AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier

Irmã da CCB eleita deputada federal é considerada patricinha-religiosa na câmara

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Irmã da CCB eleita deputada federal é considerada patricinha-religiosa na câmara

Mensagem por Admin em Qua Abr 27, 2011 2:45 pm





Ao que tudo indica, por enquanto Bruna Furlan é apenas mais um rostinho bonito na política.

Aos 27 anos, sem nunca ter disputado uma eleição, foi escolhida deputada federal pelo PSDB de São Paulo com 270 mil votos, terceira maior votação do Estado --atrás somente de Tiririca (PR), 1,3 milhão de votos, e Gabriel Chalita (PSB), 560 mil.

Se não é jocosa nem escrachada como o palhaço campeão nem tem o apelo fácil do educador-religioso-conselheiro espiritual Chalita, o que explica, então, a enxurrada de votos de Bruna?

O sobrenome é uma pista. O pai de Bruna, Rubens Furlan (PMDB), é prefeito pela quarta vez de Barueri, município na Grande São Paulo.

O tio Celso Furlan é secretário de Educação da cidade. Outro tio, Toninho Furlan, é presidente da Câmara de Vereadores, dominada pelo grupo político da família.

Os Furlan têm aliados em várias cidades da região, como Osasco, Itapevi, Carapicuíba, Santana do Parnaíba e Jandira, entre outras.

Os apoios renderam a Bruna "dobradas" com políticos tarimbados, como o ex-prefeito de Osasco Celso Giglio (PSDB) e o ex-prefeito de Barueri Gil Arantes (DEM), ambos eleitos para a Assembleia Legislativa paulista.

A deputada eleita declara-se interessada pela militância política desde pequena, mas nunca teve mandato ou ocupou cargo público.

Era do PMDB. Foi convidada a se mudar para o PSDB por José Serra.

Advogada formada pela Unip, com pós-graduação em gestão de cidades pela FAAP, Bruna lista como experiência a atuação em projetos sociais na região e o como diretora voluntária da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente).

"Sei que tenho muita coisa a aprender, mas tenho muito boa vontade, muito boa intenção e tenho esperança de poder contribuir, com a minha juventude, na discussão de assuntos de interesse nacional", disse Bruna à Folha.

Ela falou dos temas que pretende priorizar e contou que está se esforçando para chegar menos verde a Brasília.

"A minha primeira atitude depois da eleição foi ler o regimento interno da Câmara, para saber como funciona a Casa. Já li no meu último ano da faculdade, mas, como já faz uns 4 ou 5 anos, eu vou reler, pra que ter a noção exata do funcionamento."

De acordo com ela, "são muitas regras, é muito burocrático, para entender vai levar um tempo".

MUSA

Com um tipo que mistura a beleza selvagem de Cindy Crawford (também tem uma pinta do lado esquerdo do rosto, acima da boca) com o estilo patricinha-religiosa de Sandy ou Sofia Alckmin, Bruna já desponta como candidata a musa do novo Congresso. Não gosta do rótulo.

"Não tenho vaidade, não acho que isso acrescenta. Quando puder mostrar o meu trabalho, acho que os comentários podem mudar. Não sei como agir com tanta coisa que está acontecendo. Estou feliz, mas um pouco assustada."

Bruna é evangélica, da Congregação Cristã. Adora malhar e "essa questão da alimentação". "Se não fosse política, eu faria educação física, nutrição, fisiologia do exercício, gosto muito dessa parte", afirmou.

É solteira e não tem namorado.

A deputada eleita classificou como "uma brincadeira de mau gosto", por "falta de experiência", o pedido que fez ao secretário de Saúde de Barueri para que a rede de saúde da cidade recebesse moradores de outros municípios, facilitando assim sua eleição.

O vídeo em que Bruna pede os favores, numa reunião de correligionários, foi revelado semana passada pela Folha.

"Eu tô desesperada atrás de voto, eu não tenho o que fazer, eu preciso da vaga logo, eu preciso do médico, eu preciso do remédio", diz na gravação.

O vídeo foi a base de duas representações contra Bruna por compra de votos e abuso de poder político: uma movida pelo diretório estadual do PT no Tribunal Regional Eleitoral, outra, no Ministério Público Eleitoral, por um cidadão cujo nome o órgão não revela --ambas em investigação.

Famosa por abrigar os condomínios de alto padrão de Alphaville, Barueri tem cerca de 300 mil habitantes e um dos maiores PIBs per capita do país (R$ 100,8 mil, IBGE/2007, contra R$ 29,3 mil de São Paulo), mas apresenta elevada incidência de pobreza (45%, IBGE/2003, contra 28% de São Paulo).

O dinheiro do município vem de indústrias e serviços, atraídos por uma generosa política de isenção tributária.

Fora dos limites da cidade, ultimamente Rubens Furlan ficou mais conhecido por gastar milhões do município com a Arena Barueri, estádio que abrigava os jogos do time que se mudou para Presidente Prudente --hoje o campo tenta atrair os times da capital.

O prefeito também virou notícia ao xingar de "babacas" os integrantes do humorístico CQC, depois de o programa denunciar que a diretora de uma escola municipal levou para a casa uma TV doada à instituição --a prefeitura chegou a barrar na Justiça a exibição do programa, depois levado ao ar.

Fonte: Folha/uol


Admin
Admin
Admin

Mensagens: 2043
Data de inscrição: 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum