AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Interpretação de ( Atos 15) para o ministério da CCB

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Interpretação de ( Atos 15) para o ministério da CCB

Mensagem por Eldier Khristos em Qua Abr 27, 2011 10:52 pm




No início de Atos Jesus declarou:

" Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra ".Atos 1-8

Isso é poder.

Em Atos 14, Paulo chega a Antioquia:

" De Atália navegaram de volta a Antioquia, onde tinham sido recomendados à graça de Deus para a missão que agora haviam completado. " vers. 26

Paulo e Barnabé se envolvem numa grande contenda:

" Alguns homens desceram da Judéia para Antioquia e passaram a ensinar aos irmãos: "Se vocês não forem circuncidados conforme o costume ensinado por Moisés, não poderão ser salvos. Isso levou Paulo e Barnabé a uma grande contenda e discussão com eles. " Atos 15-1 e 2

Paulo e Barnabé são incumbidos de levar os problemas, para serem tratados com os apóstolos e presbíteros, na cidade de Jerusalém:

" Assim, Paulo e Barnabé foram designados, juntamente com outros, para irem a Jerusalém tratar dessa questão com os apóstolos e com os presbíteros. " Atos 15-2

Eles chegam a Jerusalém:

" Chegando a Jerusalém, foram bem recebidos pela igreja, pelos apóstolos e pelos presbíteros, a quem relataram tudo o que Deus tinha feito por meio deles. " Atos 15-4

O partido religioso dos fariseus, levanta a questão da circuncisão:

" Então se levantaram alguns do partido religioso dos fariseus que haviam crido e disseram: "É necessário circuncidá-los e exigir deles que obedeçam à lei de Moisés. " Atos 15-5

Os apóstolos se reunem:

" Os apóstolos e os presbíteros se reuniram para considerar essa questão. " Atos 15-6

Pedro se utiliza da sua autoridade apostólica, como testemunha de Cristo:

"Pedro levantou-se e dirigiu-se a eles: "Irmãos, vocês sabem que há muito tempo Deus me escolheu dentre vocês para que os gentios ouvissem de meus lábios a mensagem do evangelho e cressem. Deus, que conhece os corações, demonstrou que os aceitou, dando-lhes o Espírito Santo, como antes nos tinha concedido. Ele não fez distinção alguma entre nós e eles, visto que purificou os seus corações pela fé. Então, por que agora vocês estão querendo tentar a Deus, impondo sobre os discípulos um jugo que nem nós nem nossos antepassados conseguimos suportar? " Atos 15-7 a 10

A assembléia fica em silêncio, e agora escuta as maravilhas de Paulo e Barnabé:

"Toda a assembléia ficou em silêncio, enquanto ouvia Barnabé e Paulo falando de todos os sinais e maravilhas que, por meio deles, Deus fizera entre os gentios. " Atos 15-12

Terminam de falar, e Tiago começa seu discurso:

" Irmãos, ouçam-me. Simão nos expôs como Deus, no princípio, voltou-se para os gentios a fim de reunir dentre as nações um povo para o seu nome. Concordam com isso as palavras dos profetas, conforme está escrito: Depois disso voltarei e reconstruirei a tenda caída de Davi. Reedificarei as suas ruínas, e a restaurarei, para que o restante dos homens busque o Senhor, e todos os gentios sobre os quais tem sido invocado o meu nome, diz o Senhor, que faz estas coisas conhecidas desde os tempos antigos. Portanto, julgo que não devemos pôr dificuldades aos gentios que estão se convertendo a Deus.Pelo contrário, devemos escrever a eles, dizendo-lhes que se abstenham de comida contaminada pelos ídolos, da imoralidade sexual, da carne de animais estrangulados e do sangue. " Atos 15-14 a 20

É decidido entre os apóstolos e presbíteros, que Paulo, Barnabé, Judas e Silas, voltariam a Antioquia, para esclarecer a questão, levando com eles uma carta:

"Então os apóstolos e os presbíteros, com toda a igreja, decidiram escolher alguns dentre eles e enviá-los a Antioquia com Paulo e Barnabé. Escolheram Judas, chamado Barsabás, e Silas, dois líderes entre os irmãos. " Atos 15-22 e 13

Levaram consigo uma carta, abaixo o conteúdo da mesma:

"AOs irmãos apóstolos e presbíteros, aos cristãos gentios que estão em Antioquia, na Síria e na Cilícia: Saudações. Soubemos que alguns saíram de nosso meio, sem nossa autorização, e os perturbaram, transtornando suas mentes com o que disseram. Assim, concordamos todos em escolher alguns homens e enviá-los a vocês com nossos amados irmãos Paulo e Barnabé, homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Portanto, estamos enviando Judas e Silas para confirmarem verbalmente o que estamos escrevendo. Pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não impor a vocês nada além das seguintes exigências necessárias: Abster-se de comida sacrificada aos ídolos, do sangue, da carne de animais estrangulados e da imoralidade sexual. Vocês farão bem em evitar essas coisas. Que tudo lhes vá bem.Atos 15-23 a 29

Depois dessa decisão eles chegam a Antioquia:

" Uma vez despedidos, os homens desceram para Antioquia, onde reuniram a igreja e entregaram a carta. Os irmãos a leram e se alegraram com a sua animadora mensagem. Judas e Silas, que eram profetas, encorajaram e fortaleceram os irmãos com muitas palavras. " Atos 15-30 a 32

Eles passam ali algum tempo, apesar de receberem a benção de paz para retornarem, Silas, Paulo, e Barnabé, permanecem ali.

Paulo e Barnabé se desentendem, e se separam, no entanto as igrejas seguem fortalecidas.

Conclusão: A assembléia do Brás (e seus anciãos) aparentemente sugerem se igualar a tal evento, até mesmo no poder, no entanto, não podem ser comparados como testemunhas, assim como foram os apóstolos. Naquele momento da história da igreja de Cristo, uma carta guiada e escrita pelo Espírito de Deus, resolveu todas as questões pendentes, referente ao gentios e os judaizantes, que assim não foram sobrecarregados com acréscimos. Fica notória a discussão entre Paulo e Barnabé, refletindo que eles não eram falsos em suas decisões, ainda, levianos no cuidado da igreja. A autoridade e guia de Pedro e Tiago demonstram o poder de Deus, na vida desses homens, se cumprindo o que disse Cristo. Fica também transparente que o Espírito de Deus, verdadeiramente deu dons aos homens. Se no entanto os representantes do Brás, são tão soberbos, em compararem sua reunião com aquele evento, tão somente se igualam a Roma, cidade que sempre teve inveja de Jerusalém, ainda, sempre quis ser como tal. Se no caso não existe tal comparação, assim como os próprios fiéis afirmam, finalmente chegamos a verdade escancarada, que progresso e construções de templos, nada tem haver com o progresso espiritual da igreja de Cristo.


Texto: Eldier.

Eldier Khristos
Membro

Mensagens : 659
Data de inscrição : 10/07/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Interpretação de ( Atos 15) para o ministério da CCB

Mensagem por Admin em Sab Out 22, 2011 10:28 pm

Recordando.

Admin
Admin

Mensagens : 3188
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum