AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






O orfanato, o mundo

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O orfanato, o mundo

Mensagem por Admin em Ter Out 11, 2016 4:55 pm





Aba Pai, origem aramaica, significa “o pai” ou “meu pai”.

Quando se diz adoção, lembramos de crianças, ora abandonadas ou órfãs que encontraram a felicidade de encontrar uma família. Criança e casais encontram a alegria, a criança de ser chamada de filha, filho, pertencer a um lugar seguro, que será tratada com amor, ao casal a incomparável beleza da paternidade, ser o defensor de um pequenino, uma pequenina.

Essas crianças não estão mais a “deus dará”, rejeitadas. O texto é apenas uma síntese da realidade de adoção, profissionais aconselham que a aceitação da realidade, quando a criança tem conhecimento da sua condição de adotado, favorece sua saúde mental, a verdade ajuda em todas as questões da vida.

Após todo o processo haverá o dia em que confiante a criança, chamará sem medo pela mãe, pelo pai, com a certeza que nunca mais será abandonada. Na questão espiritual, ligada a alma, o ser humano estava a “deus dará”, com o pecado sendo a causa da rejeição, só o amor de Deus poderia reverter essa situação. O mundo funcionava como um orfanato, almas sem mãe ou pai, aguardavam nesse lugar que alguém pudesse se lembrar, livrá-las do desamparo, do temor do futuro, do desconhecimento de Deus, da sua mensagem, a ausência do seu amor, mantinha-nos prisioneiros de uma imensa tristeza.

O Senhor envia seu Filho ao mundo, o Amado de Deus foi enviado, como um profissional para cuidar do processo de adoção, dessas almas abandonadas no orfanato (mundo), assim como existem leis, profissionais e orientações que regem os processos naturais, assim nosso Deus tomou todos os cuidados quando escolheu o Filho para cuidar da nossa salvação. Assim como uma criança espera ser salva do seu abandono, assim nossas almas clamavam por um redentor.

“Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.” Romanos 8:15

Estávamos presos no orfanato, aguardando o dia da nossa liberdade, a documentação que nos fez filhos de Deus, foi assinada com sangue, logo abaixo da mensagem do evangelho. Fomos adotados, nascemos de novo, idade aqui não é um problema, na graça somos crianças, na graça passamos por várias fases espirituais, até que “cheguemos à maturidade, atingindo a medida da plenitude de Cristo” (Efésios 4:13 ).

O homem natural nasce, percorre uma vida até o envelhecimento, e morte. O homem espiritual nasce, percorre uma vida no caminho com Cristo, na verdade o corpo encontra temporariamente com a morte, até que ouçamos a voz de Cristo que tornará o nosso corpo como o dele. O homem natural é decadente, o homem espiritual tem Cristo como professor, o homem natural persegue o que é prejudicial e destrói, o homem espiritual é agraciado com o amor, seus desejos é seguir aquele cuja todas as coisas foram feitas, o homem natural passa como o mundo, o homem espiritual que faz a vontade de Deus “permanece para sempre” (1 João 2:17).

Os filhos, filhas, adotados pelo amor, se alegram, são membros de uma família maravilhosa, são livres, possuem todas as coisas necessárias, “aba- Pai”, não correm perigo de serem devolvidos ao orfanato, o mundo.


Eldier

Admin
Admin

Mensagens : 2943
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum