AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Rose Warmer levou a Palavra de Deus para Auschwitz (Campo de concentração na Polônia)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Rose Warmer levou a Palavra de Deus para Auschwitz (Campo de concentração na Polônia)

Mensagem por Admin em Qua Maio 10, 2017 9:56 am

Rose Warmer levou a Palavra de Deus para Auschwitz


Pouco antes do início do Holocausto, a judia Rose Warmer encontrou o seu Messias. Quando as pessoas do seu povo estavam sendo deportadas, ela sentiu o desejo de ir com eles. Se rendeu aos nazistas, foi transportada para Auschwitz, e levou com ela a Palavra de Deus.

Crescente antissemitismo

Rose nasceu em uma rica família judia na Hungria. Ela estudou arte, música e dança, e liderou um grupo de artistas de rua em Viena e Budapeste. A partir dos anos 30, quando o nazismo surgiu na Alemanha, o antissemitismo aumentava a cada dia. Os judeus foram forçados a usar, em suas roupas, a Estrela de Davi; pessoas com altos níveis de educação foram demitidas, e tiveram que tentar encontrar trabalho fazendo faxina, ou trabalhando como lixeiros para sobreviver.

Experiências traumáticas

Quando chegou a notícia de que o irmão de Rose, na Tchecoslováquia, tinha sido deportado para um campo de concentração, o impacto foi enorme. Embora a família nesse tempo apenas pudesse imaginar como eram esses campos, eles já tinham ouvido histórias terríveis do que acontecia lá. Para o pai de Rose, a tensão foi demais. Ele morreu de um ataque cardíaco.

Sua morte súbita foi uma experiência traumática para Rose. Na sua dor e nas suas perguntas sobre o além, e seguindo o conselho de seu marido, ela se envolveu no espiritismo. Não somente não encontrou consolo, mas começou a ser atormentada por espíritos malignos. E como se tudo isso não bastasse, também foi humilhada por seu marido, que a traiu abertamente.

Buscando consolo

Imersa no luto pela morte do seu pai, Rose procurou consolo na sua Bíblia judaica. Ela leu muito no livro de Jó e nos Salmos, mas não conseguia entender o que lia. Rose queria encontrar pessoas que poderiam lhe explicar o significado da Bíblia. Então, ela soube de uma igreja perto da sua casa, onde se davam estudos bíblicos semanais, e decidiu ir lá. Rose participou e foi imediatamente cativada pela mensagem do senhor Miller, um evangelista judeu-americano. Ele falou a respeito do Messias judeu! Mas, não era aquela uma reunião cristã? No entanto, havia alguém falando sobre o Messias dos judeus! Em sua pregação, o Sr. Miller explicou como as profecias do Antigo Testamento foram cumpridas em Jesus de Nazaré. Após a reunião, Rose bombardeou-o com muitas perguntas. O sr. e a sra. Miller a convidaram para visitá-los regularmente e falar sobre a Bíblia.

Cheia de alegria
Durante essas visitas, Rose perguntava todas as dúvidas que ela tinha; depois, em casa, ela estudava as respostas, comparando-as com a sua Bíblia judaica. Quando ela leu o Evangelho de João, Rose decidiu render completamente o seu coração ao Senhor Jesus Cristo, o Messias, e confiou-lhe a sua vida, que, aos seus olhos, não tinha nenhum valor. Naquele momento, ela nasceu de novo e foi preenchida com uma profunda alegria!
Cheia de alegria, Rose disse à família Miller: “Agora eu sou uma ovelha no rebanho do Bom Pastor.” Ela não conseguia guardar para si a boa notícia, e começou a falar aos seus irmãos e irmãs judeus sobre o Messias de Israel. Então, ela disse aos Miller: “Vocês vão precisar comprar mais cadeiras para a igreja, porque eu vou dizer a todos a boa notícia!” Enquanto a situação na Hungria estava se tornando cada vez mais ameaçadora, Rose difundia o Evangelho em máxima velocidade. Por esse tempo, os judeus já estavam desesperados.

A Palavra de Deus em Auschwitz

Finalmente, a Hungria foi ocupada por Hitler e, em maio de 1944, a deportação dos judeus húngaros começou. Inicialmente, Rose encontrou um refúgio. Mas, quando viu que os amigos e vizinhos, a quem ela tinha falado sobre o Evangelho, estavam sendo capturados e transportados para os campos de concentração, ela foi tocada. “Quem poderia falar-lhes do Messias, a esperança de Israel?” Rose sentiu um profundo desejo de ir com eles.

Ela sabia que se o desejo dela não viesse de Deus, ela nunca iria ser capaz de lidar com os horrores que a aguardavam. Depois de orar intensamente, Rose percebeu que seu desejo de se unir a seu povo não só não tinha diminuído, mas tinha aumentado grandemente. Ela entendeu que não era um capricho, mas a vontade de Deus. Rose se entregou aos oficiais da SS e foi levada para o campo de concentração de Auschwitz.
No meio de toda a miséria, as horas esperando no frio, os constantes espancamentos e chicotadas, Rose nunca parou de perceber a paz e a proximidade de Deus em seu coração. Ela não tinha medo da morte. Para ela, morrer queria dizer estar face a face com seu amado Salvador! Rose aproveitou cada oportunidade para testificar do Messias, que morreu para salvar as pessoas do pecado e da morte, e dar-lhes a vida eterna.

Indo para Israel
Milagrosamente, Rose foi poupada das câmaras de gás. Após a libertação, a severamente enfraquecida Rose lentamente começou a se recuperar no porto seguro da casa de sua irmã, na Tchecoslováquia.

Por esse mesmo tempo, ela sentiu que o Senhor lhe dizia para visitar os sobreviventes do Holocausto. No meio de sua pobreza, o Senhor providenciou todo o necessário para apoiá-los: pacotes de alimentos, roupas e caixas cheias de Novos Testamentos em hebraico. Pouco tempo depois, Rose até mesmo recebeu um apartamento. Lá, ela mostrou hospitalidade a todos os que o Senhor colocou em seu caminho, entre os quais havia muitos sobreviventes judeus do Holocausto.

Não muito depois do Comunismo ter tomado o poder na Tchecoslováquia, Rose sentiu um círculo fechando firmemente ao redor dela. A distribuição de literatura cristã tinha sido proibida. Quando viu que muitos judeus emigravam para Israel, ela sentiu um profundo desejo de ir com eles. Era o mesmo anseio que uma vez a fez decidir deixar seu esconderijo para ir com o seu povo para os campos de concentração. Motivada pela convicção de que Deus a chamava, Rose viajou para Israel em agosto de 1950. Lá, Rose distribuiu a Palavra de Deus em todo o país, incluindo as recentemente criadas escolas e kibbutzim, e foi uma bênção para muitos.

Clique no link para saber mais sobre 10 fatos "curiosos" sobre este campo de concentração:

http://www.megacurioso.com.br/guerras/75463-10-fatos-assombrosos-que-voce-talvez-desconheca-sobre-auschwitz.htm


Leia a biografia impressionante sobre a vida de Rose Warmer no livro:
Grant, Myrna, Rose’s Journey: A Christian in the Holocaust, Hope Publishing House, 2010.

Admin
Admin

Mensagens : 3211
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum