AS MARCAS DE JESUS
Paz, a todos os corações e Deus esteja com todos.

Palavra do jovem e palavra de Deus todo domingo.

Eldier






O testemunho de um pai de muita fé...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O testemunho de um pai de muita fé...

Mensagem por Admin em Dom Jul 10, 2011 5:14 pm



Gostaria neste momento compartilhar com vocês um pouco da minha história. Na verdade é um testemunho. Sou pai de primeira viagem e confesso que está sendo uma grande experiência de vida.
Feliz é o Homem que Persevera na Provação

"Feliz é o homem que persevera na provação, porque depois de aprovado receberá a coroa da vida, que Deus prometeu aos que o amam." (Tiago 1:12 - NVI)

Sou um homem casado, cristão e tenho uma filhinha que completou dia 14/05/11, 1 ano de vida.
Pois bem. Minha esposa e eu casamos no dia 07/12/2008, após 6 meses de namoro. Isto mesmo, casamos após 6 meses de namoro. Para nós foi uma benção, apesar de alguns problemas familiares. Mesmo assim permanecermos firmes. Eu sempre achei que a melhor fase do casamento seria o início; o começo de tudo, porém eu me enganei. Não é tão fácil, mas, todas as dificuldades iniciais do casamento foi superada pela presença de Deus em nossa vida e pela paciência de minha linda esposa Carla. Aprendi muitas coisas com ela. Coisas que nem eu imaginada que um dia iria aprender como por exemplo: cuidar das finanças. Sempre tive dificuldades com isto.


E os meses foram passando. Após 9 meses de casados, minha esposa me deu uma notícia supreendente. Ela estava grávida!!! Esta notícia me deixou muito feliz, pois iríamos ter um bebê em nosso meio. Com a notícia, confesso que fiquei um tanto chocado, pois pensei comigo mesmo: "Eu, Vagner vou ter um bebê!!!". Fiquei pensando como seria ter um filho(a).


Passando-se os dias, a barriga da minha esposa começou a crescer. Havia uma sementinha plantada ali. Um "serzinho" que estava se desenvolvendo no ventre de minha esposa. Descobrimos que nosso bebê seria uma menina que, no entanto já haviamos decidido o nome no ínício do casamento. Mas o inesperado aconteceu!!! Minha esposa começou a ter dores, além de todos os sintomas normais de uma gravidez. Estas dores começaram a partir do 3º mês de gravidez. Não entendíamos o que estava acontecendo. Não tinhamos convênio médico e minha esposa estava sendo acompanhada por médicos da Unidade Básica de Saúde (UBS) com acompanhamento complementar no Hospital de Base de nossa cidade. Com o passar dos meses descobriu-se que minha esposa estava com Polidrâmnio (excesso de líquido amniótico).


Eu havia acabado de apresentar um trabalho científico na faculdade sobre Polidrâmnio e Oligoidrâmnio. Conhecia as causas desta patologia. Umas das causas seria a diabetes gestacional, porém, exames foram realizados e o resultado foi negativo. O problema seria então por causas genéticas que nem os médicos entendiam a razão.


Minha esposa continuou seu acompanhamento médico periodicamente e a gestação foi evoluíndo bem apesar das fortes dores. Até que chegou o momento do parto. As dores já estavam quase que insuportáveis quando foi levada pelo seu tio ao hospital. Eu estava trabalhando quando fiquei sabendo que já era o momento de ver nossa princesinha.


Fui até o hospital e a acompanhei praticamente em tudo. Ela passou por vários exames antes do parto. Os médicos disseram que nosso bebê estava sofrendo dentro do útero.


No centro cirurgico acompanhei todo o procedimento. O parto foi o cezariano, devido ao sofrimento fetal e da minha esposa. Foi um momento muito difícil pra minha esposa, pra mim e para a Rebequinha (este foi o nome que demos a nossa princesa). Durante o processo do parto, minha esposa começou a sentir dores e sua pressão começou a subir muito. Quiseram reverter a anestesia de Raquidiana para Geral, mas não puderam devido ao aumento da pressão. Os médicos tiveram muita dificuldade em retirar a Rebequinha do útero, pois sua cabecinha já estava passando pelo colo. Tiveram que reverter a descida dela para então conseguir retirá-la de lá. Ela foi retirada de dentro da minha esposa quase sem vida. Não estava respirando.


Tive que sair do centro cirúrgico e aguardar na sala de espera. Após algumas horas, o pediatra conversou comigo e disse que a Rebequinha nasceu com uma síndrome chamada "Pierre Robin", resultado de 3 mal-formações que são caracterizadas pelo queixo retraído e pequeno; língua retraída que impedia a passagem de ar para a traquéia; e uma fenda no céu da boca, comunicando a boca com as vias nasais. Estas características denomina-se Síndrome de Pierre Robin.


Fiquei bem desesperado com esta notícias e pude entender o por que das dores na gestação e o por que do excesso de líquido amniótico. A Rebequinha lutou a gestação toda com dificuldades para respirar e ainda não conseguia engolir o líquido amniótico. Esta foi a razão do acúmulo do líquido. Todo bebê engole o líquido amniótico. É um ciclo e, minha filha não conseguia isto.


Muito bem, resumindo, minha filha nasceu em 14/05/2010, às 03:20 horas. Teve que ficar alguns dias na UTI Neonatal, entubada para poder respirar. Sua língua a impedia de respirar. No 4º dia de nascimento ela passou por um procedimento cirurgico para a instalação de uma traqueostomia; que é um caninho colocado na garganta para ajudar na respiração. Ao mesmo tempo foi colocado uma sondinha pelo seu nariz ligando o estômago para passar sua alimentação. Ela não consegue deglutir por causa da língua e a fenda no céu da boca. Além de ser portadora de alergia grave a lactose do leite. O leite que ela usa chama-se Neocate (R$ 570,00 a lata). Ela consome em média 10 latas por mês, o qual é fornecido pelo governo, graças a Deus. Não pagamo por isto.


Nossa filha teve alta no dia 03/08/10, com a condição de adquirirmos equipamentos e materiais para suprirmos suas necessidades em casa. Tinhamos que passar seu "leitinho" por sonda através de um equipo de soro e frasco para dietas enterais de três em três horas, além de aspirarmos a secreção que acumula dentro da traqueostomia com um aspirador a vácuo várias vezes ao dia.


Após um mês de alta hospitalar, seu tratamento teve início quando tivemos que levá-la para a cidade de Bauru/SP em um hospital especializado nestes casos. Chama-se Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC) da USP, conhecido simplesmente como Centrinho. Lá, a Rebequinha passou por diversos exames para avaliar o seu caso, além de realizar uma cirurgia para corrigir seu problema de refluxo e instalar uma gastrostomia na sua barriguinha. Trata-se de uma sondinha instalada diretamente no estômago para a alimentarmos.


Desde então, a Rebequinha continua seu tratamento periódico no Centrinho - Bauru/SP. Ora está conosco em casa, ora minha esposa tem que ficar com ela em Bauru.


Atualmente minha filha ainda usa traqueostomia e gastrostomia. O leite utilizado começou a ser substituído pelo leite de vaca, aos poucos. Quanto ás papas, permanece com preparo de alimentos sólidos batidos no liquidificador e coado com uma peneira fina. Tudo colocado através da gastrostomia. Não podemos passar alimentos sólidos por sua boca, devido a fenda palatina e falta de prática na ingestão de alimentos. Este mês a fonoaudióloga começou com os exercícios para a deglutição de alimentos pela boca, e já está conseguindo; não o suficiente para substituir a gastrostomia, mas já é um grande começo. Estamos animados!


Por ficar alguns meses internada, teve um atraso motor. Está fazendo fisioterapia respiratória e motora.


A Rebeca é uma gerreira. Já passou por muitas coisas no hospital. Já teve 5 pneumonias e hoje é uma menininha sorridente, brincalhona, esperta e inteligente. É ela quem nos ajuda a buscarmos forças em Deus para passarmos por esta prova até o fim. Ela é muito especial e muito linda também.


Meus amigos e irmãos, minha esposa e eu estamos bem cansados fisicamente, psicologicamente e espiritualmente, mas, mesmo assim estamos lutando e buscando forças em Deus para suportarmos esta fase. Oramos para ver o fim de tudo isto. Precisamos muito de orações. Por favor queridos, orem por nós.


Precisamos de muita força e sabedoria para lidar com tudo isto. Sei que vamos vencer esta batalha. Aliás, creio que o pior já passou. Temos fé no poder do Senhor e ver nossa Rebequinha sem traqueostomia, sem gastrostomia, respirando pelo seu narizinho e se alimentando pela boquinha. Queremos vê-la em breve correndo pela casa, cantando, gritando, conversando com a gente, etc.Conto com suas orações e, quando tudo isto acabar, volto aqui para testemunhar as maravilhas que nosso Senhor Deus nos proporcionou.


Se você está passando por provações e sente que está ficando difícil, NÃO DESISTA jamais!!! Isto significa que Deus está lapidando sua vida, purificando seu coração para torná-lo uma pessoa melhor, a fim de prepará-lo para ser usado como jóia preciosa na terra que Jesus está preparando para ti. Somos especiais para Deus e Ele nos ama. Jesus disse que no mundo passaríamos por aflições. Mas orientou: "Tende bom ânimo, Eu vencí o mundo".


Por isso queridos, permaneçam firmes até o fim, pois Jesus está prestes a voltar e, todo o sofrimento terá o seu fim, juntamente com o autor de todo o mal deste mundo. Jesus te ama muito e tem grandes planos em sua vida. Orem por nós.
Que a paz de nosso Senhor Jesus esteja com todos vocês.

Fiquem com Deus.
Grande abraço.
Vagner Martines



Admin
Admin

Mensagens : 3225
Data de inscrição : 09/07/2010

http://ccbnovascriaturas.forumeiro.org

Voltar ao Topo Ir em baixo

Que D'us conceda paz

Mensagem por Salomao em Qui Maio 15, 2014 2:14 am

Algumas pessoas tem a oportunidade na vida de enxergar o quanto somos frageis, e por motivos dolorosos somos conduzidos a entender e obrigados a aceitar, que nao temos o controle, que ninguem controla nada.

Obviamente tudo isso para um filme, que nos deixa sem respostas e angustiados, e apos estudar tudo que a ciencia conseguiu ate 1 segundo atras e todo o conhecimento em outras ciencias, fica somente a conclusao, de que na realidade ninguem sabe nada !

Os caminhos de D'us , todo esse filme acontecendo, onde uns parecem ter mais sorte, outros parecem sofrer mais, outros de fato carregam pedras maiores e é tudo muito dificil de entender.

Só fica mais facil de realmente entender, que todo esse filme tem um diretor, o Grandissimo, que permite encontrar conforto quando se deixa de exigir da vida, quando por bem ou mal perdemos o controle da situacao, e vemos que no fim tudo vai acontecer como tem que acontecer, voce querendo ou nao.

Que D'us permita sentirmos paz, que possamos nos aproximar dele e logo possa realizar o plano original para todos os corretos.



Salomao
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum