pregou pelo ministério dos primeiros profetas, quando Jerusalém estava habitada e em paz ")

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Palavra de Deus: Zacarias 7 ("Não foram estas as palavras que o Senhor pregou pelo ministério dos primeiros profetas, quando Jerusalém estava habitada e em paz ")

Mensagem por Admin em Sab Ago 13, 2016 7:01 pm




Palavra - Zacarias 7:1-7


Aconteceu, no quarto ano do rei Dario, que a palavra do SENHOR veio a Zacarias, no quarto dia do nono mês, que é Quisleu. Quando o povo enviou Sarezer e Régen-Meleque, e os seus homens, à casa de Deus, para suplicarem o favor do Senhor, E para dizerem aos sacerdotes, que estavam na casa do Senhor dos Exércitos, e aos profetas: Chorarei eu no quinto mês, fazendo abstinência, como tenho feito por tantos anos? Então a palavra do Senhor dos Exércitos veio a mim, dizendo: Fala a todo o povo desta terra, e aos sacerdotes, dizendo: Quando jejuastes, e pranteastes, no quinto e no sétimo mês, durante estes setenta anos, porventura, foi mesmo para mim que jejuastes? Ou quando comestes, e quando bebestes, não foi para vós mesmos que comestes e bebestes? Não foram estas as palavras que o Senhor pregou pelo ministério dos primeiros profetas, quando Jerusalém estava habitada e em paz, com as suas cidades ao redor dela, e o sul e a campina eram habitados?”


Oramos em Nome do Salvador Jesus Cristo, para que todas as bençãos espirituais estejam sobre vós, que aguardam pacientemente dias de tranquilidade. O livro do profeta Zacarias, ano 518 A.C., período do retorno dos cativos que voltaram da Babilônia, também dos judeus que haviam trabalhado no templo e na edificação de novos lares na Jerusalém que jazia em ruínas.

Representantes foram suplicar o favor do Senhor, acerca dos jejuns, aqueles que foram realizados na Babilônia deveriam ser continuados, observações concluem haver um sentimento de incômodo, mas fariam isso por amor sincero ou apenas hipocritamente para satisfação da carne? Deus era o alvo principal de adoração ou já indicava uma prática farisaica?

Repensar suas atitudes, principalmente quanto a negligência as mensagens de seus profetas, obedecendo com adorações fúteis isso agradaria ao Todo-poderoso? Exatamente isso combate o profeta, a hipocrisia dos corações, se estivessem adorando de coração, em Espírito, a preocupação se estavam ou não adorando de modo correto simplesmente não existiria.

Certas coisas que o homem cria, dando ênfase a falsas humilhações, não devem perdurar em nosso meio, os profetas não avisaram somente aos judeus, o Espírito orienta a igreja como devemos nos portar na comunhão espiritual. O que vem de Deus deve ser primeiramente provado, a palavra do homem deve ser rejeitada, a palavra de Deus aceita, o que provém do homem abolido, o que vem pela mente do Espírito obedecido.

Por quanto tanto Israel foi egoísta, andou longe dos pensamentos do Senhor, nas suas vãs interpretações, tão longe foram, que foram parar na Babilônia. O que de fato é consagrar-se ao Senhor? O povo judeu fez para si mesmo, essa é a resposta de Zacarias aos representantes, “vocês acharam que fizeram para o Senhor, mas não fizeram, foram enganados pelo sentimento maligno”, não por falta de avisos, quantas vezes foram reprovados, quantas outras vezes insistiram nessa falsa humildade.

O profeta recorda os tempos em que Jerusalém habitava em paz, as palavras dos profetas, as orientações que eram para toda a vida, se no coração de todos elas tivessem permanecidos, agora, uma vez que o cativeiro chegara ao fim, deveriam se comprometer a adorar o Senhor verdadeiramente. Quão melhor é um arrependido sincero que um falso adorador. Deus deseja ser adorado no íntimo de cada um, a adoração exterior, aqueles que desejam ser vistos, foi combatida por nosso Senhor (Mateus 6:5), não são esses que são elevados diante de Deus, porque outro profeta declarou: “Porque assim diz o Alto e o Sublime, que habita na eternidade, e cujo nome é Santo: Num alto e santo lugar habito; como também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos, e para vivificar o coração dos contritos.” Isaías 57:15

Assim queridos ninguém engana o Senhor, Ele também não permite que ninguém seja enganado, provai todas as coisas espirituais, não permita que a carne se eleve acima do Espírito, antes sujeita-vos a porção principal, cujo ensinamento principal é jamais rejeitar a palavra sincera, que educa, fortalece, não promete o que não será cumprido, não acha que foi Deus quando não foi, Deus não é Deus de coincidências, nem Deus que compactua com as vontades da carne, Deus é Espírito, Deus é o Deus de Abraão, o Deus dos israelitas, o Deus dos profetas, Deus que combate a hipocrisia, a falsa adoração, o Deus que falando através do Filho, transborda misericórdia, se o ser coração está certo diante de Deus, louve, louve, louve, se não está, ore em humildade, o Senhor não te deixará, mas nem por um momento caia na armadilha da arrogância, ou ouvirás a voz dos profetas (a voz de Deus) reprendendo a ti.

O favor do Senhor não se ausenta dos verdadeiros adoradores, seu poder atende suas necessidades, os que buscam o Senhor para o seu espírito alcançam favores maiores.

Deus seja louvado.


Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum