AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






Velha máxima: fazer o bem sem olhar a quem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Velha máxima: fazer o bem sem olhar a quem

Mensagem por Admin em Qua Jun 29, 2011 7:42 pm




Neste dia seis de junho completam-se dez meses do falecimento de Fausto Visconde. Em mais este artigo biográfico serão abordados temas referentes ao seu gosto pelo colecionismo e sua escolha religiosa. Fausto foi um dos seres humanos que fez jús passar por este planeta terra. Alguns dos prezados leitores que vem tendo acesso aos dados biográficos dele, até pode interrogar: Pôxa, este cara só teve virtudes, não teve defeitos? Teve defeitos, sim. Acontece que seus poucos defeitos foram esmagados por suas virtudes.

O paulistano Fausto Visconde passou longe de ser um espectro, ele passou pela vida e viveu como poucos. Favoreceu a outros tantos fazendo valer a velha máxima: fazer o bem sem olhar a quem. Relembro-me com saudosismo aqueles dois dias semanais quando ele se levantava as 5h00 hora da manhã para chegar às 7h00 na Congregação Cristã do Brasil, do Bom Retiro, região central de São Paulo. Isso ele fez durante anos. Mesmo já com idade avançada, 86 anos, ajudava na preparação de alimentos para pessoas carentes que era fornecido pela entidade.

Filho de italianos, praticamente o berço do catolicismo, FAUSTO VISCONDE, dos seus 88 anos vividos 56 foram dedicados à Congregação Cristã do Brasil. Sempre fez o que podia sem nada pedir. Exercia de forma exemplar sua fé. Era aquilo que se pode chamar de um crente moderado, não fazia sermão, não se colocava acima do bem e do mal, e muito menos acima de um semelhante. Porém, quando procurado, ele fazia valer seu aprendizado de 56 anos de prática cristã.

Vale-se pelo que pode dar!

Algumas vezes fora levianamente confundido com um iconoclasta. Tudo isso porque Visconde tinha em seu acervo e nas paredes de sua casa, milhares de fotos originais de ícones do cinema nacional e internacional. " Se fosse eu um iconoclasta, isso não mudaria a fé que tenho em Jesus Cristo", dizia Fausto Visconde.

A falácia de que era um iconoclasta levou um irmão de fé a tentar destruir em sua residência à marteladas uma obra de arte. A obra, um retrato a sobre tela feito pelo artista plástico Glicério Carnelosso, como se pode ver na altura do ombro esquerdo as marcas das marteladas.

Visconde tinha um senso de bom gosto muito aguçado. Vestia-se muito bem. Principalmente, quando ia ao 'encontro' de Jesus Cristo. Caprichava no terno e na gravata. Era muito conhecido como irmão Visconde no templo da Penha, onde frequentou por muito anos, auzentando-se apenas quando passou a sofrer de princípios de Alzheimer, e principalmente pela falta de educação dos mais jovens que ocupavam os bancos reservados aos idosos sem que os pais ou o ancião responsável os advertisse.

A doença avançava naquele cérebro previlegiado, e aos poucos aqueles que o chamavam de irmão, que professavam a mesma fé foram sumindo, o que sugere: enquanto ele podia oferecer seu esforço braçal e o dízimo para Congegaçã Cristã do Brasil ele tinha utilidade. O ato também sugere que as religiões estão muito mais preocupadas em transformarem a palavra de Deus em cifrões, pouco se preocupndo com o bem estar dos fiéis.

Apesar de não precisar de apoio financeiro dos irmãos de fé, talvez precisasse de uma oração. Ninguém apareceu para fazer tal caridade. Como Deus é superior a tudo isso, ele morreu em paz, tranquilo e sem sofrer. Na verdade Fausto Visconde foi atendido em suas orações pois sentia que poderia perder mobilidades físicas além do que já estava perdendo mentalmente. Partiu em paz e que continue. R.I.P. Fausto Visconde.
(Francisco Martins) formas e meios

Admin
Admin

Mensagens : 3164
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum